República do Brasil

  • Period: to

    1º Período não democrático

    Considera-se como período não democrático aqueles reinados ou mandatos que não foram conquistados por voto direto, ou por voto viciado, tais como o voto censitário, voto de cabresto, política de rotatividade entre oligarquias - Política Café com Leite - períodos de Ditadura.
  • Proclamação da República

    A República do Brasil foi proclamada no dia 15 de novembro de 1889 pelo Marechal Deodoro da Fonseca, por meio de um golpe militar.
  • Period: to

    República Velha

    A República Velha é dividida em dois momentos: a República da Espada e a República Oligárquica.
    A Espada abrange os governos dos marechais Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto. Marcado por crises, como a do Encilhamento, e por conflitos, como a Revolução Federalista e a Revolta da Armada.
    A Oligárquica foi marcada pelo controle político sobre o governo federal pela oligarquia cafeeira paulista e pela elite rural mineira, na conhecida “política do café com leite”.
  • Fim do Governo provisório

    Deodoro formula a primeira constituição republicana e forma o Congresso Nacional Constituinte, um ano depois da proclamação da República.
    A nova constituição foi aprovada, e no dia 25 de fevereiro de 1891 o Marechal Deodoro da Fonseca é eleito presidente do Brasil pelo colégio eleitoral, formado por senadores e deputados federais.
    Ao mesmo tempo, o Marechal Floriano Peixoto foi eleito vice-presidente da república.
  • Golpe de Estado de Deodoro da Fonseca

    Deodoro deu um golpe de estado, dissolveu o Congresso, lançou um "Manifesto à Nação". Tropas militares cercaram os prédios do Legislativo e prenderam líderes da oposição. A imprensa foi posta sob censura e foi decretado estado de sítio no país.
  • Renúncia do Marechal Deodoro da Fonseca

    Sob ameaça de bombardeio da Armada, Deodoro renunciou.
  • Period: to

    O Marechal de Ferro

    O Marechal Floriano Peixoto achou necessário governar pela força, devido aos inúmeros problemas enfrentados pela nação. Com isso ganhou o apelido de "Marechal de Ferro".
    Floriano enfrentou protestos da oposição que não o aceitava como presidente, pois queria a convocação de novas eleições.
    Em 1893 ainda enfrentou mais 2 revoltas:
    1) A Revolta Federalista do Rio Grande do Sul
    2) A 2ª Revolta da Armada.
    Floriano usou de violência para acabar com as duas.
  • Primeira revolta da Armada

    Primeira revolta da Armada, quando o Almirante Custódio de Melo ameaçou bombardear a cidade do Rio de Janeiro, caso Deodoro não renunciasse. Não suportando a pressão, principalmente com a ameaça da Armada e temendo uma guerra civil, Deodoro renunciou em 3 de novembro de 1891, deixando a presidência para o seu vice, Marechal Floriano Peixoto.