Sem nome

CRONOLOGIA DO LIBERALISMO - de 1820 a 1834

  • Beresford embarca para Inglaterra.

    Beresford embarca para Inglaterra.
    Beresford embarca para Inglaterra.
  • Revolta militar no Porto.

    Revolta militar no Porto.
    Revolta militar no Porto.
  • Revolta militar em Lisboa.

    Revolta militar em Lisboa.
    Revolta militar em Lisboa.
  • Extinção do Tribunal do Santo Ofício - a Inquisição.

    Extinção do Tribunal do Santo Ofício - a Inquisição.
    Extinção do Tribunal do Santo Ofício - a Inquisição.
  • Fundação do Banco de Lisboa

    Fundação do Banco de Lisboa
    Fundação do Banco de Lisboa
  • D. João VI nomeia D. Pedro regente e seu lugar-tenente no Brasil.

    D. João VI nomeia D. Pedro regente e seu lugar-tenente no Brasil.
    D. João VI nomeia D. Pedro regente e seu lugar-tenente no Brasil.
  • D. João VI, e a Corte, regressam a Portugal

    D. João VI, e a Corte, regressam a Portugal
    D. João VI, e a Corte, regressam a Portugal
  • Proclamação da Independência do Brasil por D. Pedro IV

    Proclamação da Independência do Brasil por D. Pedro IV
    Proclamação da Independência do Brasil por D. Pedro IV
  • Proclamação da Independência do Brasil por D. Pedro IV

    Proclamação da Independência do Brasil por D. Pedro IV
    Proclamação da Independência do Brasil por D. Pedro IV
  • Promulgação da Constituição Portuguesa

    Promulgação da Constituição Portuguesa
    Promulgação da Constituição Portuguesa
  • D. João VI jura a Constituição

    D. João VI jura a Constituição
    D. João VI jura a Constituição
  • D. Pedro é aclamado imperador do Brasil com o título de D. Pedro I.

    D. Pedro é aclamado imperador do Brasil com o título de D. Pedro I.
    D. Pedro é aclamado imperador do Brasil com o título de D. Pedro I.
  • Sublevação do infante D. Miguel, em Vila Franca de Xira (Vila Francada).

    Sublevação do infante D. Miguel, em Vila Franca de Xira (Vila Francada).
  • Abrilada: Novo golpe de D. Miguel

    Abrilada: Novo golpe de D. Miguel
  • Fundação das escolas Régias de Cirurgia de Lisboa e Porto.

    Fundação das escolas Régias de Cirurgia de Lisboa e Porto.
    Fundação das escolas Régias de Cirurgia de Lisboa e Porto.
  • D. Pedro é reconhecido como legítimo rei de Portugal, com o título de D. Pedro IV.

     D. Pedro é reconhecido como legítimo rei de Portugal, com o título de D. Pedro IV.
    D. Pedro é reconhecido como legítimo rei de Portugal, com o título de D. Pedro IV.
  • - D. Pedro IV outorga a Carta Constitucional.

    - D. Pedro IV outorga a Carta Constitucional.
  • D. Pedro IV nomeia os Pares do Reino.

     D. Pedro IV nomeia os Pares do Reino.
    D. Pedro IV nomeia os Pares do Reino.
  • D. Pedro IV abdica a favor da filha Maria.

    D. Pedro IV abdica a favor da filha Maria.
    D. Pedro IV abdica a favor da filha Maria.
  • A Carta Constitucional é publicada em Lisboa.

     A Carta Constitucional é publicada em Lisboa.
    A Carta Constitucional é publicada em Lisboa.
  • Início das revoltas militares absolutistas.

    Início das revoltas militares absolutistas.
    Início das revoltas militares absolutistas.
  • A infanta D. Isabel Maria, torna-se regente em nome de D. Maria II.

    A infanta D. Isabel Maria, torna-se regente em nome de D. Maria II.
    A infanta D. Isabel Maria, torna-se regente em nome de D. Maria II.
  • Reconhecimento da independência do Brasil por Portugal.

    Reconhecimento da independência do Brasil por Portugal.
    Reconhecimento da independência do Brasil por Portugal.
  • Uma divisão do Exército inglês (5.000 homens) chega a Lisboa para apoiar o regime constitucional português (D.Pedro).

    Uma divisão do Exército inglês (5.000 homens) chega a Lisboa para apoiar o regime constitucional português (D.Pedro).
    Uma divisão do Exército inglês (5.000 homens) chega a Lisboa para apoiar o regime constitucional português (D.Pedro).
  • Morte de D. João VI

     Morte de D. João VI
    Morte de D. João VI
  • Chegada de D. Miguel a Lisboa.

     Chegada de D. Miguel a Lisboa.
    Chegada de D. Miguel a Lisboa.
  • D. Miguel dissolve as Cãmaras e proibe o Hino da Carta.

    D. Miguel dissolve as Cãmaras e proibe o Hino da Carta.
    D. Miguel dissolve as Cãmaras e proibe o Hino da Carta.
  • - Tumultos absolutistas em Lisboa aclamam D. Miguel.

    - Tumultos absolutistas em Lisboa aclamam D. Miguel.
  • Convocação dos Três Estados do Reino, à maneira tradicional.

