Acropole

Da Antiguidade Clássica à Idade Média

  • Period: 3000 BCE to 1100 BCE

    Civilização Minóica

    Cultura da Idade do Bronze, nascida na ilha de Creta, toma o seu nome do nome do lendário rei Minos.
    A cultura minóica irá influenciar de forma decisiva a cultura grega clássica durante o chamado período palaciano.
    https://smarthistory.org/intro-minoan-art/
  • 1950 BCE

    Invasão dos Jónios

    Invasão dos Jónios
    Os Jônios formavam um povo indo-europeu que se estabeleceu na Ática e no Peloponeso, foi a primeira das quatro etnias na Hélade que seriam responsáveis pela formação do povo grego.
    https://www.infoescola.com/civilizacoes-antigas/jonios/
  • Period: 1600 BCE to 1100 BCE

    Civilização Micénica

    Esta civilização desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento da civilização grega clássica. A cidade de Micenas está indissoluvelmente ligada às epopeias de Homero, a Ilíada e a Odisseia, cuja influência na cultura europeia perdura há 3 milénios.
    O sistema palaciano, a arquitetura monumental, os artefactos impressionantes e os primeiros testemunhos da língua grega ( Linear B), são elementos únicos da cultura micénica.
    https://whc.unesco.org/en/list/941/
  • Period: 1580 BCE to 1200 BCE

    Invasão dos Aqueus e Eólios

    É a mais antiga família étnica na formação do povo grego. Nos seus poemas Homero refere-se aos Aqueus como um termo de carácter étnico-geográfico, designativo dos gregos que tinham participado no cerco de Troia, sob o comando de Agamémnon.
    Os Aqueus chegaram à Grécia no segundo milénio. Eram um povo guerreiro, que dominava não só o fabrico do cobre mas também o seu manejamento. Supõe-se que seriam originários do Norte da Europa.
    https://www.infopedia.pt/$aqueus
  • Period: 1200 BCE to 1100 BCE

    Invasão dos Dórios

    A origem dos Dórios ainda é algo incerto, as teorias que tentam explicar o fato ainda não chegaram a uma conclusão definitiva. Alguns pesquisadores acreditam, baseando-se em ideias difundidas na Antiguidade, que os Dórios eram originários de regiões montanhosas localizadas ao norte e a nordeste da Grécia, além de Macedônia e do Épiro.
    https://www.infoescola.com/civilizacoes-antigas/dorios/
  • Period: 900 BCE to 750 BCE

    Invenção do alfabeto grego

    O alfabeto grego é o conjunto de 24 letras (na atualidade) utilizado na escrita da língua grega. Acredita-se que tal sistema foi instituído por volta de 750 a.C. encontrando-se em uso contínuo durante os últimos 2.750 anos.
    Sua importância é ainda hoje imensa (...) foi difundida entre as mais diversas regiões, como Índia, Egito, Cáucaso, tendo ainda servido de base para a composição de outros alfabetos.
    https://www.infoescola.com/comunicacao/alfabeto-grego/
  • Period: 900 BCE to 725 BCE

    Cerâmica geométrica na Grécia

    Primeira fase da cerâmica grega - Período Geométrico
  • 800 BCE

    Ilíada e Odisseia de Homero - Poemas Homéricos

    Ilíada e Odisseia de Homero - Poemas Homéricos
    A Ilíada” e a “Odisseia”, atribuídas a Homero (século VIII a. C.), são as duas obras maiores da cultura greco-latina, marcando decisivamente as tradições mediterrânicas, a ponto de, segundo a lenda, Lisboa ter sido fundada por Ulisses. “A Ilíada” tem origem na tradição oral da época micênica cantada pelos aedos. Tais versos foram compilados numa versão escrita no século VI a. C. em Atenas.
    https://www.cnc.pt/a-iliada-e-odisseia-de-homero/
  • 776 BCE

    Primeiros Jogos Olímpicos

    Primeiros Jogos Olímpicos
    Segundo a mitologia Grega, os Jogos Olímpicos surgiram na Grécia Antiga aproximadamente no ano de 2500 a.C., em homenagem a Zeus. Mas os primeiros registros encontrados sobre os jogos são de 776 a.C., onde atletas de diferentes cidades-estados da Grécia deixavam seus conflitos de lado, para a participarem das disputas.
    https://www.infoescola.com/esportes/jogos-olimpicos-olimpiadas/
  • 753 BCE

    Fundação lendária de Roma

    Fundação lendária de Roma
    Reza a lenda que a cidade de Roma foi fundada em 753 a.C. por Rómulo.
  • Period: 750 BCE to 700 BCE

    Aparecimento das póleis e difusão do alfabeto. Inicio da colonização grega no Ocidente.

