Epistemólogos das Ciências (Seminário Avançado 2018/1)

  • 1561

    Francis Bacon

    Francis Bacon
    Naturalidade: Londres - Inglaterra
    Formação/atuação: Filosofia, Direito
    Categoria: Empirista
    Principal obra: Novum organum
    Síntese: A grande contribuição de Bacon para a ciência foi a criação do método científico que visava a experimentação. O conhecimento científico, para Bacon, tem por finalidade servir o homem e dar-lhe poder sobre a natureza. Bacon criou um modelo de investigação através do método da indução, o qual estava baseado na observação precisa e minuciosa dos fenômenos naturais
  • Period: 1561 to

    Francis Bacon (Empirista)

    Naturalidade: Londres - Inglaterra Formação/atuação: Filosofia, Direito
    Categoria: Empirista Principal obra: Novum organum Síntese: A grande contribuição de Bacon para a ciência foi a criação do método científico que visava a experimentação. O conhecimento científico, para Bacon, tem por finalidade servir o homem e dar-lhe poder sobre a natureza. Bacon criou um modelo de investigação através do método da indução, o qual estava baseado na observação precisa e minuciosa dos fenômenos naturais
  • René Descartes

    René Descartes
    Naturalidade: La Haye, França.
    Formação: Direito
    Atuação: Filosofia, Física e Matemática.
    Categorias: Racionalista, Empirista, Método cartesiano.
    Principal obra: O discurso do método (1937).
    Síntese: Apresenta o seu método de raciocínio, "Penso, logo existo", base de toda a sua filosofia e do futuro racionalismo científico.
  • Period: to

    René Descartes (Método Cartesiano)

    Naturalidade: La Haye, França.
    Formação: Direito
    Atuação: Filosofia, Física e Matemática.
    Categorias: Racionalista, Empirista, Método cartesiano.
    Principal obra: O discurso do método (1937).
    Síntese: Apresenta o seu método de raciocínio, "Penso, logo existo", base de toda a sua filosofia e do futuro racionalismo científico. .
  • BARUCH SPINOZA

    BARUCH SPINOZA
    Naturalidade: Tréveris – Alemanha
    Formação/atuação: Filosofia
    Categorias: Identidade, Unidade, Uniformidade.
    Principal obra: Tratado Político
    Síntese: Com vistas a tratar da questão do direito comum a partir do qual os indivíduos formam o Estado e os desdobramentos dela, a saber as relações entre paixão e razão, direito e potência, permissões e proibições nas formas de organização e manutenção do Estado, bem como da própria finalidade deste
  • Period: to

    BARUCH SPINOZA (Identidade, Unidade, Uniformidade)

    Naturalidade: Tréveris – Alemanha
    Formação/atuação: Filosofia
    Categorias: Identidade, Unidade, Uniformidade.
    Principal obra: Tratado Político
    Síntese: Com vistas a tratar da questão do direito comum a partir do qual os indivíduos formam o Estado e os desdobramentos dela, a saber as relações entre paixão e razão, direito e potência, permissões e proibições nas formas de organização e manutenção do Estado, bem como da própria finalidade deste
  • GOTTFRIED LEIBNIZ

    GOTTFRIED LEIBNIZ
    Naturalidade: Leipzig – Alemanha.
    Formação: Direito, Filosofia, Matemática.
    Categorias: Internalista, Racionalista.
    Principal obra: Novos ensaios sobre o entendimento humano (1765).
  • Period: to

    GOTTFRIED LEIBNIZ

    Síntese: Pelo princípio da razão suficiente, desenvolve toda a sua filosofia em preposições no formato sujeito – predicado. Apresenta por meio da Monadologia sua explicação do mundo, chegando à harmonia preestabelecida. Demonstrou o Teorema Fundamental do Cálculo, criando assim, um ramo da Matemática chamado Cálculo Diferencial e Integral.
  • Guerra dos 30 anos

    Guerra dos 30 anos
    Rivalidades religiosas, dinásticas, territoriais e comerciais.
  • DAVID HUME

