Linha do Tempo da História da Informática

  • O início da informática - La pascaline

    O início da informática - La pascaline
    La pascaline foi a primeira calculadora mecânica do mundo, planejada por Blaise Pascal em 1642. Originalmente, Pascal pretendia construir uma máquina que realizasse as quatro operações fundamentais, mas apenas conseguia fazer diretamente operações de adição e subtração.
  • Primeiro computador

    Primeiro computador
    Após inúmeras pesquisas realizadas no centro de ciências dos EUA foi criado o primeiro computador. Máquina para realizar cálculos autonomamente. Com funções restritas sendo ainda analógico poderia ser adicionado números para sequências de contagens infinitas.
  • Guerras Fria

    Guerras Fria
    Entre o fim da Segunda Guerra Mundial e a queda do Muro de Berlim (1945 a 1989) a Guerra Fria trouxe ao mundo o terror da possibilidade de uma guerra nuclear e a corrida armamentistas entre EUA e URSS, e seus polos de influência. O desenvolvimento de tecnologia para os conflitos que ocorreram durante estes mais de quarenta anos ocasionou a criação e utilização da internet pelo projeto Arpanet.
  • HP - contribuições para desenvolvimento da informática

    HP - contribuições para desenvolvimento da informática
    HP trouxe contribuições para desenvolvimento da informática, como a criação do disco magnético, substituindo as fitas.
  • Início do uso dos computadores na Educação

    Início do uso dos computadores na Educação
    No Brasil o uso do computador na educação teve princípio na década de 70 do século XX, motivado pelo que ocorria em outros países pelo mundo.
  • Empresa Xerox

    Empresa Xerox
    Empresa Xerox criou o Mouse e a interface gráfica para os computadores, desenvolvendo os computadores, pois até hoje usamos mouses para os comandos, assim como, nos comandos que forma substituídos pela possibilidade da abertura de programas.
  • Apple

    Apple
    Na década de 70 surge a Apple que criou o primeiro computador pessoal.
  • Continuidade no avanço tecnológico

    Continuidade no avanço tecnológico
    o Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde (NUTES) e o Centro Latino-Americano de Tecnologia Educacional (CLATES) começaram a utilizar computadores no ensino de Química, por meio de simulações. Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), nesse mesmo ano, foram realizadas experiências com simulação de fenômenos de Física com alunos de graduação, assim como o Centro de Processamento de Dados desenvolveu o software SISCAI para avaliação de alunos de pós-graduação em Educação.
  • IBM

    IBM
    O Microsoft e IBM lançam o primeiro computador IBM PC, um aparelho pessoal. Mas ainda custava bastante caro.
  • Mais avanços necessários

    Mais avanços necessários
    Na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em 1974, foi desenvolvido um software, tipo CAI (Computer Aid Instruction), para o ensino dos fundamentos de programação da linguagem BASIC.
  • Investimento do MEC para continuar avançando

    Investimento do MEC para continuar avançando
    Em 1975, foi produzido o documento “Introdução de Computadores no Ensino do 2° Grau”, financiado pelo Programa de Reformulação do Ensino (PREMEN), Ministério da Educação (MEC).
  • Visitantes que nos fizeram pensar

    Visitantes que nos fizeram pensar
    Ainda em 1975, ocorreu a primeira visita de Seymour Papert e Marvin Minsky ao país, os quais lançaram as sementes das ideias do Logo na UNICAMP.
  • Microsoft possibilidade de uso

    Microsoft possibilidade de uso
    Os donos da Microsoft procuravam desenvolver sistemas operacionais que possibilitassem o uso dos computadores por qualquer pessoa.
  • Década de crescimento e de investimento do MEC

    Década de crescimento e de investimento do MEC
    Iniciativas voltadas à inserção das tecnologias de informação e comunicação (TIC) na educação básica se deram no início da década de 1980, com a proposição de políticas públicas por órgãos do governo federal, especialmente o Ministério da Educação (MEC).
  • Projetos de educação e informática desde os anos 80