    A pólis grega ou cidade-Estado é um dos elementos fundamentais da civilização grega, resultante da conjugação de um conjunto variado de fatores. Ela nasceu de fatores de ordem geográfica, de uma instabilidade gerada depois da invasão dórica, e da falta de um poder centralizado defensor dos indivíduos, que os levou a unirem-se em pequenos territórios.
    https://www.infopedia.pt/$polis-da-grecia-antiga
  • Period: 700 BCE to 500 BCE

    Período Arcaico

    Predomínio dos Gregos na Ásia Menor.
    Prosperidade económica e política: Ática, Peloponeso e Jónia
  • Period: 700 BCE to 550 BCE

    Roma, cidade etrusca

    Os Etruscos são governados por tiranos ou aristocratas, e atingem o seu apogeu no século VI a.C. Estendem a sua influência pelo Lácio, pela Campânia e pela planície do Pó. Roma esteve sob influência etrusca.Segundo a tradição, Roma foi governada por 7 reis etruscos até 509 a.C., altura em que a aristocracia romana expulsou o monarca e instituiu uma República.
  • Period: 600 BCE to 476

    ANTIGUIDADE CLÁSSICA

    Época da História da Europa que compreende as civilizações clássicas: Grécia e Roma
  • 594 BCE

    Atenas - Reformas políticas e sociais de Sólon

    Atenas - Reformas políticas e sociais de Sólon
    Sólon, que terá vivido entre 638 e 558 a. C., foi um dos mais importantes políticosd atenienses. Na sua juventude tornou-se conhecido como autor de poemas épicos e, depois, de cantos patrióticos e didácticos — daí a sua inclusão entre os Sete Sábios. Notabilizou-se pelas reformas constitucionais que lançaram os alicerces da democracia ateniense e prepararam o caminho para o seu posterior desenvolvimento. http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo/hfe/protagoras2/links/solon.htm
  • 565 BCE

    Criação das Grandes Panateneias em Atenas

    Criação das Grandes Panateneias em Atenas
    Festas que se celebravam em Atenas em honra de Atena, padroeira da cidade. "panateneias", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/panateneias [consultado em 14-01-2021].
  • Period: 564 BCE to 510 BCE

    Tirania de Písistrato

    Písistrato governou Atenas como tirano, mas o seu governo contribuiu para a prosperidade económica da cidade.
  • 545 BCE

    Os Persas dominam algumas cidades -estado na Jónia

    Os Persas dominam algumas cidades -estado na Jónia
    Guerras Médicas, Guerras Greco-Persas: conflitos bélicos entre os antigos gregos e o Império Aquemênida durante o século V a.C., de 499 até 449 a.C.. A colisão entre o mundo político fragmentado dos gregos (aqueus, jônios, dórios e eólios) e o enorme império dos persas começara pela disputa sobre a Jônia na Ásia Menor, quando as colônias gregas da região, especialmente Mileto, tentaram livrar-se do domínio persa. https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerras_M%C3%A9dicas
  • 509 BCE

    Expulsão dos reis etruscos de Roma/ Inicio da República

    Expulsão dos reis etruscos de Roma/ Inicio da República
    Os Romanos expulsam a monarquia etrusca dos Tarquínios. Início da República romana.
  • Period: 509 BCE to 27 BCE

    República Romana

    A República Romana foi fundada em 509 a. C. A monarquia que prevalecia em Roma teria sido derrotada pelo rei etrusco Porsena, que foi contudo obrigado a retirar-se. Os Romanos escolheram então dois cônsules, a serem eleitos anualmente, generais capazes de chefiar o exército em caso de emergência.
    https://www.infopedia.pt/$roma-antiga
  • 508 BCE

    Reformas de Clístenes

    Reformas de Clístenes
    Clístenes elimina o Estado aristocrático e religioso, acabando com os privilégios trazidos pelo nascimento, ao decidir que todos os cidadãos usem o nome do demo em vez do nome do pai. Clístenes instituiu 30 divisões territoriais, os demos , para integrar os cidadãos. A partir de um conjunto que inclui um demo da cidade, um do interior e outro da costa, forma-se uma tribo, num total de 10 tribos.
  • Period: 500 BCE to 323 BCE

