Caduceu3

Evolução histórica da Contabilidade e da Perícia Contábil

  • 8.000 anos antes de Cristo - Contabilidade na era primitiva

    8.000 anos antes de Cristo - Contabilidade na era primitiva
    O uso de elementos contábeis remonta a 8.000 anos antes de Cristo, mostrando a necessidade que o homem tem, desde essa época, de controlar o patrimônio. É verdade que são elementos de uma contabilidade primitiva que aparecem de forma diferente nas diversas civilizações, por exemplo, na forma de tábuas de barros onde eram representadas as mercadorias - 8.000 a 3.250 a.C.
  • Na idade antiga

    Na idade antiga
    No ano de 1.100 a.C., a invenção pelos fenícios da escrita alfabética, alicerce para as escritas européias modernas, foi um marco importante.
  • Surgimento da moeda

    Surgimento da moeda
    Em 869 a.C. surgiu a moeda e as medidas de valor que fizeram com que fosse possível a determinação das contas contábeis representativas do patrimônio.
  • Século X - Restauração da Europa

    Século X - Restauração da Europa
    Com a restauração da Europa, após um período devastador e de desequilíbrio econômico, surge a produção agrícola com força, através da disponibilização de terras, produzindo excedentes que foram disponibilizados para o comércio, estimulando a fundação de novas cidades e seu desenvolvimento, através da instalação de feiras e mercados.
  • No Século X

    No Século X
  • Início da Contabilidade Moderna

    Início da Contabilidade Moderna
    Logo em seguida, a evolução da contabilidade passa por dois estágios importantes: a fase da escrituração e a da ciência. A primeira fase relacionada à riqueza patrimonial das entidades, segundo Kam (1990), com base no chamado espírito capitalista, aparece no Século XII e tem seu auge no Século XIII (marcando o fim da Contabilidade Antiga e o início da Moderna), indo até meados do Século XIX, aperfeiçoando as técnicas voltadas à escrituração.
  • Revolução comercial

    Revolução comercial
  • O tratato de Luca Pacioli - 1494

    O tratato de Luca Pacioli - 1494
    Luca Pacioli, um Frei franciscano, que foi professor universitário de Matemática e contemporâneo de Leonardo da Vinci, lançou o livro Summa de arithmetica, geométrica, proportioni et proportionalitá em 1494, um tratado de matemática, que incluía uma seção sobre o sistema de escrituração por partidas dobrada. Esse livro descrevia o sistema das partidas dobradas onde se baseava o raciocínio dos lançamentos contábeis.
  • Luca Pacioli

    Luca Pacioli
  • Século XIX e XX

    Século XIX e XX
  • Contabilidade no final do século XIX e no início do século X

    Contabilidade no final do século XIX e no início do século X
    O final do século XIX e o início do século XX presenciaram a expansão enorme das indústrias na Inglaterra e nos Estados Unidos. Essa expansão possibilitou o crescimento de grandes empresas, afastando a figura do proprietário na condução dos negócios. Passou-se a existir uma administração que gerenciava a empresa enquanto os proprietários e investidores alocavam os recursos financeiros necessários e recebiam os respectivos dividendos. Essas mudanças conduziram à criação da sociedade por ações.
  • Expansão Industrial - impacto na contabilidade

    Expansão Industrial - impacto na contabilidade
    Toda essa atividade empresarial teve um impacto na contabilidade, que precisou desenvolver novos padrões para suprir essas necessidades, tais como: informação gerencial sobre os custos; avaliação de estoques; informação sobre a administração da empresa para os investidores; retorno sobre o capital empregado; informações para os órgãos governamentais; auditorias obrigatórias entre outras.
  • Escola Norte Americana - Contabilidade

    Escola Norte Americana - Contabilidade
    Até o início do século XX a contabilidade estava focada na escrituração e na profissionalização. Depois da década de 30, influenciado pela quebra da bolsa de valores, a Ciência Contábil evoluiu com a contribuição da Escola Norte-Americana.
    A industrialização exigiu um crescente número de contadores americanos profissionais. A história da contabilidade americana é marcada por uma forte consolidação da profissão contábil, por isso a sua história se confunde com a das entidades de classes.
  • História da Contabilidade

    História da Contabilidade
    Hendriksen e Van Breda (1999), por sua vez, afirmam que “a história da contabilidade é a história da nossa era, tendo em vista que os registros contábeis fazem parte da matéria prima dos historiadores e que o progresso do homem está, de certa forma, vinculado a essa ciência”, levando em consideração a invenção das partidas dobradas, base para o desenvolvimento do capitalismo.
  • A Contabilidade nos dias atuais

    A Contabilidade nos dias atuais
    Hoje as funções do contabilista não se restringem ao âmbito fiscal. Tornou-se, num mercado complexo, vital para empresas pois ajuda na tomada de decisões e a atrair investidores. O profissional vem ganhando destaque no mercado em Auditoria, Controladoria e Atuarial. São áreas de analise contábil e operacional da empresa, e, para atuários, um profissional raro, há a especialização em estimativas e análises; o mercado para este cresce em virtude de planos de previdência privada.