Benefícios da segunda guerra mundial.

Timeline created by facebooker_899145044182836
In History
  • Nylon

    Nylon
    Lançado em 1938, serviu primeiro para escovas de dente e meias-calças femininas. A entrada dos Estados Unidos na guerra fez a demanda explodir, a ponto de só ser permitido que essa fibra sintética fosse usada na fabricação de objetos do universo militar, como paraquedas, tanques de combustível de aeronaves e redes de descanso. O governo até criou uma campanha para que as mulheres doassem as meias para a confecção de paraquedas. A raridade tornou o material um sonho de consumo.
  • Caneta Esferográfica

    Caneta Esferográfica
    Essa caneta foi inventada pelo húngaro László Bíró, que a patenteou em 3 países diferentes: Hungria, França e Suíça. Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico adquiriu os direitos de licenciamento desta patente dentro do chamado “esforço de guerra”. A força aérea britânica precisava de uma caneta nova que não escapasse a tinta em grandes altitudes dentro do avião de caça. A ideia foi ótima, o desempenho também e logo foi adotado como modelo padrão de canetas até hoje.
  • Produção em massa de antibióticos

    Produção em massa de antibióticos
    Apesar de não ter sido inventada durante a Segunda Guerra Mundial, foi durante esse trágico evento histórico que a penicilina passou a ser produzida em massa pela primeira vez, com o objetivo de tratar milhões de pessoas de doenças como a sífilis e a gonorreia, que faziam vítimas em batalhões do mundo todo durante milhares de anos.
  • Volkswagen Fusca

    Volkswagen Fusca
    O projeto de um dos carros mais famosos em todo planeta, começou ainda no início da década de 1930. Após vários protótipos (que sobreviveram só em papel), em agosto de 1940 era produzido oficialmente o primeiro KdF Wagen, que depois acabou virando Volkswagen. Ainda que com o apoio do estado no início do projeto, logo após poucas unidades fabricadas teve sua produção interrompida só retornando de fato em 1948.
  • Refrigerante fanta

    Refrigerante fanta
    Criada pelos nazistas, a origem da Fanta se deu devido à uma política que proibia a entrada de produtos e mercadorias na Alemanha, o que impediu a fábrica alemã da Coca-Cola receber a matéria-prima para a preparação do refrigerante. Dessa forma, Max Keith, chefe de produção, decidiu criar um novo produto para que a fábrica alemã não estacionasse suas atividades.
  • Helicópteros

    Helicópteros
    Em 1942, foi apresentado ao mundo uma forma de sobrevoar os céus construído em larga escala, o Sikorsky R-4, um modelo simples com recursos limitados do que é atualmente um helicóptero. Porém nos dias atuais, com o avanço tecnológico, o automóvel é utilizado para inclusive uso civil.
  • Foguete

    Foguete
    O homem só conseguiu colocar o primeiro satélite em órbita e enviar o primeiro homem à lua graças a outra tecnologia desenvolvida durante a 2ª guerra. Foram os foguetes desenvolvidos com fins bélicos que mais tarde encontrariam outros destinos.
  • Computadores

    Computadores
    O Eniac, primeiro modelo de um computador, apesar de ter sido estrelado em 1946, teve seu desenvolvimento iniciado em 1943. Naquela época, um único aparelho pesava 30 toneladas e seu funcionamento demandava 200 mil watts de energia.
  • Silver tape

    Silver tape
    A ideia partiu de Vesta Stoudt, funcionária de uma fábrica de munição que temia que os problemas com o fechamento das caixas de munição custassem aos soldados até mesmo suas vidas. Isso porque os pacotes de munição eram lacrados com cera para manter seu conteúdo à prova d’água. Assim, como esse tipo de lacre era muito forte, as abas geralmente se soltavam de suas mãos e demandavam dos soldados tempo para liberar a munição. Desta forma, surgiu a silver tape que usamos no dia a dia.
  • Micro-Ondas

    Micro-Ondas
    Certo dia, antes de trabalhar, o engenheiro Percy Spencer colocou uma barra de chocolate em seu bolso e foi trabalhar. Durante seus testes com o aparelho que estava desenvolvendo ele notou que a barra de chocolate havia derretido mesmo ele não tendo sentido os efeitos das ondas. Ele achou isso intrigante e já começou a fazer mais testes colocando um pacote de pipocas, obtendo o resultado positivo. Logo, em 1946, Percy Spencer faz a patente do seu produto para o uso culinário.