    Projetos de educação e informática desde os anos 80
    A partir do Projeto EDUCOM, uma série de outros projetos e programas foi proposto como parte da política de informática na educação no Brasil, entre os quais, o Programa Nacional de Informática Educativa (PRONINFE), e o Programa Nacional de Informática na Educação (ProInfo).
  • 1° Seminário Nacional de Informática em Educação

    1° Seminário Nacional de Informática em Educação
    As ideias para a elaboração da primeira política de âmbito nacional despontaram com o I Seminário Nacional de Informática em Educação, realizado na Universidade de Brasília, em agosto de 1981. Nesse seminário “surgiu a primeira ideia de implantação de projetos-piloto em universidades, cujas investigações ocorreriam em caráter experimental e deveriam servir de subsídios a uma futura Política Nacional de Informatização da Educação”.
  • Programa de Informática na Educação

    Programa de Informática na Educação
    Em dezembro de 1981 foi aprovado o documento “Subsídios para a Implantação do Programa de Informática na Educação”, subscrito conjuntamente pelo MEC, Secretaria Especial de Informática (SEI) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq).
  • 2° Seminário Nacional de Informática em Educação

    2° Seminário Nacional de Informática em Educação
    Para consolidar as ideias das ações a serem aplicadas aos projetos-piloto foi realizado o II Seminário Nacional de Informática em Educação, na Universidade Federal da Bahia, em agosto de 1982.
  • Projeto EDUCOM

    Projeto EDUCOM
    Os seminários estabeleceram as bases para o lançamento do documento Projeto EDUCOM em 1983, apresentando propostas de trabalho na área de informática na educação.
  • Projeto EDUCOM

    Projeto EDUCOM
    O Projeto EDUCOM foi aprovado em 1984 e implantado em 1985, coordenado pelo Centro de Informática (CENIFOR) do MEC, mediante protocolo assinado entre MEC, SEI, CNPq, Financiadora de Inovação e Pesquisa (FINEP) e Fundação Centro Brasileiro de Televisão Educativa (FUNTEVÊ). O objetivo geral consistiu em fomentar a pesquisa interdisciplinar destinada ao uso de tecnologias de informática no ensino e na aprendizagem.
  • Comitê Assessor de Informática na Educação (CAIE)

    Comitê Assessor de Informática na Educação (CAIE)
    Em 1986 foi criado o Comitê Assessor de Informática na Educação (CAIE), presidido pelo secretário-geral do MEC e constituído por elementos de reconhecida competência técnico científica no país, provenientes de diferentes segmentos da sociedade.
  • Comitê Assessor de Informática na Educação (CAIE)

    Comitê Assessor de Informática na Educação (CAIE)
    O Comitê recomendou a aprovação do Programa de Ação Imediata em Informática na Educação de 1º e 2º Graus, coordenado pela Secretaria de Informática do MEC, prevendo ações como: diagnóstico e diretrizes políticas para o desenvolvimento da informática na educação; desenvolvimento, produção e aplicação de tecnologia educacional de informática; etc.
  • Fim do Projeto EDUCOM

    Fim do Projeto EDUCOM
    Projeto EDUCOM foi encerrado em 1991, e nos seis anos (1985-1991) de seu desenvolvimento os trabalhos executados s nos centros-piloto tiveram o mérito de elevar a informática na educação praticamente do estado zero para o estado em que as equipes interdisciplinares passaram a entender e a discutir as grandes questões desse campo de estudo. As experiências realizadas no Brasil apresentam resultados positivos e algum indício de mudança pedagógica.
  • Conclusão

    Conclusão
    Desde os anos 1980, a educação é considerada um dos pilares das políticas de inclusão digital da população, por meio do fomento à investigação, formação profissional e programas de inserção de aparatos tecnológicos, implantação de infraestrutura nas escolas, conexão à Internet e preparação de professores. Atualmente não podemos ver a educação sem o uso dos computadores, ou mesmo da tecnologia possibilitando descobertas, e como se deu neste ano o maior uso do EAD.