    Época Clássica

  • Period: 499 BCE to 449 BCE

    As Guerras Persas

    Guerras Médicas ou Guerras Medas são designações dadas aos conflitos bélicos entre os antigos gregos e o Império Aquemênida durante o século V a.C., de 499 até 449 a.C.. A colisão entre o mundo político fragmentado dos gregos (aqueus, jônios, dórios e eólios) e o enorme império dos persas começara pela disputa sobre a Jônia na Ásia Menor, quando as colônias gregas da região, especialmente Mileto, tentaram livrar-se do domínio persa.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerras_M%C3%A9dicas
  • 490 BCE

    Batalha de Maratona

    Batalha de Maratona
    Em 490 a.C., uma segunda força foi enviada para a Grécia, desta vez pelo interior do Mar Egeu. Essa expedição agrilhoou as Cíclades e arrasou Erétria. Contudo, a caminho para atacar Atenas, as tropas persas, de mais de vinte mil homens ( como alguns autores falam em 50 mil, outros em 250 mil ), foram decisivamente rechaçadas por cerca de dez mil gregos chefiados pelo ateniense Milcíades, na Batalha de Maratona.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Guerras_M%C3%A9dicas
  • 480 BCE

    Batalha de Salamina

    Batalha de Salamina
    Alguns anos depois da Primeira Guerra Médica, os persas, comandados pelo rei Xerxes, entraram em Atenas e destruíram importantes monumentos da Acrópole. Era o início da Segunda Guerra Médica. O sucesso das investidas dos persas deixou toda a Grécia central aos pés de Xerxes. A frota grega foi forçada a abandonar Atenas e buscar refúgio em Salamina.
    https://www.infoescola.com/historia/batalha-de-salamina/
  • 478 BCE

    Fundação da Liga de Delos

    Fundação da Liga de Delos
    A Confederação ou Liga de Delos foi uma organização militar formada por Atenas que visava proteger as cidades gregas das tropas do Império Persa, combatendo a presença deles no Mediterrâneo.
    Em 450 a.C. o tesouro da Liga foi transferido de Delos para Atenas que investiu na sua infraestrutura e aumentou consideravelmente o seu poder.
    https://www.infoescola.com/historia/liga-de-delos/
  • Period: 470 BCE to 430 BCE

    Myron - Vida do escultor grego

    Foi um escultor grego, nascido em Elêutras Foi o mais velho dos três grandes escultores do século de Péricles: Míron, Fídias e Policleto.
  • Period: 460 BCE to 420 BCE

    Policleto - Vida do escultor grego

    Escultor grego nascido em Argos que desenvolveu um trabalho só comparável em importância à de seu contemporâneo Fídias. Esculpiu principalmente figuras de jovens atletas em bronze, das quais nenhuma chegou à actualidade. As suas obras-primas são o Doríforo e o Diadúmeno, de que se conhecem réplicas romanas em mármore.
  • 458 BCE

    Atenas - construção das Grandes Muralhas

    As Grandes Muralhas garantem a Atenas o acesso ao porto do Pireu.
  • 454 BCE

    Transferência do tesouro da Liga de Delos

    Péricles transfere para Atenas o tesouro da Liga de Delos
  • 451 BCE

    Lei de Péricles sobre a cidadania

    Péricles institui a mistoforia - subsídio para os cidadãos mais pobres.
    Limita o acesso à cidadania, impondo o critério de o cidadão ser filho de pai e mãe atenienses.
  • Period: 443 BCE to 429 BCE

    "O Século de Péricles"

    O assassinato de Efialtes, em 461 a.C., abriu caminho para a consolidação da autoridade Péricles.[δ] Sem ter grande oposição após a expulsão de Címon, o inquestionável líder do partido democrático se tornou o inquestionável soberano de Atenas. Péricles permaneceu no poder quase que ininterruptamente até a sua morte, em 429 a.C.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A9ricles#Carreira_pol%C3%ADtica_(at%C3%A9_431_a.C.)
  • 431 BCE

    Guerra do Peloponeso

    Segunda guerra entre Atenas e Esparta.
  • Period: 431 BCE to 404 BCE

    Guerras do Peloponeso

    Guerras entre Atenas e Esparta
  • 429 BCE

    Morte de Péricles

  • Period: 428 BCE to 347 BCE

    Vida do filósofo ateniense, Platão

    Platão foi um filósofo grego da antiguidade, considerado um dos principais pensadores da história da filosofia. Era discípulo do filósofo Sócrates.
    Foi o fundador de uma escola destinada à investigação filosófica que recebeu o nome de “Academia”, pela razão de se reunirem mestres e discípulos nos jardins de um rico cidadão chamado Academus. Foi a primeira escola do Ocidente.
  • 404 BCE

