História da Física para Leigos

  • 370

    a. C. - Atomistas Gregos

    a. C. - Atomistas Gregos
    Leucipo de Mileto e Demócrito de Abdera formulam as primeiras hipóteses sobre os componentes essenciais da matéria - OS ÁTOMOS! Trazem a ideia de que o Universo é formado por átomos e pelo vácuo. Os átomos são sólidos e podem ser divididos, mas não podem ser vistos; eles se movimentam no vácuo.
  • 370

    a. C. - O GRAVE Aristóteles

    a. C. - O GRAVE Aristóteles
    O filósofo formula hipóteses sobre o movimento. Reflete sobre a queda dos corpos pesados (chamados então de "graves", daí a origem da palavra GRAVIDADE) e traz a ideia de geocentrismo, utilizada, depois, durante toda a Idade Média.
  • 370

    a. C. - A Hidrostática de Arquimedes

    a. C. - A Hidrostática de Arquimedes
    O estudo do equilíbrio dos líquidos!
    Todo corpo mergulhado em um fluído recebe um impulso de baixo para cima (empuxo) igual ao peso do volume de fluído deslocado. Os corpos mais densos do que a água afundam e os mais leves flutuam.
    Arquimedes descobriu essa relação TOMANDO BANHO! Ao entrar em uma banheira, percebeu que o volume de água deslocada era o mesmo volume de seu corpo. Ao fazer a descoberta, saiu gritando pelas ruas a famosa frase: "EUREKA, EUREKA!", que quer dizer "ACHEI! ACHEI!".
  • 370

    a. C. - Yin e Yang

    a. C. - Yin e Yang
    Os chineses explicaram o Universo como sendo o resultado do equilíbrio de forças opostas. Yin e Yang significam "lado sombreado e ensolarado da montanha", simbolizando forças opostas que se manifestam em todos os fenômenos naturais. Quando um diminui, o outro aumenta. Essa noção de simetria dinâmica dos opostos é retomada no início do século XX com a Teoria Quântica.
  • Dec 14, 1510

    Copérnico Revolucionário

    Copérnico Revolucionário
    O polonês declara que a Terra não é o centro do Universo e sim apenas UM entre outros planetas que giram em torno do Sol, rompendo com o Geocentrismo. Esse é o princípio do Heliocentrismo: todos os planetas giram em torno do Sol em órbitas circulares. Copérnico enfrenta a oposição da Igreja Católica e acaba tornando a Física um campo de estudo específico. As ideias de Copérnico desencadeiam as descobertas telescópicas de Galileu e a teoria sobre as leis de movimentos dos planetas, de Kepler.
  • Os Clássicos da Física

    Os Clássicos da Física
    O século XVII foi impactante para a Física, e os holandeses contribuíram muito para isso: Stevin desenvolve a hidrostática, Huygens estuda a óptica e cria teorias sobre a propagação da luz, descrevendo a luz como uma onda. Mais tarde, chega a vez dos ingleses: Newton fundamenta a Teoria Geral da Mecânica e da Gravitação Universal.
  • A Termodinâmica e a máquina a vapor

    A Termodinâmica e a máquina a vapor
    Estudo as relações entre calor e trabalho, baseada em dois princípios: o da conservação de energia e o de entropia. Estes princípios são a base de máquinas a vapor, turbinas, motores de combustão interna, motores a jato e máquinas frigoríficas. É em torno do desempenho dessas máquinas que o engenheiro francês Sadi Carnot estabelece uma das mais importantes sistematizações da termodinâmica, delimitando a transformação de energia térmica (calor) em energia mecânica (trabalho).
  • O Eletromagnetismo - Oersted e Faraday

    O Eletromagnetismo - Oersted e Faraday
    O dinamarquês Hans Oersted relaciona fenômenos elétricos aos magnéticos ao observar como a corrente elétrica alterava o movimento da agulha de uma bússola. Michel Faraday inverte a experiência de Oersted e verifica que os magnetos exercem ação mecânica sobre os condutores percorridos pela corrente elétrica e descobre a indução eletromagnética, que terá grande aplicação nas novas redes de distribuição de energia.
  • Estrutura do Átomo - Dalton e Thomson

    Estrutura do Átomo - Dalton e Thomson
    John Dalton começa a apresentar sua teoria de que a cada elemento químico corresponde um tipo de átomo. Neste ano, com a descoberta do elétron, o átomo deixa de ser uma unidade indivisível como se acreditava desde a Antiguidade. Joseph John Thomson descobre o elétron ao estudar os raios X e raios catódicos, e identifica partículas de massa muito pequena. Conclui que o átomo não é indivisível mas composto por partículas menores.
  • A Era Quântica

    A Era Quântica
    Com a nova lógica sobre a estrutura do átomo, Max Planck é quem define o conceito fundamental da nova teoria - o quanta. Planck afirma que as trocas de energia não acontecem de forma continua e sim em doses, que ele chama de quanta. A introdução do conceito de descontinuidade subverte o princípio do filósofo alemão Wilhelm Leibniz (1646-1716), "natura non facit saltus" (a natureza não dá saltos), que dominava todos os ramos da ciência na época.
  • Modelo Quântico do átomo

    Modelo Quântico do átomo
    Elaborado por Niels Bohr (1885-1962), o modelo quântico do átomo mostra que os elétrons estão distribuídos em níveis de energia característicos de cada átomo. Ao absorver um quanta de energia, um elétron pode pular para outro nível e depois voltar a seu nível original, emitindo um quanta idêntico.
  • A dualidade quântica

    A dualidade quântica
    A teoria da mecânica quântica oferece um conjunto de prováveis respostas. No lugar do modelo planetário de átomo, com elétrons orbitando em volta de um núcleo, propõe um gráfico que indica zonas onde eles têm maior ou menor probabilidade de existir. Toda matéria passa a ser entendida segundo uma ótica dual: pode se comportar como onda ou como partícula. É o rompimento definitivo com a mecânica clássica, que previa um universo determinístico.
  • Princípio da Incerteza

    Princípio da Incerteza
    Werner Heisenberg formula um método para interpretar a dualidade, o princípio da incerteza. Segundo ele, pares de variáveis interdependentes como tempo e energia, velocidade e posição, não podem ser medidos com precisão absoluta. Quanto mais precisa for a medida de uma variável, mais imprecisa será a segunda. "Deus não joga dados", dizia Albert Einstein, negando os princípios na nova mecânica.