Arte

Historia da Arte

  • Jan 1, 1000

    Principais obras do periodo

    Principais obras do periodo
    Afrodite de Cnido, esculpida por Praxíteles;
    Afrodite de Cápua, de Lisipo, representando a sensualidade de uma deusa com os troncos despidos;
    Vitória de Samotrácia, marcou o século III a. C. Pela mobilidade, traduzida pelo vento, em suas vestes e com asas abertas, significando vitória.
  • Period: Jan 1, 1000 to Mar 3, 1000

    Arte Grega Pintura

    Naturalismo: representada pela idade, personalidade, emoções e sentimentos. Representação: a escultura traduzia a paz, a liberdade, o amor. Nu feminino: as figuras esculpidas de mulher, anteriormente eram sempre vestidas. rincípio de Policleto: opor membros tensos aos relaxados combinando-os com o tronco, garante movimento e sensualidade
  • Period: Jan 1, 1000 to Jan 2, 1000

    Arte e Pre- Historia

    Há milhares de anos os povos antigos já se manifestavam artisticamente. Embora ainda não conhecessem a escrita, eles eram capazes de produzir obras de arte. A arte rupestre é composta por representações gráficas (desenhos, símbolos, sinais) feitas em paredes de cavernas pelos homens da Pré-História.
  • Period: Jan 1, 1000 to Apr 3, 1000

    caracterisiticas da arquitetura grega

    O sentimento cidadão e democrático foi substituído pelo individualista;
    Casas com mais conforto e espaço, no século IV a.C.;
    O coro foi substituído pelo desempenho dos atores;
    Mudança na estrutura dos teatros: o palco sofreu uma remodulação, no século II a.C., os atores eram representados isolados e destacados, aproximando-se mais do público. Veio a se desenvolver mais tarde, com os romanos. Ex.: Teatro de Priene, no século II a. C.
  • Period: Feb 1, 1000 to Dec 1, 1000

    Arte Grega no Periodo classico

    A arte grega foi considerada livre, pois valorizava o homem, como sendo o ser mais importante do universo. A inteligência humana era superior à fé, encontrada na civilização egípcia. O dia a dia, a natureza e as manifestações dos gregos eram retratadas na arte. Eles procuravam o equilíbrio, o ritmo, a harmonia, pois estavam em busca da perfeição.
  • Period: Jan 1, 1001 to Dec 1, 1001

    Arte Grega a arquitetura

    A arquitetura grega tinha um único objetivo: proteger as estátuas dos deuses das ações do tempo. Em seus templos, uma das características era a simetria entre a frente e os fundos (pronau e opistódomo, respectivamente). E foi a partir deles que se iniciaram as colunas, cujo modelo era de origem dórica ou jônica. Ao longo da evolução da arquitetura, os elementos que compunham as colunas, junto com o entablamento poderiam variar, tanto é que foi criado um capitel coríntio.
  • Period: Jan 1, 1001 to Dec 1, 1001

    Arte Grega a escultura

    A arte grega é marcada pela sua escultura, no final do século VII a.C. No Período Arcaico, eles começaram a esculpir e a mostrar a influência que a escultura egípcia tinha sobre eles. Estátuas eram perfeitas. Inicialmente, o material era feito com mármore, cujo nome era Kouros, que significa homem jovem. O escultor fazia com que a estátua fosse um objeto belo e não somente a estátua de um homem. O escultor valorizava a simetria natural, assim como os egípcios e ele esculpia a figura de homens nu
  • Jan 1, 1100

    Destaques de imponencia e poder do farao

    Destaques de imponencia e poder do farao
    A pirâmide de Djoser, na região de Sacará, construída pelo arquiteto Imotep;
    Pirâmides do deserto de Gizé: Quéops, Quéfren e Miquerinos, sendo a maior a primeira.
    Esfinge do Egito Antigo: uma representação do faraó Quéfren, a mais conhecida.
  • Period: Jan 1, 1100 to Feb 1, 1100

