F1

Educação e Tecnologia

By fabnem
  • 5000 BCE

    Hieróglifo

    Hieróglifo
    É um termo originário de duas palavras gregas: ἱερός (hierós) "sagrado", e γλύφειν (glýphein) "escrita". Existem inscrições desde antes de 3000 a.C. até 24 de Agosto de 394, data aparente da última inscrição hieroglífica, numa parede no templo da ilha de Fhilae. Apenas os sacerdotes, membros da realeza, altos cargos, e escribas conheciam a arte de ler e escrever esses sinais "sagrados".
  • 5000 BCE

    Ábaco

    Ábaco
    Primeira calculadora utilizada pelo homem, o ábaco é um antigo instrumento de cálculo, teve origem provavelmente na mesopotâmia, há mais de 5.500 anos. O ábaco pode ser considerado como uma extensão do ato natural de se contar nos dedos. Ele é utilizado ainda hoje para ensinar às crianças as operações de somar e subtrair. A frequência do uso do ábaco aumenta a rapidez para fazer cálculos mentais, fundamental para o deficiente visual e de grande importância para os demais alunos.
  • 4000 BCE

    Escrita

    Escrita
    Foi somente na antiga Mesopotâmia que a escrita foi elaborada e criada. Por volta de 4.000 a.C., os sumérios desenvolveram a escrita cuneiforme. Usavam placas de barro, onde cunhavam esta escrita. Os egípcios antigos também desenvolveram a escrita quase na mesma época que os sumérios.
  • 2500 BCE

    Papiro

    Papiro
    Os egípcios desenvolveram a técnica de fabricar folhas de papiro, considerado o precursor do papel, às margens do Rio Nilo. Essa matéria-prima teve enorme importância na fabricação do papel. A folha obtida era martelada, alisada e colada ao lado de outras folhas para formar uma longa fita que era depois enrolada. A escrita dava-se paralelamente às fibras. O papiro pronto era, então, enrolado a uma vareta de madeira ou marfim para criar o rolo que seria usado na escrita.
  • 600 BCE

    Relógio

    Relógio
    O relógio é usado pelo homem para medir o tempo desde a antiguidade. Os primeiros relógios foram os de água (clepsidras) e os relógios de areia (ampulhetas).  Um monge budista chinês chamado Yi Xing criou um relógio composto por um sistema mecânico que continha engrenagens com 60 baldes de água que condizia aos 60 segundos durante 24 horas. Para medir o tempo, o homem utilizou de muitos instrumentos. Um dos mais usados até hoje para medi-lo é o relógio.
  • 1200

    Óculos

    Óculos
    Atualmente, quem sofre de problema visual precisa simplesmente ir a um oftalmologista para fazer um par de óculos capaz de ajudá-lo a ver o mundo corretamente. No entanto, até o final do século 13, quem nascia com alguma deficiência do tipo tinha que se contentar em viver a vida sem ter como compensar essa condição. Embora restritos à nobreza em seu início, os óculos atualmente são um item essencial que pelo menos alguns de seus conhecidos ou amigos próximos precisa usar.
  • 1400

    Prensa

    Prensa
    Antes de Johannes Gutternberg inventar a imprensa na metade do século 15, o acesso da população em geral ao conhecimento era mínimo. Graças ao dispositivo criado por ele, no entanto, pela primeira vez foi possível produzir livros em larga escala, o que possibilitou não só mudanças na ordem social e econômica, como inspirou milhares de pessoas a trabalhar em suas próprias descobertas.
  • Máquina de escrever

    Máquina de escrever
    A primeira máquina de escrever documentada foi fabricada por um nobre italiano chamado Pellegrino Turri por volta de 1808. Ele fabricou um artefato para que uma amiga, cega, pudesse se corresponder com ele. A máquina em si já não existe, mas algumas das cartas sim.
  • Televisor

    Televisor
    Embora o efeito desse aparelho seja questionado até hoje, desde 1926 a televisão tem sido usada como meio de levar entretenimento, notícias e educação a grande parte da população mundial. A popularidade do dispositivo é tanta que em alguns países, como o Brasil, seu alcance é maior do que o de meios de comunicação tradicionais como jornais e revistas.
  • Computador

