Histórico Informatica na Educação

By martan
  • Period: to

    Introdução da Informatica na educação no BRASIL

  • Period: to

    Incio do processo com experiências na UFRJ, UFRGS e UNICAMP

    Nasceu no início dos anos 70 a partir de algumas experiências na UFRJ, UFRGS e UNICAMP
  • Experimentos de simulação em física

    1973 - UFRGS - Experimentos de simulação em física com alunos de graduação. Ainda em 1973, surgiram as primeiras iniciativas na UFRGS, suportadas por diferentes bases teóricas e linhas de ação. Segundo o documento anteriormente citado, o primeiro estudo utilizava terminais de teletipo e display num experimento simulado de física para alunos do curso de graduação. Destacava-se também o software SISCAI, desenvolvido pelo Centro de Processamento de Dados - CPD, voltado para a avaliação de alunos d
  • Demonstração de um Software

    1973 - UFRJ - Demonstração de um CAI, na Conferência Nacional de Tecnologia Aplicada ao Ensino Superior.
  • Introdução de computadores nas escolas

    1975 - UNICAMP - Programa de Reformulação do Ensino (PREMEN/MEC) - Introdução de computadores nas escolas de 2o grau.
  • o projeto passou a envolver crianças, sob a coordenação de dois mestrandos em computação.

    o projeto passou a envolver crianças, sob a coordenação de dois mestrandos em computação.
  • Period: to

    Informatica na educação começa a ganhar maturidade

    Nos anos 80 se estabeleceu através de diversas atividades que permitiram que essa área hoje tenha uma identidade própria, raízes sólidas e relativa maturidade Ainda no final da década de 70 e princípios de 80, novas experiências surgiram na UFRGS apoiadas nas teorias de Jean Piaget e nos estudos de Papert, destacando-se o trabalho realizado pelo Laboratório de Estudos Cognitivos do Instituto do Psicologia - LEC/UFRGS, que explorava a potencialidade do computador usando a Linguagem Logo. Esses t
  • Realização do I Seminário de Informática na Educação

    Agosto/81 Realização do I Seminário de Informática na Educação, Brasília/DF,
    Foram definidas recomendações que nortearam o desenvolvimento da Informática na Educação no país. Dentre as mais importantes o reconhecimento do computador como um meio de ampliação das funções do professor, e não como um substituto.
  • Aprovação programade Informática na Educação

    Dezembro/81 Aprovação do documento: Subsídios para a implantação do programa
    de Informática na Educação
  • II Seminário Nacional de Informática na Educação

    Agosto/82 Realização do II Seminário Nacional de Informática na Educação Mediante articulação da SEI, o Ministério da Educação tomou a dianteira do processo, acreditando que o equacionamento adequado da relação informática e educação seria uma das condições importantes para o alcance do processo de informatização da sociedade brasileira. A partir desta visão, em 1982, o MEC assumiu o compromisso para a criação de instrumentos e mecanismos necessários que possibilitassem o desenvolvimento de est
  • Criação da Comissão Especial

    Janeiro/83
    UFBa/Salvador/Bahia.
    Criação da Comissão Especial No 11/83- Informática na Educação, Portaria SEI/CSN/PR No 001 de 12/01/83.
  • Publicação das Diretrizes para o estabelecimento da Política de Informática no Setor de Educação, Cultura e Desporto

    Publicação do documento: Diretrizes para o estabelecimento da Política de Informática no Setor de Educação, Cultura e Desporto, aprovado pela Comissão de Coordenação Geral do MEC, em 26/10/82
  • Publicação do Comunicado SEI

    Publicação do Comunicado SEI solicitando a apresentação de projetos para a implantação de centros-piloto junto as universidades.
  • Aprovação do Regimento Interno do Centro de Informática

    Aprovação do Regimento Interno do Centro de Informática Educativa CENIFOR/FUNTEVÊ_, Portaria no 27, de 29/03/84.
  • Assinatura do Protocolo de Intenções MEC/SEI/CNPq/FINEP/FUNTEVÊ

    Assinatura do Protocolo de Intenções MEC/SEI/CNPq/FINEP/
    FUNTEVÊ_ para a implantação dos centros-piloto e delegação de competência ao CENIFOR.
  • Expedição do Comunicado SEI/SS

    Expedição do Comunicado SEI/SS no 19, informando subprojetos selecionados: UFRGS, UFRJ, UFMG, UFPe e UNICAMP.
  • Aprovação do novo Regimento Interno do CENIFOR

    Aprovação do novo Regimento Interno do CENIFOR , Portaria FUNTEVÊ_ no246, de 14/08/85 Nessa época, a nova administração da FUNTEVÊ/MEC iniciou a operação desmonte do CENIFOR, alegando o seu desinteresse na pesquisa, relegando os centros-piloto do Projeto EDUCOM a uma situação financeira difícil e insustentável. A partir desse momento, começou o descumprimento da sustentação financeira do projeto por parte do próprio MEC, iniciando um processo de disputa interna de órgãos que pretendiam assumir
  • Aprovação Plano Setorial:

    Setembro/85 Aprovação Plano Setorial: Educação e Informática pelo CONIN/PR.
  • Criação do Comitê Assessor de Informática na Educação de 1o e 2o graus