    Arte Egipsia

    A arte egípcia por um lado, é marcada pela escrita avançada, e pela religião. Ela foi capaz de determinar o modo de vida, as relações sociais e hierarquias, direcionando todas as formas de representação artística daquele povo. Acreditavam na vida após a morte. Baseados nisso, vemos túmulos, estátuas e vasos que eram deixados com os mortos. Toda a arquitetura egípcia, como exemplo, as pirâmides, eram edificadas sob contruções mortuárias, as chamadas tumbas.
  • Period: Feb 1, 1100 to Mar 1, 1100

    Pintura egipsia

    A lei da frontalidade: era obrigatória e consistia na representação de pessoas com o tronco de frente, os pés, a cabeça e as pernas ficavam de perfil. Portanto, não era uma arte naturalista. Na escultura, apesar das convenções, as estátuas eram representadas de acordo com os traços particulares da pessoa, principalmente a posição que ocupava na sociedade, o seu trabalho e traços raciais.
  • Feb 2, 1100

    imperios egipsios

  • Period: Mar 1, 1100 to Apr 1, 1100

    Estatuas egipsias

    Depois, no Médio Império, o Egito apresentava suas esculturas e retratos com uma aparência ideal e não real, como, por exemplo, os reis. Já no Novo Império, o ápice do crescimento egípcio, é marcado pela reconstrução de templos inacabados. Um novo tipo de coluna, nos templos mais conservados, Carnac e Luxor em homenagem ao deus Amon, se destacavam, pois eram trabalhados com papiro e a flor de lótus.
    Um dos monumentos que se destacaram foi o Túmulo da rainha Hatshepsu
  • Jan 1, 1200

    Escultura Romana

  • Period: Jan 1, 1200 to Feb 1, 1200

    Arte Romana

    Uma das características da arquitetura veio da arte etrusca, por meio do uso do arco e da abóbada nas construções. Essas estruturas diminuiram a utilização das colunas gregas e aumentaram os espaços internos. O arco ampliou o vão entre uma coluna e outra e a tensão do centro do teto era concentrado de formas homogênea.
    No final do século I d.C., Roma havia superado as influências desenvolvendo criações próprias.
  • Period: Feb 1, 1200 to Mar 1, 1200

    Templos em Roma

    Os templos, tinham uma arquitetura diferente: no pórtico de entrada, havia uma escadaria, as laterais se diferenciavam da entrada e não tinham a mesma simetria. Utilizada pelos gregos, acrescentaram, então, os peristilos. Para fugir da inspiração grega, romanos criaram templos, valorizando os espaços interiores, como exemplo o Panteão, em Roma, construída durante o reinado do Imperador Adriano
  • Period: Mar 1, 1200 to Apr 1, 1200

    Teatro Romano

    Foram criados os anfiteatros, com o uso das abóbadas e arcos; o um espaço era amplo e suportava muitas pessoas. O público se encontrava no auditório, sendo possível construir os edifícios em qualquer lugar.
  • Period: Apr 1, 1200 to May 1, 1200

    Pintura Romana

    Os pintores romanos usaram, ao mesmo tempo que o realismo, a imaginação, dando origem à obras que ocupavam grandes espaços, enriquecendo mais a arquitetura. A maioria das pinturas originou-se da cidade de Pompeia e Herculano e foram soterradas pela erupção de um vulcão. Elas desencadearam a quatro estilos de pintura:
  • Period: May 1, 1200 to Jun 1, 1200

    4 estilos de pintura romana

    1º estilo - Não era considerada uma pintura: as paredes eram pintadas com gesso, dando impressão de placas de mármore;
    2º estilo - Descobriu-se que a ilusão com gesso poderia ser substituída pela pintura: os artistas pintavam painéis, com pessoas, animais, objetos sugerindo profundidade;
    3º estilo - Valorização dos detalhes: no final do século I a. C., a realidade das representações foi trocada por detalhes;
    4º estilo - Volta da profundidade, dos espaços:
  • Period: Jun 1, 1200 to Jul 1, 1200