    DAVID HUME
    Naturalidade: Edimburgo - Escócia
    Formação/atuação: Teoria do conhecimento, Epistemologia, Ética, Estética, Teologia, Política, Historia, Economia.
    Categorias: Empirista; Continuísta e Cumulativista.
    Principal obra: Tratado da natureza humana (1738) e Investigação sobre o entendimento humano (1748).
    Síntese: . Seus pensamentos foram revolucionários o que o levou a ser acusado de heresia pela Igreja Católica por ter ideias associadas ao ateísmo e ao ceticismo.
  • Period: to

    DAVID HUME (Empirista; Continuísta e Cumulativista)

    Síntese: David Hume foi filósofo, historiador, sociólogo e economista escocês do período do Iluminismo. É considerado um dos pais do empirismo. Seus pensamentos foram revolucionários o que o levou a ser acusado de heresia pela Igreja Católica por ter ideias associadas ao ateísmo e ao ceticismo. Para o filósofo, o conhecimento é desenvolvido através da experiência sensível do ser humano, a qual está dividida em duas partes: impressões e ideias.
  • ILUMINISMO (Séc. XVIII)

    ILUMINISMO (Séc. XVIII)
    .
  • IMMANUEL KANT

    IMMANUEL KANT
    Naturalidade: Königsberg – Prússia(Alemanha)
    Formação/atuação: lógica e metafisica.
    Categorias: Iluminismo,

    Principal obra: Crítica da Razão Pura (1781)
    Síntese: O pensamento Kantiano é conhecido como idealismo transcendental, que significa aquilo que á anterior a toda experiência. Sendo um fator principal para formar bases para a teoria do conhecimento como a disciplina filosófica.
  • Period: to

    IMMANUEL KANT

    Naturalidade: Königsberg – Prússia(Alemanha)
    Formação/atuação: lógica e metafisica.
    Categorias: Iluminismo,

    Principal obra: Crítica da Razão Pura (1781)
    Síntese: O pensamento Kantiano é conhecido como idealismo transcendental, que significa aquilo que á anterior a toda experiência. Sendo um fator principal para formar bases para a teoria do conhecimento como a disciplina filosófica.
  • REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

    REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
    1760 - 1840
  • Revolução Francessa (Séc. XVIII)

    Revolução Francessa (Séc. XVIII)
  • AUGUSTO COMTE

    AUGUSTO COMTE
    Naturalidade: Montpellier – França.
    Formação/atuação: Filosofia e Sociologia.
    Categorias: Empirista; generalista; continuísta; cumulativista e internalista.
    Principal obra: Curso de filosofia positiva (1830).
    Síntese: Foi um filósofo francês, fundador da Sociologia e do Positivismo, que trabalhou intensamente na criação de uma filosofia positiva. Esse positivismo influenciou a constituição da República Federativa do Brasil
  • Period: to

    AUGUSTO COMTE

    Naturalidade: Montpellier – França.
    Formação/atuação: Filosofia e Sociologia.
    Categorias: Empirista; generalista; continuísta; cumulativista e internalista.
    Principal obra: Curso de filosofia positiva (1830).
    Síntese: Foi um filósofo francês, fundador da Sociologia e do Positivismo, que trabalhou intensamente na criação de uma filosofia positiva. Esse positivismo influenciou a constituição da República Federativa do Brasil
  • KARL HEINRICH MARX

    KARL HEINRICH MARX
    Naturalidade: Tréveris – Alemanha
    Formação/atuação: Filosofia/Sociologia
    Categorias: Materialismo, Histórico, Dialético, Analítico, Sintético, Crítico, Descritivo, Científico, Filosófico e Social.
    Principal obra: O Capital (1867-1894)
  • Period: to

    KARL HEINRICH MARX

    Síntese: Marx tinha como principal objetivo entender o capitalismo e propunha através de sua obra, uma ampla transformação política econômica e social, tendo o real como guia e fundamento do pensar, defende que as contradições históricas não ocorrem naturalmente, elas são provocadas pela diferença econômica de classes.
  • Liga dos Justos (Liga dos Comunistas)