    Queda de Atenas

  • 396 BCE

    Conquista da Península Itálica

    Conquista da Península Itálica
    Os Romanos conquistam toda a Península Itálica
  • Period: 384 BCE to 322 BCE

    Vida do filósofo grego, Aristóteles

    Aristóteles nasceu em Estagira, na Macedônia, uma colônia grega.
    Com 17 anos, Aristóteles partiu para Atenas e foi estudar na "Academia” de Platão. Com sua prodigiosa inteligência, logo se tornou o discípulo predileto do mestre.
    Funda em Atenas, em 335 a.C., a sua própria escola, chamando-a de “Liceu”, e que foi instalada no ginásio do templo dedicado ao deus Apolo.
    Aristóteles foi o pai da Lógica, o fundador da Biologia, o organizador da Psicologia; o mestre da Moral e da Retórica.
  • Period: 336 BCE to 323 BCE

    Alexandre o Grande, rei da Macedónia

    Nascido na Macedónia, Alexandre o Grande forma um império que se estendia do mar Adriático ao Indo.
    A civilização helenística desenvolve-se fora das fronteiras gregas, entre 323 a. C., data da morte de Alexandre, o Grande, e o ano de 30 a. C., altura em que Roma conquista o Egito ptolomaico. Depois do desaparecimento de Alexandre, a transmissão da cultura grega continuou de forma significativa nos grandes centros urbanísticos, embora com evidentes influências orientalizantes.
  • Period: 264 BCE to 146 BCE

    Guerras Púnicas

    Chamam-se púnicas às três guerras entre Roma e Cartago que tiveram lugar entre 264 e 146 a. C., devido ao facto de os habitantes desta cidade do Norte de África (perto da atual Tunes) serem descendentes dos Fenícios, cujo nome latino era punicus, do grego phoenices.
    Esta série de três guerras marcou o início do imperialismo de Roma, consolidado no fim das mesmas com a posse da Sicília e da Sardenha, bem como do Levante ibérico.
    https://www.infopedia.pt/$guerras-punicas
  • Period: 218 BCE to 206 BCE

    Campanha romana da Hispânia

    No contexto da segunda guerra púnica, as legiões romanas iniciam a conquista e ocupação da Península Ibérica.
  • Period: 218 BCE to 19 BCE

    Conquista da Península Ibérica

    No contexto das Guerras Púnicas, a Península Ibérica é conquistada por Roma.
  • 148 BCE

    Conquista da Macedónia

    Conquista da Macedónia
    Conquista deste território da Península Balcânica pelos Romanos
  • Period: 147 BCE to 137 BCE

    Guerra lusitana, dirigida por Viriato.

    Viriato inicia um conjunto de campanhas militares para se opor ao domínio romano.
  • 133 BCE

    Conquista da Ásia Menor

    Conquista da Ásia Menor
    Roma ocupa a Ásia Menor
  • Period: 133 BCE to 27 BCE

    Guerras civis em Roma

  • 86 BCE

    Conquista de Atenas pelos Romanos

    Conquista de Atenas pelos Romanos
  • 31 BCE

    Batalha de Actium

    Batalha de Actium
    Batalha naval ocorrida a 2 de setembro de 31 a. C., na antiga Grécia, perto do promontório de Áccio - consagrado a Apolo -, à entrada do Golfo de Arta.Também conhecida como batalha de Áccio, opôs Marco António a Octávio, o futuro imperador romano Augusto, e foi favorável a este último.
  • 30 BCE

    Anexação do Egipto

    Anexação do Egipto
  • 27 BCE

    Divisão das províncias entre Augusto e o Senado

  • Period: 27 BCE to 14

    Otávio César Augusto - Imperador

    Primeiro imperador de Roma - Dinastia dos Julio-Claudianos
  • AD 1

    Nascimento de Jesus de Nazaré

    Nascimento de Jesus de Nazaré
    Data convencionada do nascimento de Jesus. Fundador de uma nova religião, Jesus pregou a Boa Nova, isto é, a igualdade entre os homens e a promessa da vida eterna.
  • Period: 14 to 37

    Tibério - Imperador

  • 33

    Crucificação de Jesus

    Crucificação de Jesus
    Após a morte de Jesus, os seus discípulos iniciam a divulgação da sua mensagem, viajando para várias regiões do Império Romano.
    A sua recusa em prestar culto ao Imperador, valeu-lhes a perseguição das autoridades romanas.
  • Period: 37 to 41

    Calígula - Imperador

  • Period: 45 to 65

    Viagens de S.Paulo

    S.Paulo viaja por todas as províncias do Império Romano numa missão de evangelização dos gentios (não Judeus)
  • Period: 54 to 68