    Computador
    O computador foi criado em fevereiro de 1946 pelos cientistas norte-americanos John Presper Eckert e John W. Mauchly, da Electronic Control Company. Depois de algum tempo, algumas instituições de ensino, vendo o potencial desse instrumento, introduziram a informática educativa em seus currículos, que, além de motivar o contato com o computador tinha como finalidade o emprego dessa ferramenta como instrumento de apoio às matérias e aos conteúdos lecionados.
  • Calculadora Digital

    Calculadora Digital
    Criada por Jack St. Clair Kilby (1923-2005), ganhador do Nobel de Física de 2000. A utilização da calculadora de forma reflexiva e bem planejada pode contribuir para o aprendizado de diversos conteúdos matemáticos, desenvolvendo a capacidade de investigar ideias matemáticas, resolver problemas, formular e testar hipóteses, induzir, deduzir e generalizar, de modo que os alunos busquem coerência em seus cálculos, comuniquem e argumentem suas ideias com clareza.
  • Satélite

    Satélite
    Em 1962, era lançado ao espaço o satélite Telstar, primeira iniciativa do tipo criada para ampliar a rede de telecomunicações da Europa. O dispositivo foi o responsável por transmitir as primeiras imagens televisivas geradas a um oceano de distância, ajudando na distribuição de sinais de televisão, imagens, ligações telefônicas e mensagens de fax.
  • Internet

    Internet
    Criada em 1969 com o nome de "Arpanet" nos EUA, apresentou novas formas de comunicação como o e-mail, o Orkut, Skype, entre outros, tornando-nos mais próximos das pessoas e diminuindo supostamente as diferenças sociais. Pode ser usada como um mecanismo poderoso para o acesso a informação, cultura e educação, no qual todo cidadão precisa ter acesso, para ampliar os seus conhecimentos, sua cidadania e estar atualizado com o mundo, vital nesta era da informação.
  • Celular

    Celular
    A empresa americana Motorola também desenvolveu seu modelo de celular e, no dia 3 de abril de 1973, em Nova York, apresentou o modelo Motorola DynaTAC 8000X. Usando esse modelo, ocorreu a histórica ligação feita por Martin Cooper, diretor de sistemas de operações da Motorola, que só chegou a ser comercializado em 1983. Celulares podem ser um meio de criar comunidades de aprendizado, estimulando a relação direta entre alunos de diferentes escolas e cidades.
  • Laptop

    Laptop
    O primeiro modelo de notebook foi inventado em 1981, por Adam Osborne, considerado o pioneiro dos computadores portáteis. A máquina tinha tela de 5”, pesava aproximadamente 12 kg e cabia embaixo do banco de um avião. O Uso de laptops em aulas ainda tem muito a avançar, mas em alguns cursos de ensino superior, alunos já são obrigados a tê-los.
  • Comercialização da Internet

    Comercialização da Internet
    Entre as décadas de 1980 e 1990, um cientista chamado Tim Berners-Lee estava disposto a facilitar e universalizar a transição entre diferentes páginas na Internet, em 1989, mas foi no ano seguinte que ela começa a tomar forma. A unificação e comercialização da internet foram encaminhadas a partir de 1993. A Internet pode fazer com que o universo do conhecimento se amplie, assim o aluno tem acesso a uma infinidade de informações, abrindo novos horizontes para o ensino.
  • Smartphone

    Smartphone
    O primeiro produto a combinar as funcionalidades de celular com PDA foi o IBM Simon lançado em 1993, o aparelho continha tela de toque e conseguia acessar emails. Os smartphones ajudam a derrubar as paredes da educação formal, confinada a salas durante séculos. Investir nas possibilidades virtuais pode ser uma boa maneira de se aprofundar nos temas e de atrair a atenção dos estudantes de uma maneira diferente.
  • Smart TV

    Smart TV
    Surgiram em 2011 e traziam como principal novidade e grande diferencial, a conexão com a Internet, descreve a integração da Internet e as características da Web 2.0 com televisores e decodificadores de televisão, assim como a convergência entre computadores com estes televisores,oferecendo diretamente na televisão, conteúdo interativo, tendo como conceito a "Web enquanto plataforma", envolvendo wikis, aplicativos, redes sociais, blogs e Tecnologia da Informação, muito comuns na área da educação.