    Liga dos Justos (Liga dos Comunistas)
  • GASTON BACHELARD

    GASTON BACHELARD
    Naturalidade: Champagne – França.
    Formação/atuação: Matemático, Físico, Químico, Filósofo e Poeta.
    Categorias: Epistemologia Construtivista, Epistemologia Histórica.
    Principal obra: A filosofia do Não (1940).
    Síntese: O desenvolvimento da ciência é um processo mutável e que não ocorre num processo linear e acumulativo, mas, sim, em processos descontínuos com obstáculos e rupturas científicas.
  • Period: to

    GASTON BACHELARD (Construtivista, histórica)

    Naturalidade: Champagne – França.
    Formação/atuação: Matemático, Físico, Químico, Filósofo e Poeta.
    Categorias: Epistemologia Construtivista, Epistemologia Histórica.
    Principal obra: A filosofia do Não (1940).
    Síntese: O desenvolvimento da ciência é um processo mutável e que não ocorre num processo linear e acumulativo, mas, sim, em processos descontínuos com obstáculos e rupturas científicas.
  • JEAN PIAGET

    JEAN PIAGET
    Naturalidade: Neuchâtel/Suíça
    Formação/atuação: Biologia, Filosofia e Psicologia,
    Categorias: Construtivismo; Estruturalismo; Epistemologia Genética; Interacionismo; Psicologia.
    Principal obra: Teoria do Desenvolvimento Cognitivo.
    Síntese. um dos mais importantes pensadores do século XX, Piaget defendeu uma abordagem interdisciplinar para a investigação epistemológica e fundou a Epistemologia Genética, teoria do conhecimento com base no estudo da gênese psicológica do pensamento humano.
  • LEV SEMENOVICH VIGOTSKI

    LEV SEMENOVICH VIGOTSKI
    Naturalidade: Orsha - Bielo Rússia
    Formação/atuação: Direito, Literatura, História da Arte e Psicologia.
    Categoria: Interacionista – Materialismo Histórico Dialético/ Histórico Cultural.
    Principal obra: Pensamento e Linguagem
  • Period: to

    JEAN PIAGET (Construtivismo; Estruturalismo; Epistemologia Genética; Interacionismo; Psicologia)

    Naturalidade: Neuchâtel/Suíça
    Formação: Biologia, Filosofia e Psicologia
    Categorias: Construtivismo; Estruturalismo; Epistemologia Genética; Interacionismo; Psicologia.
    Principal obra: Teoria do Desenvolvimento Cognitivo.
    Síntese. Considerado um dos mais importantes pensadores do século XX, Piaget defendeu uma abordagem interdisciplinar para a investigação epistemológica e fundou a Epistemologia Genética, teoria do conhecimento com base no estudo da gênese psicológica do pensamento humano.
  • Period: to

    LEV SEMENOVICH VIGOTSKI

    Síntese:A criança como ser histórico e cultural a partir dos preceitos de Vygotsky aprende na interação com o outro e com o meio na ressignificação de suas experiências e apropriação do espaço que o cerca. Assim, o indivíduo, ao se apropriar da linguagem, da cultura em que está inserido, altera qualitativamente seu modo de pensar, de perceber o mundo, de memorizá-lo.
  • Karl Raimund Popper

    Karl Raimund Popper
    Naturalidade: Viena, Áustria.
    Formação: Filosofia
    Atuação: Filosofia social e política.
    Categorias: Liberalista Clássico, Racionalista, Rejeição do empirismo clássico e do observacionalismo-indutivista da ciência.
    Principal obra: A lógica da descoberta científica (1934)
  • Period: to

    Karl Raimund Popper

    Síntese: Apresenta o caráter lógico da pesquisa científica, quadro que faz plena justiça à revolução 'einsteiniana' na Física e ao seu enorme impacto sobre o pensamento científico em geral. Aqui não se apresenta a ciência como empenhada em fabricar engenhocas ou em coletar informações para correlacioná-las por via de processos dedutivos ou indutivos. Ela é apresentada, antes, como uma tentativa de formular uma teoria do mundo com base em conjecturas, disciplinada por uma crítica penetrante.
  • I Guerra Mundial