    Nero - Imperador

  • 65

    Incêndio de Roma

    Incêndio de Roma
    Os cristãos são perseguidos pelo imperador Nero que os responsabiliza pelo incêndio da cidade de Roma.
  • 65

    Primeiras perseguições aos cristãos

    Primeiras perseguições aos cristãos
    Inicio das perseguições aos cristãos pelo Imperador Nero
  • Period: 68 to 79

    Vespasiano - Imperador

  • Period: 98 to 117

    Trajano - Imperador

  • 112

    Ilegalização do Cristianismo

    Ilegalização do Cristianismo
    O Imperador Trajano ilegaliza o Cristianismo.
  • Period: 117 to 138

    Adriano - Imperador

  • Period: 122 to 126

    Construção da muralha de Adriano na Bretanha

  • 245

    Catacumbas

    Catacumbas
    As perseguições obrigam os cristãos a praticarem o seu culto na clandestinidade, refugiando-se em catacumbas (galerias subterrâneas). Aqui eram também sepultados.
  • 253

    Invasões da Gália

    Invasões da Gália
    Os Francos invadem a Gália.
  • Period: 256 to 269

    Vagas de Invasões no Império Romano

    Os Godos avançam na zona do Danúbio e os Francos na zona do Reno, invadindo a Gália.
    No Oriente, o Império Persa constituem-se como uma ameaça a Roma.
    Diocleciano reorganiza o exército com unidades fixas nas fronteiras e reservas móveis na retaguarda.
    Assim, os Persas, os Godos e os Francos são derrotados, o que assegura ao Império 50 anos de paz.
  • 275

    Invasão da Gália pelos Francos e pelos Alamanos

    Invasão da Gália pelos Francos e pelos Alamanos
  • Period: 284 to 305

    Governo do Imperador Diocleciano

    Para resolver os problemas militares causados pelos Germanos e pelos Persas, Diocleciano cria a Tetrarquia: o sistema governativo designado por tetrarquia tinha como principal objetivo a manutenção de um poder imperial forte na altura em que o Império romano se vira dividido em duas partes - Ocidente e Oriente. Os poderes eram repartidos entre dois Augustos e dois Césares , destinados a sucederem-lhes. Cada tetrarca tinha uma cidade como capital e governava uma zona geográfica.
  • 304

    Édito de perseguição contra os cristãos

    Édito de perseguição contra os cristãos
    O imperador Diocleciano tomou a primeira medida do que viria a ser a fase derradeira, e mais severa, perseguição aos cristãos no Império Romano: ordenou a destruição da igreja de Nicomédia (Turquia), dos objetos de culto, das escrituras cristãs e o confisco dos bens.
    Emitiu também um édito que ordenava a proibição do culto cristão e a destruição de todas as igrejas, objetos e documentos usados nas cerimónias cristãs.
    https://ensina.rtp.pt/artigo/a-perseguicao-romana-aos-cristaos/
  • Period: 306 to 337

    Governo imperial de Constantino

    Constantino I, também conhecido como Constantino Magno ou Constantino, o Grande (em latim: Flavius Valerius Constantinus; Naísso, 272 — 22 de maio de 337), foi um imperador romano, proclamado Augusto pelas suas tropas em 25 de julho de 306,que governou uma porção crescente do Império Romano até a sua morte.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Constantino
  • 313

    Édito de Milão

    Édito de Milão
    O Édito de Milão, promulgado a 13 de junho de 313 pelo imperador Constantino (306-337), assegurou a tolerância e liberdade de culto para com os cristãos, alargada a todo o território do Império Romano. Após um período de grande intolerância e de perseguições oficiais aos cristãos, a medida tomada por Constantino teve enormes consequências na História do Ocidente, marcando o início da aproximação e identificação do Império com o cristianismo.
    https://www.infopedia.pt/$edito-de-milao
  • 325

    Concílio de Niceia

    Concílio de Niceia
    Convocado pelo imperador Constantino, o concílio de Niceia foi a primeira reunião dos bispos cristãos e foi organizado segundo os moldes do Senado Romano, tendo sido presidido pelo imperador.
    O concílio foi a 1ª tentativa para alcançar um consenso na Igreja sobre matérias de fé: a divindade de Jesus; a sua relação com Deus-Pai, a fixação da data da Páscoa, o credo e a promulgação da lei canónica.
  • 330

    Fundação de Bizâncio

    Fundação de Bizâncio
    O imperador Constantino funda Bizâncio, a Nova Roma, construída no território da antiga colónia grega de Byzantion (séc. VII a.C.).
    Constantinopla foi, durante um milénio, a capital do Império Bizantino e um dos centros económicos, espirituais e culturais da humanidade.
  • 337