    Escultura Romana

    Apesar de apreciarem a arte, eles não representavam o ideal de beleza, mas a cópia fiel das pessoas, buscando retratar traços particulares. Um exemplo disso é a estátua do imperador romano, Augusto, criada por volta de 19 a.C.. Numa cópia do Doríforo, dos gregos, o artista detalhou as feições reais do Imperador, a couraça e as capas romanas.
  • Period: Jan 1, 1300 to Feb 1, 1300

    Arte Paleocrista

    Surgiu após a morte de Jesus Cristo, onde seus discípulos começaram a espalhar os seus ensinamentos. Devido a essas perseguições, os primeiros cristãos faziam a arte nas catacumbas, nas paredes e tetos, nos sepulcros, onde eram colocados os mártires. rimeiro, as pinturas somente representavam a cruz, a palma, a âncora e o peixe que eram os símbolos dos cristãos. Logo depois, começaram a surgir cenas do Antigo e Novo Testamento, sendo que, em destaque, os artistas retratavam Jesus Cristo.
  • Period: Nov 1, 1300 to Dec 1, 1300

    Arte Bizantina

    O império foi dividido em 395, pelo Imperador Teodósio: O imperador era considerado sagrado e representante de Deus na Terra. As basílicas eram construídas em planos quadrados sobre uma grande cúpula e havia equilíbrio entre as partes. Criação de ícones, quadros que representam figuradas sagradas, cuja técnica utilizada era a têmpera (mistura dos pigmentos a uma goma orgânica, como a gema do ovo) ou encáustica (diluição dos pigmentos em cera derretida e aquecida no momento da aplicação).
  • Nov 27, 1300

    Fim das Perseguicoes cristas

    Com o final das perseguições em 313, o Imperador Constantino se converteu à religião e permitiu que ela fosse livre e professada. Assim em 391, no governo do Imperador Teodósio, o cristianismo foi oficializado como a religião do império. Os primeiros templos começavam a surgir com o nome de basílica, mantidos até hoje, e eram feitos mosaicos e pinturas na parede com os ensinamentos de Jesus. Havia, também, a necessidade de ampliação do espaço, já que o número de convertidos aumentara.
  • Period: Jan 1, 1400 to Feb 1, 1400

    Idade Media ou idade das trevas

    A arte era produzida nas oficinas, no governo de Carlos Magno e, com isso, um novo estilo chamado de Românico, começou a surgir, nos séculos XI e XII, na Europa.
    Na época, era utilizado a abóbada, dois pilares e paredes grossas com pequenas aberturas (janelas);
    Leveza e repouso originários das construções. Algumas davam a impressão de se estar no céu.
    As igrejas românicas são grandes e sólidas e, por esse motivo, eram chamadas de fortaleza de Deus;
  • Period: Jan 1, 1400 to Feb 1, 1400

    idade media ou idade das trevas

    O primeiro e grande exemplo de arquitetura gótica pode ser encontrado na França, na abadia Saint Denis, uma igreja construída por volta de 1140. Tudo é voltado para o céu, para Deus, por exemplo, as torres que possuem pontas agulhadas. As esculturas Estando relacionada à arquitetura, nas grandes igrejas, é um manifestação artística que enriquecia mais as construções. Os ensinamentos eram dados muitas vezes através delas. Às vésperas do Renascimento, a pintura gótica surgiu nos séculos XII, XIV
  • Jan 1, 1420

    Reformulacao da aboda

    Um exemplo que encontramos é na reformulação da abóbada da catedral de Florença, feita pelo arquiteto Brunelleschi, em 1420. Através da geometria e suas regras, uma nova arquitetura pode mostrar a harmonia e a constância em que o homem produzia a sua arte.
  • Period: Jan 1, 1500 to Feb 1, 1500

