História da Educação de Surdos

Timeline created by vitoriacecilialimacordeiro
In History
  • 1560

    Ponce de Leon: Primeiro professor de surdos.

    Ponce de Leon: Primeiro professor de surdos.
    O espanhol Pedro Ponce de Leon, foi um monge beneditino que recebeu créditos como o primeiro professor para surdos.
  • L'epée: o pai da educação pública para surdo.

    L'epée: o pai da educação pública para surdo.
    O clérigo francês utilizou seu patrimônio para integrar à sociedade pessoas com deficiência auditiva. Ele é reconhecido como “benfeitor da humanidade” pela Assembleia Nacional francesa.
  • Fundação da primeira escola de surdos.

    Fundação da primeira escola de surdos.
  • Samuel Heinicke: iniciou as bases da filosofia oralista.

    Samuel Heinicke: iniciou as bases da filosofia oralista.
    Professor alemão que começou a desenvolver o trabalho de oralização da pessoa com surdez
  • American School For The Deaf

    American School For The Deaf
    Gallaudet funda a primeira escola para surdos dos Estados unidos, a American School for the Deaf.
  • Fundação do INES

    Fundação do INES
    INES (Instituto Nacional de Educação de Surdo) em 1857, no Rio de Janeiro , que foi a primeira escola para surdos do Brasil.
  • Criação da Universidade de Gallaudet

    Criação da Universidade de Gallaudet
    Primeira universidade de surdo do mundo.
  • Congresso de Milão

    Congresso de Milão
    O Congresso de Milão foi uma conferência internacional de educadores de surdos.
  • Instituto Santa Terezinha

    Instituto Santa Terezinha
    O Instituto Santa Teresinha fundado em abril de 1929, na cidade de Campinas, Estado de São Paulo, pelas Irmãs da Congregação de Nossa Senhora do Calvário.
  • Primeiras Pesquisas Linguísticas

    Primeiras Pesquisas Linguísticas
    Primeiras pesquisas linguísticas sobre a língua de sinais.
    William Stokoe é colocado como responsável por uma grande revolução nas pesquisas linguísticas.
  • Lei Nº 10.098

    Lei Nº 10.098
    Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, e dá outras providências.
  • Lei 10.436

    Lei 10.436
    Nessa parte da Lei nº 10.436 – Lei de Libras é trazida uma questão de suma importância para as pessoas que apresentam surdez. Trata-se do atendimento quanto aos serviços de saúde, que devem ser oferecidos de forma adequada às necessidades típicas de alguém que é surdo.
  • Decreto 5.626

    Decreto 5.626
    As instituições federais de ensino devem garantir, obrigatoriamente, às pessoas surdas acesso à comunicação, à informação e à educação nos processos seletivos, nas atividades e nos conteúdos curriculares desenvolvidos em todos os níveis, etapas e modalidades de educação, desde a educação infantil até à superior.
  • Surgiu o Dia Nacional do Surdo.

    Surgiu o Dia Nacional do Surdo.
    Instituído o Dia Nacional do Surdo, comemorado em 26 de Setembro, considerado o mês dos surdos;
  • Lei 13.319

    Lei 13.319
    Segundo a Lei 13.319/2010, que regulamenta a profissão de Tradutor e Intérprete da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS.
  • Lei 13.146

    Lei 13.146
    Entrou em vigor a Lei Brasileira de Inclusão (LBI), também chamada de Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/2015), que afirmou a autonomia e a capacidade desses cidadãos para exercerem atos da vida civil em condições de igualdade com as demais pessoas.