    Baptismo e morte de Constantino

    Baptismo e morte de Constantino
    Constantino acabou, por entrar na História como primeiro imperador romano a professar o cristianismo, após a sua vitória na Batalha da Ponte Mílvia, em 312, que mais tarde atribuiu ao Deus cristão. Segundo a tradição, na noite anterior à batalha sonhou com uma cruz.
    De manhã, antes da batalha, mandou que pintassem uma cruz nos escudos dos soldados e conseguiu uma vitória esmagadora sobre o inimigo.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Constantino
  • 380

    Proclamação do Cristianismo como religião oficial do Império

    Proclamação do Cristianismo como religião oficial do Império
    Proclamação do cristianismo como religião oficial do Estado, por Teodósio, em 380 - Édito de Tessalónica.
    Dois anos antes em 311, já Galério havia reconhecido oficialmente o cristianismo no Oriente.
    Édito de Milão in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-03-18 22:22:00]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/$edito-de-milao
  • 391

    Proibição dos cultos pagãos

    Proibição dos cultos pagãos
    O imperador Teodósio I proíbe os cultos pagãos no território do Império Romano.
  • 391

    Édito de Constantinopla

    Édito de Constantinopla
    O politeísmo e o paganismo são considerados ilegais
  • 395

    Fim da unidade do Império Romano.

    Fim da unidade do Império Romano.
    Em 392, Teodósio reuniu as porções oriental e ocidental do império, sendo o último imperador a governar todo o mundo romano. Após a sua morte, as duas partes do Império Romano cindiram-se, definitivamente, em Império Romano do Oriente e Império Romano do Ocidente. Os dois filhos do imperador recebem as duas partes do Império. Honório ( Império Romano do Ocidente); Arcádio ( Império Romano do Oriente).
  • 400

    Conversão da Irlanda

    Conversão da Irlanda
    S. Patrício converte os irlandeses ao Cristianismo.
  • 402

    Invasão visigoda da Itália

    Invasão visigoda da Itália
    Os visigodos invadem a Itália.
  • 404

    Ravena torna-se capital do Ocidente

    Ravena torna-se capital do Ocidente
    O imperador Honório muda a capital do Império para Ravena, cidade do norte de Itália impossível de cercar por estar rodeada por pântanos.
  • 405

    Invasão saxónica das Ilhas Britânicas

    Invasão saxónica das Ilhas Britânicas
    Os Anglo-Saxões invadem a província romana da Bretanha ( Britânia)
  • 410

    Saque de Roma

    Saque de Roma
    Os Visigodos de Alarico ocupam e saqueiam Roma
  • Period: 415 to 418

    Invasão da Hispânia pelos Visigodos

  • 450

    Mausoléu de Gala Placídia

    Mausoléu de Gala Placídia
    Construído em meados do século V como o término do nártex da igreja de Santa Croce , o mausoléu deveria abrigar os restos mortais de Galla Placidia; filha de Teodósio, o Grande, irmã de Honório e mãe do muito jovem Valentiano III, ela governava no lugar de seu filho, a quem foi confiado o governo do Império Romano Ocidental. Na realidade, Galla, que morreu em 450, foi sepultada não em Ravena, mas em Roma.
    https://www.ravennamosaici.it/mausoleo-di-galla-placidia/
  • 450

    Mausoléu de Gala Placídia

    Mausoléu de Gala Placídia
    Construção do mausoléu em Ravena.
  • Period: 451 to 453

    Invasão dos Hunos no Ocidente

    Os Hunos avançam em direção ao Império Romano do Ocidente, conquistando o Império dos Ostrogodos.
    Este acontecimento desencadeia as quatro vagas de invasões bárbaras sobre o Império Romano.
  • 455

    Saque de Roma por Génserico

    Saque  de Roma por Génserico
    Em 455, o rei vândalo Genserico navegou com sua poderosa frota da sua capital em Cartago, até ao Tibre e finalmente saqueou Roma. Com a chegada dos vândalos, de acordo com Próspero, o Papa Leão I implorou a Genserico para não destruir a antiga cidade ou assassinar seus habitantes. Genserico concordou e as portas de Roma então abertas para ele e seus homens.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Saque_de_Roma_(455)
  • 476

    Queda de Roma

    Queda de Roma
    Odoacro, rei dos hérulos, depõe o imperador Rómulo Augústulo e envia as insígnias imperiais ao imperador do Oriente.
    Termina o Império Romano do Ocidente.
  • Period: 476 to 1453