    Escultura ana Renacenca

    Michelangelo (1475-1564) - foi aprendiz de um renomado pintor de Florença e logo aos 13 anos, já entendia sobre o padrão grego de beleza e a filosofia de Platão. Suas obras apresentavam imagens do Antigo Testamento, com o foco na criação do homem. Andréa del Verrocchio(1435-1488) - foi o primeiro escultor a utilizar o jogo de luz e sombra nesse tipo de arte. A sua principal obra foi Davi, um personagem bíblico, que enfrentou um gigante, chamado Golias. A escultura foi feita em bronze .
  • Principais pintores Renascimento

    Giotto - os santos eram reproduzidos como seres humanos com simplicidade. A visão humanista, na qual o homem é o centro de todas as coisas, começava a surgir nas pinturas dos artistas. As obras mais importantes foram os Afrescos da Igreja de São Francisco de Assis, localizada na Itália e o Retiro de São Joaquim entre os Pastores.
    Jan Van Eyck - ele retratava a vida da sociedade da época, registrando as paisagens urbanas e as suas características e detalhes.
  • Period: to

    Idade Moderna Renascimento

    A arquitetura buscava a ordem e equilíbrio, um exempo é a igreja de Saint Peter, em Roma. Eles queriam se livrar da grandiosidade buscada pelas catedrais góticas. Na pintura renascentista, o homem, por meio das técnicas que já haviam sido feitas na arte gótica, começaram a fazer uso do realismo, da perspectiva e do claro-escuro. Faziam isso através dos princípios da matemática e da geometria e, através do volume e as técnicas anteriormente citadas. A pintura se aproximava do realismo.
  • Pintor destaque

    Caravaggio (1573-1610), ele procurava retratar vendedores, os músicos ambulantes, as pessoas comuns. Para ele, não havia diferença entre a beleza do povo e das classes ricas. Havia pinturas em que ele utilizava a luz para chamar a atenção das pessoas. Por essa característica, foi considerado o criador do estilo iluminista. ndréa Pozzo (1642-1709) pintou em tetos de igrejas e de palácios. Usava um efeito decorativo, detalhista e suas obras davam a ideia de que o céu estava perto ou se abrindo.
  • Principal escultor

    Bernini(1598-1680) foi um dos mais completos artistas do Barroco, pois era arquiteto, urbanista, pintor, escultor e decorador. Principais Obras: O baldaquino e a cadeira de São Pedro e a obra que desperta maior emoção religiosa - Êxtase de Santa Tereza, escultura feita para uma capela da igreja de Santa Maria della Vittorio, em Roma.
  • Period: to

    Arte Barroca

    A grande característica da arte barroca é o uso das emoções.
    Disposição de elementos dos quadros, que sempre forma uma composição em diagonal;
    Contraste de claro-escuro nas cenas, o que intensifica a expressão dos sentimentos;
    Realismo, retratando não só a vida na burguesia, mas a vida do povo simples.
  • Period: to

    Escultura Barroca

    Há a exaltação de sentimentos. As formas procuram expressar os movimentos e recobrem-se de efeitos decorativos. Predominam as linhas curvas, os drapeados das vestes e o uso do dourado. Os gestos e os rostos das personagens revelam emoções violentas e atingem uma dramaticidade desconhecida no Renascimento.
  • Period: to

    Arquitetura Barroca

    Teve seu início no século XVII e realizou-se principalmente nos palácios e igrejas. Quanto ao estilo da construção, os arquitetos deixam de lado os valores de simplicidade e racionalidade, típicos da Capela Pazzi, de Brunelleschi, por exemplo, e insistem nos efeitos decorativos, pois no Barroco "todo muro se ondula e dobra para criar um novo espaço". Disso, resultou a preocupação paisagística com os grandes jardins dos palácios e com a praça das igrejas, como por exemplo, a praça de Saint Peter,
  • Period: to

    Idade contemporanea

    A globalização já estava acontecendo e o iluminismo, uma corrente filosófica que acreditava na razão do homem e não na religiosidade se propagou. Foi também nesse período que ocorreram as Grandes Guerras e a revolta de artistas através da arte.
  • Period: to

