A EVOLUÇÃO DOS PROCESSADORES

Timeline created by lidiannesousa
  • Precursores da CPU moderna: anos 40, 50 e 60

    Precursores da CPU moderna: anos 40, 50 e 60
    Os primeiros computadores, anteriores à década de 50, possuíam um diferencial considerável, se comparados com as máquinas de hoje: eles não eram capazes de armazenar programas. Alguns deles, como o ENIAC, que teve seu desenvolvimento iniciado em 1943, tinham inicialmente o plano de armazenamento de softwares em seu interior. Mas, para agilizar o lançamento da máquina, essa ideia acabou ficando para trás.
  • 1945

    1945
    Em 1945, a ideia de uma unidade central de processamento capaz de executar diversas tarefas foi publicada por John Von Neumann. Chamado de EDVAC, o projeto desse computador foi finalizado em 1949.
  • Início da década de 60.

    Início da década de 60.
    No início da década de 60, a IBM desenvolveu uma nova abordagem: planejou uma família de computadores que poderiam executar o mesmo software, com poder de processamento e preços diferentes. Com isso, os programas não seriam mais dependentes de máquina, mas compatíveis entre todos esses modelos.
  • PROCESSADORES MODERNOS

    Foi só no início da década de 70 que surgiram as CPUs desenvolvidas totalmente em circuitos integrados e em um único chip de silício. Geração Pré-x86: O Intel 4004 foi o primeiro microprocessador a ser lançado, em 1971. Sendo desenvolvido para o uso em calculadoras, essa CPU operava com o clock máximo de 740 KHz e podia calcular até 92 mil instruções por segundo, ou seja, cada instrução gastava cerca de 11 microssegundos.
  • 1971: Microprocessador 4004

    1971: Microprocessador 4004
    O 4004 foi o primeiro microprocessador da Intel. Esta invenção revolucionáriadeu um novo poder à calculadora da Busicom e abriu o caminho para o embutimento de inteligência em objectos inanimados, bem como nos computadores pessoais.
  • A família x86 de 16 bits

    A família x86 de 16 bits
    A arquitetura x86, lançada em meados da década de 70, ainda serve como base para boa parte dos computadores atuais. O primeiro processador que aproveitou todo o seu potencial foi o Intel 8086, de 1978. Pela primeira vez, a velocidade do clock alcançava 5 MHz, utilizando instruções reais de 16 bits. O nome "x86" veio do fato de que o nome dos processadores que vieram depois do Intel 8086 também terminavam em "86". Ainda no mesmo ano, foi lançado o 8088,
  • 1982: Microprocessador 80286

    1982: Microprocessador 80286
    Mais conhecido por 286, foi o primeiro processador que executava todo o sotfware escrito para o seu predecessor. Esta compatibilidade de software continua a ser uma tradição na familia de processadores da Intel. Em apenas 6 anos após o lançamento, estima-se que se compraram cerca de 15 milhões de computadores pessoais baseados no 286 em todo o mundo.Era um processar a 16 bits capaz de endereçar memoria até 16MB de RAM. E era também capaz de trabalhar com memoria virtual.
  • 1985: Microprocessador 386(TM)

    1985: Microprocessador 386(TM)
    O microprocessador Intel 386TM era constituido por 275,000 transistors - mais de 100 vezes quantas o 4004 original. Foi com este chip que tudo verdadeiramente começou. Com este chip os PC´s passaram a ser ferramentas de trabalho bastante uteis. O 386 foi o primeiro processador de 32 bits para PC´s. Podia, por conseguinte, consumir o dobro de informação em cada ciclo de relogio e conseguia brincar com placas de tambem 32 bits.
  • 1989: Microprocessador 486(TM) DX

    1989: Microprocessador 486(TM) DX
    Esta foi a geração seguinte na historia do processador. Passou-se de uma computação de linha de comandos para uma de apontar-e-picar. O processador 486TM foi o primeiro a oferecer um coprocessador matemático built-in, o que acelarava bastante a computação de complexas funções matemáticas no processador central. E ainda era muito mais rapido. Este chip foi puxado até aos 120 MHz.
  • 1993: Microprocessador Pentium

    1993: Microprocessador Pentium
    A Intel levou o PC ao nível dos 64 bits com este processaor. É composto por 3.3 milhões de transistors e trabalha a 100 milhóes de instruções por segundo (MIPS). O Pentium® permitiu aos computadores mais facilmente operar sobre data tal como a fala, o som, a escrita e a fotografia. O próprio nome Pentium® tornou-se uma palavra quase que doméstica pouco depois da sua introdução.
  • 1995:Processador Pentium® Pro

    1995:Processador Pentium® Pro
    Lançado no outono de 1995, o Pentium® Pro foi desenhado para servidores e correr aplicações de 32-bit, permitindo CAD (computer-aided design), engenharia mecanica e computação cientifica mais rápida. Cada Pentium® Pro era construido conjuntamente com um chip de acelaração da memória cache. O poedroso Pentium® Pro tinha 5.5 milhões de transistors.
  • 1997: Pentium® II Processor

    1997: Pentium® II Processor
    Os 7.5 milhões de transistor do Pentium II já incorporam a tecnologia MMX (MultiMedia eXtensoins), a qual foi desenvolvida especialmente para processar video, audio , dados gráficos de um modo eficiente. É empacotado com um chip de memória cache super-rápido num inovador cartucho Single Edge Contact (SEC) que conecta com a placa-mãe por uma única extremidae, por oposição aos multiplos pinos.
  • Anos 2000: a era de 64 bits

    Anos 2000: a era de 64 bits
    Tanto a AMD quanto a Intel trabalhavam em seus próprios projetos de CPUs de 64 bits, mas quem venceu a disputa foi mesmo a AMD, com o x86-64, que mais tarde foi renomeado para AMD64. Isso aconteceu, principalmente, pelo fato de a AMD ter evoluído diretamente o x86-32, enquanto que a Intel tentou criar algo novo, do zero.
  • Pentium 4 e Pentium D

    Pentium 4 e Pentium D
    Em 2002, a Intel lançou o Pentium 4, processador que podia alcançar clocks muito altos, chegando até a 3,8 GHz em condições especiais. Os últimos modelos dessa linha também incluíam a tecnologia Hyperthreading (HT), funcionalidade que fazia um processador físico trabalhar como se fossem duas CPUs lógicas.
  • 2006: Intel Core

    2006: Intel Core
    Em 2006, a Intel inicia a sua linha Core, para consumidores que precisam de mais poder de processamento. Faz parte dessa linha o modelo Core 2 Duo, que demonstra uma capacidade incrível se comparado com os dual-core anteriores da empresa. Na mesma época, foi lançada a versão Pentium Dual Core, que apesar de trazer uma boa relação custo-benefício, se mostra inferior ao Core 2 Duo.
  • Period: to

    EVOLUCÃO DOS PROCESSADORES

    EVOLUCÇÃO DOS PROCESSADORES