    IDADE MÉDIA

    Época da História da Europa que se inicia com a queda de Roma e que tem o seu fim no século XV. Compreende a formação da Europa cristã e o feudalismo, bem como a criação dos vários reinos europeus.
  • Period: 476 to 561

    Formação dos reinos bárbaros

    À queda do Império Romano do Ocidente sucede a criação de uma série de reinos bárbaros que teoricamente eram Estados Federados do Império Romano do Oriente; destes reinos, só um sobreviveu: o dos Francos.
  • Period: 480 to 547

    Vida de S.Bento de Núrsia

    Fundou uma comunidade de monges distribuída por doze pequenos mosteiros, em cada um dos quais havia um monge superior e doze monges, mantendo-se o santo abade de todos eles. Em 529, transferiu-se com os seus monges para o Monte Cassino, onde escreveu a sua famosa Regra e atraiu muitos discípulos e simples fiéis até à data da sua morte. Monte Cassino foi fundado no lugar de um antigo templo pagão dedicado a Apolo.
    https://www.infopedia.pt/$sao-bento-de-nursia
  • Period: 523 to 547

    Construção de S.Vital de Ravena

    Construção da basílica de S.Vital, em Ravena.
  • Period: 527 to 565

    Justiniano, Imperador do Oriente em Constantinopla

    Os 38 anos do reinado de Justiniano caracterizam-se por uma intensa atividade bélica instrumental para o projeto de restauração do Império Romano com a reconquista dos territórios ocidentais. Datam do seu reinado, além de disposições contra os últimos focos do paganismo - com o encerramento da escola filosófica de Atenas - e do templo de ìsis em Filas ( Egipto), uma intensa fase de edificação urbana.
  • 529

    Justiniano manda fechar a Escola de Atenas

    Justiniano manda fechar a Escola de Atenas
    Justiniano decreta o fim da filosofia pagã ao mandar fechar a Escola de Atenas.
  • Period: 529 to 534

    Redação do Codex ( Império Bizantino)

    Redigido durante o reinado de Justiniano, este documento foi um elo fundamental na cadeia de transmissão do direito romano à modernidade.
  • 596

    Conversão dos Anglo-Saxões

    Augusto converte os anglo-saxões ao Cristianismo
  • 610

    Pregação de Maomé

    Pregação de Maomé
    O profeta do Islão é Maomé, que, persuadido de ter sido incumbido por Deus (Alá), através do anjo Gabriel, da missão de converter os seus concidadãos politeístas à "verdadeira fé", se empenha inteiramente num apostolado difícil e cheio de riscos, mas que finalmente sairá vencedor. Os riscos provém da subversão social que o Islão implica. O Quran (Alcorão) - a Recitação - diretamente atribuído a Deus - reclama um absoluto monoteísmo e o nascimento de uma nova comunidade de crentes.
  • 622

    Hégira de Maomé - inicio da cronologia muçulmana

    Hégira de Maomé - inicio da cronologia muçulmana
    Maomé muda-se em segredo, com os seus acólitos, para o oásis de Yathrib, depois de selar acordo com os respetivos habitantes. Deste modo efetua uma "emigração" (hégira) que implica a rutura dos laços de solidariedade tribal e a perda dos direitos à incolumidade.
    Nesta pequena cidade - a que os muçulmanos chamarão - MEDINA (cidade do Profeta)-, os seguidores de Maomé aumentam consideravelmente no decurso dos anos por efeito da conversão dos árabes locais.
  • 711

    Invasão árabe da Península Ibérica

    Invasão árabe da Península Ibérica
    Os árabes entram na Península Ibérica pelo Estreito de Gibraltar, pondo fim ao reino dos Visigodos.
  • Period: 771 to 804

    Reinado de Carlos Magno

    O reino de Carlos Magno estende-se praticamente a toda a Europa centro-ocidental. Dedica-se a uma intensa atividade legislativa através das capitulares, que corrigem, integram ou substituem a legislação vigente. A organização do Império é completada pela presença de uma corte itinerante em que os elementos mais prestigiados são o arquicapelão, o chanceler e os condes palatinos.
  • 793

    Pilhagem do mosteiro de Lindisfarne ( Inglaterra)

    Pilhagem do mosteiro de Lindisfarne ( Inglaterra)
    Os vikings pilham o mosteiro de Lindisfarne; massacram os monges, matam o gado e levam a carne para bordo dos barcos; pilham os tesouros e incendeiam o edifício.
  • 798

    Construção de Aix-la-Chapelle

    Construção de Aix-la-Chapelle
    A Capela Palatina é construída em Axen entre 798-805.
  • 800