    Neoclassismo

    De acordo com os neoclassicistas, só haveria arte, se os artistas resgatassem os ideais gregos e renascentistas. Dessa forma, a arte nesse período era considerada bela. Nas escolas de belas-artes, os alunos deveriam conhecer a arte do período antigo e por isso era produzida baseada na técnica e nas conveções gregas e romanas. Em todas as partes, via-se a arte grega e o renascimento.
  • Period: to

    Arquitetura Neoclassica

    Em todas as partes, via-se a arte grega e o renascimento. Um exemplo está nas edificações, como em casas ou em templos religiosos, colunas, frisos, estátuas, planta dos edifícios com forma de cruz, etc. As obras arquitetônicas que mais se destacaram foram: A igreja de Santa Genoveva, projetada por Jacques Germain Souflot, um dos primeiros arquitetos do estilo, e, a Porta de Brandemburgo, localizada em Berlim, projetada pelo arquiteto Karl Gotthard Langhans.
  • Period: to

    Romantismo

    Os românticos se caracterizam por estar em oposição à arte neoclássica, Ela se caracteriza por aderir os sentimentos, a imaginação, o nacionalismo e a natureza, através das paisagens.
    Suas características se aproximam da arte barroca: dinamismo, através de uma composição em diagonal; valorização das cores e dos contrastes claro-escuro;
    busca das emoções humanas e de fatos da história da época.
  • Principal escultor Realista

    Auguste Rodin (1840-1917) - as obras desse artistas buscaram representar os pequenos gestos humanos, destacando as emoções, o romantismo e o lado mais natural do realismo. Suas obras foram alvo de muitas críticas.
  • Pincipais Pintores Realistas

  • Period: to

    Realismo

    O Realismo surge entre 1850 e 1900. Fruto das artes produzidas na Europa. Ele foi influenciada pela industrialização que dominava a época. O homem contemporâneo entendeu que precisava ser realista, tendo uma visão mais técnica e deixando um pouco de lados as emoções humanas. os arquitetos foram capazes de criar cidades que tivessem fábricas, armazéns, lojas e outros estabelecimentos, para adequar tantos os trabalhadores, quanto a classe da época.
  • Period: to

    Impressionismo

    Registro das alterações que a luz provocava nas cores da natureza;
    As pinturas deveriam representar a cor que a luz do sol refletia nos objetos, pois elas se alteram com a luz;
    Figuras sem contorno;
    Sombras luminosas e coloridas;
    Utilização da lei de cores complementares para dar contraste às imagens;
    Não deve haver mistura de cores para formar diferentes tonalidades e cores. Em 1886, dois artistas Georges Seurat e Paul Signac realizaram a última exposição do estilo.
  • Principas pintores impressionistas

    Pierre Auguste Renoir (1841-1919) - sua forma de pintar era otimista e alegre. Ele buscava retratar a vida da sociedade de Paris no fim do século. Suas principais obras foram: Baile no Moulin de la Galette.
    Edgar Degas (1834-1917) - ele valorizava o desenho, pintava poucas paisagens e o que ele mais gostava era pintar espaços interiores. Exemplo de obras: Ensaio de Balé, No Palco, etc.
  • Period: to

    Expressionimo- Seculo XX

    Esse movimento esteve em oposição ao Impressionismo e focou mais nas sensações que a arte proporcionava. Ele mostrou os sentimentos humanos e suas preocupações no início do século XX. Esse movimento ora fora esquecido, ora lembrado no decorrer do século por causa das sensações que o mesmo proporcionava.
  • Period: to

    Caracteristica Expressionismo

    Representação dos sentimentos humanos através de linhas e cores. Algo que já vinha sendo trabalhado por Van Gogh, em que cor e deformação mostravam o interior do homem moderno;
    Deformação da realidade;
    Pessimismo em relação ao mundo;
    Foge das regras tradicionais da arte;
    Melancolia.