    I Guerra Mundial
  • Ilya Prigogine

    Ilya Prigogine
    Naturalidade: Moscou- Rússia
    Formação/atuação: Química e Física
    Categorias: Física de não-equilíbrio e dos sistemas dinâmicos instáveis.
    Principal obra: As Leis do Caos (1781)
    Síntese: Suas contribuições concentram-se à termodinâmica e, em especial, pela Teoria das Estruturas Dissipativas. É conhecido por seus trabalhos para o desenvolvimento da termodinâmica e de métodos de compreensão de processos químico-físicos irreversíveis.
  • Revolução Russa

    Revolução Russa
  • Period: to

    Ilya Prigogine

    Naturalidade: Moscou- Rússia
    Formação/atuação: Química e Física
    Categorias: Física de não-equilíbrio e dos sistemas dinâmicos instáveis.
    Principal obra: As Leis do Caos (1781)
    Síntese: Suas contribuições concentram-se à termodinâmica e, em especial, pela Teoria das Estruturas Dissipativas. É conhecido por seus trabalhos para o desenvolvimento da termodinâmica e de métodos de compreensão de processos químico-físicos irreversíveis.
  • EDGAR MORIN

    EDGAR MORIN
    Naturalidade: Paris – França.
    Formação/atuação: Formado em Direito, História e Geografia, destacou-se também como antropólogo, sociólogo e filósofo.
    Categorias: Pensamento Complexo.
    Principal obra: O método - 6 volumes (1977 a 2004).
  • Period: to

    EDGAR MORIN *

    Síntese: Um dos principais teóricos da complexidade, Edgar Morin, contrapondo-se a epistemologia moderna defende a transdisciplinaridade nas práticas científicas contemporâneas, propondo a articulação entre os mais diversos campos de pesquisas e disciplinas. Sistematizou os sete saberes necessários a Educação do futuro.
  • IMRE LAKATOS

    IMRE LAKATOS
    Naturalidade: Debrecen – Hungria.
    Formação/atuação: Matemática, Física e Filosofia.
    Categorias: Tendência histórica, racionalista, descontinuista, cumulativista e internalista.Principal obra: A lógica do descobrimento matemático: provas e refutações (1978).
  • THOMAS KUHN

    THOMAS KUHN
    Naturalidade: Cincinnati – Estados Unidos.
    Formação/atuação: Física e filósofo .
    Categorias: Tendência histórica; descontinuista; generalista; não cumulativista; externalista.
    Principal obra: A estrutura das revoluções científicas (1962).
    Síntese: A ciência se desenvolve no âmbito de um paradigma, dentro de seus limites. Neste sentido, as revoluções científicas são entendidas como transições de um paradigma para outro.
  • Period: to

    IMRE LAKATOS

    Síntese: Com base em sua filosofia da matemática, iniciou a construção de uma epistemologia falibilista (ou não dogmática) desenvolvendo a Metodologia dos Programas de Pesquisa Científica" (MPPC) para explicar como se dá o desenvolvimento, os avanços e a criação desta ciência por meio do método das provas e refutações.
  • PAUL KARL FEYERABEND

    PAUL KARL FEYERABEND
    Naturalidade: Viena – Áustria
    Formação/atuação: Filosofia da ciência.
    Categorias: Externalista; Tendências Históricas e Não Cumulativista.
    Principal obra: Contra o Método (1975).
  • Period: to

    PAUL KARL FEYERABEND

    Síntese: Conforme seu modo de pensar, não há um método universal científico. Ele critica de maneira aberta o método científico. De acordo com seu conhecimento, a ciência é vista como uma corporação anárquica. Assim, ele recusa a existência de preceitos universais, e defende a quebra das regras metodológicas. A confusão epistemológica ficou assim estabelecida, devendo ser compreendida como uma defesa de um epistemológico de pluralismo, ou seja, contra uma forma única de se conceber a ciência.
  • BAUMAN

    BAUMAN
    Naturalidade: Poznán - Polônia
    Formação: filosofia e sociologia
    Principais Obras: Modernidade Liquida (2001) e Amor liquido (2004)
    Síntese de sua teoria: A modernidade “sólida” estaria em desintegração e seria gradualmente substituída por uma modernidade “líquida”. A palavra liquidez remete à fluidez, ausência de forma definida, velocidade, mobilidade e inconsistência, onde o futuro é incerto e impreciso.
  • Period: to