    Livro de Kells

    Livro de Kells
    Os monges irlandeses produzem o livro de Kells
    https://www.tcd.ie/library/manuscripts/book-of-kells.php
  • Dec 25, 800

    Coroação de Carlos Magno

    Coroação de Carlos Magno
    Carlos é coroado imperador na Igreja de S.Pedro; começa o Sacro Império Romano. O imperador ostenta o título de " patricius romanorum", herdado do pai e ligado a uma função especial de protetor da Igreja.
  • 820

    Fundação de Santiago de Compostela

    Fundação de Santiago de Compostela
    Na localidade de Compostela (Campus stellae), na Galiza, é descoberto entre 820 e 830, um cadáver que se supõe ser do apóstolo Tiago. O local torna-se imediatamente local de culto e peregrinação, primeiro das Astúrias e da Galiza, e depois de toda a Europa. Os bispos de Iria instalam-se em Santiago e assumem o domínio da região. Santiago é proclamado padroeiro dos cristãos ibéricos, e os devotos consideram-no participante ativo nos reencontros armados com os muçulmanos.
  • 834

    Construção da igreja de Santiago de Compostela

    Construção da igreja de Santiago de Compostela
    Afonso II ordena a construção de um templo e a partir de 893 os monges beneditinos fixam ali residência. O rei mandou construir uma pequena igreja sobre o cemitério (compositum) «supra corpus apostoli» ("por cima do corpo do apóstolo"), junto a um batistério e outra igreja dedicada ao Salvador.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Catedral_de_Santiago_de_Compostela#Descoberta_do_sepulcro
  • 834

    Ataque viking a Dorestad ( Holanda)

    Ataque viking a Dorestad ( Holanda)
  • 841

    Os vikings fundam a cidade de Dublin

    Os vikings fundam a cidade de Dublin
    Os noruegueses conquistam quase toda a Irlanda entre 830 e 840. https://www.dublinia.ie/
  • 850

    Os vikings instalam-se no norte da Gália

    Os vikings instalam-se no norte da Gália
    A região onde se instalam os dinamarqueses tomará o nome de Normandia.
  • 910

    Fundação da abadia de Cluny

    Fundação da abadia de Cluny
    É fundado na Borgonha o mosteiro de Cluny, por doação de Guilherme, duque de Aquitânia
  • 955

    Derrota dos magiares

    Derrota dos magiares
    O rei alemão Otão, o Grande, derrota os magiares na batalha de Augsburgo. Obrigados a fixar-se na planície húngara, serão progressivamente assimilados pelo mundo cristão.
  • 991

    Grande invasão dinamarquesa da Inglaterra.

    Grande invasão dinamarquesa da Inglaterra.
    Os vikings invadem a Inglaterra.
  • 997

    Almançor pilha Santiago de Compostela

    Almançor pilha Santiago de Compostela
    Nesse mês de Agosto de 997, Santiago está em chamas. Montado no seu cavalo, junto à tenda sumptuosa, o incendiário, Almançor, saboreia o espetáculo de longe. Os seus homens arrasaram até à última pedra a rica basílica onde, segundo a lenda, repousam os restos mortais de Tiago Maior.; só o túmulo do apóstolo é poupado, por ordem do vencedor. Há uma semana que Santiago está a arder.
    https://www.publico.pt/2000/07/30/jornal/almancor-o-estratega-da-guerra-santa-147027
  • 1078

    Jerusalém é conquistada pelos Turcos

    Jerusalém é conquistada pelos Turcos
  • 1096

    Primeira Cruzada

    Primeira Cruzada
    Em 1095, o Concílio de Clermont decreta a concessão de perdão de todos os pecados - indulgência plenária - a todos os que fossem ao Oriente defender os peregrinos, cujas viagens envolviam cada vez maiores riscos. Com uma receção entusiástica na Europa, aos gritos de "Deus o quer", as populações enchem-se de fervor e aderem àquela medida papal, nomeadamente a França.
    https://www.infopedia.pt/$as-cruzadas
  • 1147

    Segunda Cruzada ( 1147 -1149)

    Segunda Cruzada ( 1147 -1149)
    São Bernardo de Claraval exorta a uma nova cruzada. Na Páscoa de 1146, em Vezelay, são muitos os franceses que acorrem a escutar as palavras de Bernardo. Estas serão levadas à prática pelo imperador germânico Conrado III e por Luís VII da França, para além dos reis da Polónia e da Boémia. O imperador parte para Constantinopla, onde chega em setembro de 1147.
    https://www.infopedia.pt/$as-cruzadas