    Criação do Comitê Assessor de Informática na Educação de 1o e 2o graus - CAIE/SEPS. Em fevereiro de 1986, logo após a criação do Comitê Assessor de Informática na Educação - CAIE/MEC, presidido pelo secretário-geral do MEC, iniciou-se uma nova fase. Este Comitê foi constituído por elementos de reconhecida competência técnico-científica no país, provenientes de diferentes seguimentos da sociedade.
  • Aprovação do Programa de Ação Imediata em Informática na Educação

    Aprovação do Programa de Ação Imediata em Informática na Educação o Comitê recomendou a aprovação do Programa de Ação Imediata em Informática na Educação de 1o e 2o graus (Brasil, 1987a), objetivando a criação de uma infra-estrutura de suporte junto às secretarias estaduais de educação, a capacitação de professores, o incentivo à produção descentralizada de software educativo, bem como a integração de pesquisas que vinham sendo desenvolvidas pelas diversas universidades brasileiras. Pretendia-s
  • Criação do CAIE/MEC.

    Extinção do CAIE/SEPS e criação do CAIE/MEC.
  • Coordenação e Supervisão Técnica do Projeto EDUCOM

    Coordenação e Supervisão Técnica do Projeto EDUCOM é transferida para a SEINF/MEC.
  • Instituição do I Concurso Nacional de "Software" Educacional e da Comissão de Avaliação do Projeto EDUCOM:

    Instituição do I Concurso Nacional de "Software" Educacional e da Comissão de Avaliação do Projeto EDUCOM:
  • Implementação do Projeto FORMAR I

    Implementação do Projeto FORMAR I, Curso de Especialização em
    Informática na Educação, realizado na UNICAMP. Secretaria de Informática do MEC assumiu a responsabilidade de condução das ações de informática na educação e, consequentemente, a coordenação e supervisão técnica do Projeto EDUCOM.
  • Lançamento do II Concurso Nacional de Software Educacional.

    Lançamento do II Concurso Nacional de Software Educacional. após um período de total ausência de financiamento, foram transferidos recursos para as entidades gestoras dos centros-piloto depois de um longo período de carência.
  • Realização da Jornada de Trabalho de Informática na Educação:

    Realização da Jornada de Trabalho de Informática na Educação:
    Subsídios para políticas, UFSC, Florianópolis/SC.
  • Realização do III Concurso Nacional de Software Educacional .

    Setembro/88 Realização do III Concurso Nacional de Software Educacional . Organização dos Estados Americanos - OEA, através de seu Departamento de Assuntos Educativos, reconhecendo o esforço brasileiro nesta área, convidou o Ministério da Educação a apresentar um projeto de cooperação multinacional envolvendo outros países latino-americanos. Iniciava-se, então, naquela época, a primeira cooperação técnica internacional com o México, financiada pela OEA, para avaliação do projeto de informática
  • Realização do II Curso de Especialização em Informática naEducação - FORMAR II

    Realização do II Curso de Especialização em Informática na
    Educação - FORMAR II
  • Realização da Jornada de Trabalho Luso Latino-Americana de Informática na Educação, promovida pela OEA e INEP/MEC, PUC/Petrópolis/RJ.

    Realização da Jornada de Trabalho Luso Latino-Americana de Informática na Educação, promovida pela OEA e INEP/MEC, PUC/Petrópolis/RJ.
    Uma das primeiras ações de cooperação internacional proposta pelo Brasil foi a realização de uma Jornada de Trabalho Luso Latino-Americana de Informática na Educação, realizada em Petrópolis, em maio de 1989, para identificação de possíveis áreas de interesse comum relacionadas à pesquisa e formação de recursos humanos, capazes de subsidiar um
    Revista Brasileira
  • Instituição do Programa Nacional de Informática Educativa PRONINFE na Secretaria-Geral do MEC.

    Instituição do Programa Nacional de Informática Educativa PRONINFE na Secretaria-Geral do MEC.
  • Aprovação do Regimento Interno do PRONINFE.

    Aprovação do Regimento Interno do PRONINFE.
  • Restruturação ministerial e transferência do PRONINFE para aSENETE/MEC.

    Restruturação ministerial e transferência do PRONINFE para a
    SENETE/MEC.
  • Aprovação do Plano Trienal de Ação Integrada

    Aprovação do Plano Trienal de Ação Integrada - 1990/1993.
  • Integração de Metas e objetivos do PRONINFE/MEC no PLANIN/MCT.

    Integração de Metas e objetivos do PRONINFE/MEC no PLANIN/MCT.
  • Criação de rubrica específica para ações de informática educativa noorçamento da União.

    Criação de rubrica específica para ações de informática educativa no orçamento da União.
  • Modelo do Brasil (1997)

    A introdução do computador busca provocar mudanças
    pedagógicas profundas;
    Transformar a educação centrada na transmissão de informações para uma educação onde o aprendiz realiza atividades de aprendizagem;
    Descentralização política: Modelo fruto de discussões
    entre a comunidade acadêmica e o governo;
    Políticas implantadas são baseadas em pesquisas e experiências concretas usando a escola pública;
    Proposta de mudança pedagógica;
  • Governo Federal cria condições para a disseminação da Informática na Educação,

    Governo Federal cria condições para a disseminação da Informática na Educação,
  • Lançamento do Programa Nacional de Informática na EducaçãoPROINFO.

    Lançamento do Programa Nacional de Informática na Educação
    PROINFO.
  • Aula de informatica na educação aos alunos do cuso de computação