    BAUMAN

    Naturalidade: Poznán - Polônia
    Formação: filosofia e sociologia
    Principais Obras: Modernidade Liquida (2001) e Amor liquido (2004)
    Síntese de sua teoria: A modernidade “sólida” estaria em desintegração e seria gradualmente substituída por uma modernidade “líquida”. A palavra liquidez remete à fluidez, ausência de forma definida, velocidade, mobilidade e inconsistência, onde o futuro é incerto e impreciso.
  • Michel Foucault

    Michel Foucault
    Naturalidade: Poitiers- França
    Formação: Filosofia e Psicologia Patológica
    Categorias: Filósofo, historiador das ideias, teórico social, filólogo, crítico literário e professor da cátedra História dos Sistemas do Pensamento. Principal obra: A Arqueologia do Saber (1969)
    Síntese: Dedicou à reflexão entre poder e conhecimento. Estudou vários problemas sociais.Dentre eles, o sistema penitenciário, a instituição escolar, a psiquiatria e a psicanálise praticadas de forma tradicional e a sexualidade.
  • Period: to

    Michel Foucault

    Naturalidade: Poitiers- França
    Formação: Filosofia e Psicologia Patológica
    Categorias: Filósofo, historiador das ideias, teórico social, filólogo, crítico literário e professor da cátedra História dos Sistemas do Pensamento. Principal obra: A Arqueologia do Saber (1969)
    Síntese: Dedicou à reflexão entre poder e conhecimento. Estudou vários problemas sociais. Dentre eles, o sistema penitenciário, a instituição escolar, a psiquiatria e a psicanálise praticadas de forma tradicional e a sexualidade.
  • JÜRGEN HABERMAS

    JÜRGEN HABERMAS
    Naturalidade: Düsseldarf - Alemanha.
    Formação: Filosofia, História, Economia, Psicologia e Literatura Alemã
    Categoria: Escola de Frankfurt
    Principais Obras: Na Pragmática da comunicação (2014) Introdução Critica a Teoria da Ação Comunicativa (2015) Ética do Discurso (2011)
  • Period: to

    JÜRGEN HABERMAS *

    Síntese:Sua teoria crítica visa a mudança e emancipação do ser humano por meio do esclarecimento.Critica o positivismo cientifico e propõe tipos de ação para reverter equívocos/prejuízos que a ciência trouxe para o homem:Diagnóstico do tempo e Paradigma de produção.Divide a sociedade em duas esferas:SISTEMA:Instituições sociais voltadas ao paradigma de produção;Ação estratégica voltada ao sucesso individual e o MUNDO DA VIDA:Comunicação humana;Ação comunicativa que permite amenizar interesses.
  • DOMENICO DE MASI

    DOMENICO DE MASI
    Naturalidade: Rotello-Itália
    Formação/atuação: Direito e Sociologia
    Categorias: Pensamento complexo; Externalista
    Principal obra: Ócio Criativo (Sextante, 2000)
    Síntese: Sua teoria perpassa pelos temas da Sociedade Pós-Industrial, do tempo livre e da Criatividade, como também as questões da globalização, do desenvolvimento sem emprego, da feminização, do declínio das ideologias tradicionais e dos sujeitos sociais emergentes.
  • Period: to

    DOMENICO DE MASI * (Pensamento complexo; Externalista)

    Naturalidade: Rotello-Itália
    Formação/atuação: Direito e Sociologia
    Categorias: Pensamento complexo; Externalista
    Principal obra: Ócio Criativo (Sextante, 2000)
    Síntese: Sua teoria perpassa pelos temas da Sociedade Pós-Industrial, do tempo livre e da Criatividade, como também as questões da globalização, do desenvolvimento sem emprego, da feminização, do declínio das ideologias tradicionais e dos sujeitos sociais emergentes.
  • FRITJOF CAPRA

    FRITJOF CAPRA
    Naturalidade: Viena, Áustria
    Formação: física teórica
    Atuação: cientista, ambientalista, educador e ativista;
    Categorias: pensamento sistêmico.