    Convocação dos Três Estados do Reino, à maneira tradicional.
    Convocação dos Três Estados do Reino, à maneira tradicional.
  • Morte da rainha viúva D. Carlota Joaquina, em Lisboa

    Morte da rainha viúva D. Carlota Joaquina, em Lisboa
    Morte da rainha viúva D. Carlota Joaquina, em Lisboa
  • Nova bandeira portuguesa, bicolor (azul e branco).

    Nova bandeira portuguesa, bicolor (azul e branco).
    Nova bandeira portuguesa, bicolor (azul e branco).
  • – Abdicação de D. Pedro como imperador do Brasil no Rio.

    – Abdicação de D. Pedro como imperador do Brasil no Rio.
    – Abdicação de D. Pedro como imperador do Brasil no Rio.
  • Saída do ex-imperador do Brasil (D. Pedro), para a Europa.

    Saída do ex-imperador do Brasil (D. Pedro), para a Europa.
    Saída do ex-imperador do Brasil (D. Pedro), para a Europa.
  • Reconhecimento de D. Miguel como rei, pelo papa.

    Reconhecimento de D. Miguel como rei, pelo papa.
    Reconhecimento de D. Miguel como rei, pelo papa.
  • Manifesto de D. Pedro.

    Manifesto de D. Pedro.
  • – Chega D. Pedro à Terceira. Assume a regência.

    – Chega D. Pedro à Terceira. Assume a regência.
    – Chega D. Pedro à Terceira. Assume a regência.
  • Chega D. Pedro à Terceira. Assume a regência.

    Chega D. Pedro à Terceira. Assume a regência.
  • Manifesto de D. Migue

    Manifesto de D. Migue
    Manifesto de D. Migue
  • Decreto de abolição parcial de morgados.

    Decreto de abolição parcial de morgados.
  • Decreto de abolição parcial de morgados.

    Decreto de abolição parcial de morgados.
    Decreto de abolição parcial de morgados.
  • Decreto de abolição da sisa, portagens e direitos feudais.

    Decreto de abolição da sisa, portagens e direitos feudais.
    Decreto de abolição da sisa, portagens e direitos feudais.
  • Decreto de abolição da sisa, portagens e direitos feudais.

    Decreto de abolição da sisa, portagens e direitos feudais.
    Decreto de abolição da sisa, portagens e direitos feudais.
  • Desembarque em Pampelido.

    Desembarque em Pampelido.
    Desembarque em Pampelido.
  • Entrada no Porto do exército liberal.

    Entrada no Porto do exército liberal.
  • Decreto de abolição das doações régias e dos bens da coroa.

     Decreto de abolição das doações régias e dos bens da coroa.
    Decreto de abolição das doações régias e dos bens da coroa.
  • Batalha naval no cabo de S. Vicente. A esquadra miguelista é apresada.

    Batalha naval no cabo de S. Vicente. A esquadra miguelista é apresada.
  • Desembarque em Alagoa e ocupação de Tavira.

    Desembarque em Alagoa e ocupação de Tavira.
    Desembarque em Alagoa e ocupação de Tavira.
  • Partida de D. Pedro, do Porto, para Lisboa, por mar.

    Partida de D. Pedro, do Porto, para Lisboa, por mar.
  • Saldanha bate a divisão miguelista no Porto levanta o cerco.

    Saldanha bate a divisão miguelista no Porto levanta o cerco.
    Saldanha bate a divisão miguelista no Porto levanta o cerco.
  • Os miguelistas retiram da margem sul do Douro e avançam de Coimbra sobre Lisboa.

    Os miguelistas retiram da margem sul do Douro e avançam de Coimbra sobre Lisboa.
  • Batalha de Almoster.

    Batalha de Almoster.
  • Batalha da Asseiceira.

    Batalha da Asseiceira.
    Batalha da Asseiceira.
  • – Convenção de Évora Monte.

    – Convenção de Évora Monte.
    – Convenção de Évora Monte.
  • D. Miguel abandona Portugal.

    D. Miguel abandona Portugal.
    D. Miguel abandona Portugal.
  • São estabelecidas as normas para a eleição dos deputados às Cortes.

    São estabelecidas as normas para a eleição dos deputados às Cortes.
  • Decreto de abolição dos dízimos.

    Decreto de abolição dos dízimos.
  • Abertura das primeiras Cortes, de acordo com a Carta Constitucional, após o fim da Guerra Civil.

     Abertura das primeiras Cortes, de acordo com a Carta Constitucional, após o fim da Guerra Civil.
    Abertura das primeiras Cortes, de acordo com a Carta Constitucional, após o fim da Guerra Civil.
  • uramento solene de D. Maria II da Carta Constitucional.

    uramento solene de D. Maria II da Carta Constitucional.
  • Morte de D. Pedro IV, em Queluz.

    Morte de D. Pedro IV, em Queluz.
    Morte de D. Pedro IV, em Queluz.
  • Aprovação da Lei da Liberdade de Imprensa.

    Aprovação da Lei da Liberdade de Imprensa.
    Aprovação da Lei da Liberdade de Imprensa.