    Principal obra: O Tao da Física, Ponto de Mutação
    Síntese: a ciência precisa conectar dados e fundamentos científicos e teorias, às realidades humanas, formando o que ele chama de “Rede da Vida”.
  • II Guerra Mundial

    II Guerra Mundial
    1939 - 1945
  • Period: to

    FRITJOF CAPRA *

    Naturalidade: Viena, Áustria
    Formação: física teórica
    Atuação: cientista, ambientalista, educador e ativista;
    Categorias: pensamento sistêmico.

    Principal obra: O Tao da Física, Ponto de Mutação
    Síntese: a ciência precisa conectar dados e fundamentos científicos e teorias, às realidades humanas, formando o que ele chama de “Rede da Vida”.
  • BOAVENTURA DE SOUZA SANTOS

    BOAVENTURA DE SOUZA SANTOS
    Naturalidade: Quintela, São Pedro da Alva, Portugal
    Formação: Direito
    Atuação: sociologia do direito, sociologia política, epistemologia, globalização, direitos humanos
    Categorias: paradigma emergente
    Principal obra: Discurso sobre Ciências, Universidade no Século XXI.
    Síntese: Define que o modelo científico dominante (paradigma moderno) é dicotômico, dualista e sexista. Ao hierarquizar e homogeneizar o saber, o paradigma moderno desvaloriza as experiências, as culturas e as multiplicidades;
  • Period: to

    BOAVENTURA DE SOUZA SANTOS

    Naturalidade: Quintela, São Pedro da Alva, Portugal
    Formação: Direito
    Atuação: sociologia do direito, sociologia política, epistemologia, globalização.Categorias: paradigma emergente
    Principal obra: Discurso sobre Ciências, Universidade no Século XXI. Síntese: Define que o modelo científico dominante (paradigma moderno) é dicotômico, dualista e sexista. Ao hierarquizar e homogeneizar o saber, o paradigma moderno desvaloriza as experiências, as culturas e as multiplicidades.
  • ANTÓNIO DAMÁSIO

    ANTÓNIO DAMÁSIO
    Naturalidade: Lisboa - Portugal
    Formação/atuação: Medicina; Neurologia; Neurociência.
    Categorias: Neurociência.
    Principal obra: O erro de Descartes (1994).
    Síntese: A razão pode não ser tão pura quanto a maioria de nós pensa que é ou desejaria que fosse, e que as emoções e os sentimentos podem não ser de todo uns intrusos no bastião da razão, podendo encontrar-se, pelo contrário, enredados nas suas teias, para o melhor e para o pior.
  • Period: to

    ANTÓNIO DAMÁSIO (Neurociência)

    Naturalidade: Lisboa - Portugal
    Formação/atuação: Medicina; Neurologia; Neurociência.
    Categorias: Neurociência.
    Principal obra: O erro de Descartes (1994).
    Síntese: A razão pode não ser tão pura quanto a maioria de nós pensa que é ou desejaria que fosse, e que as emoções e os sentimentos podem não ser de todo uns intrusos no bastião da razão, podendo encontrar-se, pelo contrário, enredados nas suas teias, para o melhor e para o pior.
  • Nazismo

    Nazismo
  • Guerra Fria

    Guerra Fria
    1947-1991
  • FIM DA GUERRA FRIA

    FIM DA GUERRA FRIA
  • GLOBALIZAÇÃO

    GLOBALIZAÇÃO
  • Seminário Avançado I (2018) PPGE - UFMT/ Linha Ensino de Ciências e Matemática

    Alessandra Silva de Souza; Alvaro Júnior Bertipaglia da Silva; Catiex Rodrigues de Souza; Elislene Mendes; Marcos Antonio Oliveira Rodrigues; Mariana Honório de Alencastro Teles; Michele Honória da Silva; Raquel de Lima Silva; Regiane Carvalho de Castro Borges; Sirlei Janner; Thaina Dantas Pereira; Zélia Alves dos Santos