LINHA DO TEMPO SOBRE A MÚSICA E SEU ENSINO DO BRASIL COLÔNIA ATÉ O ANO DE 1950

Timeline created by facebooker_254648359580992
In History
  • Period: 1549 BCE to 1950 BCE

    LINHA DO TEMPO SOBRE A MÚSICA E SEU ENSINO DO BRASIL COLÔNIA TÉ O ANO DE 1950

  • 1549

    CHEGADA DOS JESUITAS AO BRASIL

    Utilização da música como atrativos para os índios e como ferramenta de catequese.
  • Cantata Profana

    É produzida por autor desconhecido a primeira cantata profana no Brasil, chamada "Herói, Egrégio, Douto, Peregrino".
  • Escola do Canto de Órgão

    Pe. Caetano de Melo Jesus Escreve a obra "A /escola do /canto de Órgão".
  • Luis Alvares Pinto

    Luis Alvares Pinto publica a obra didática "A Arte de Solfejar".
  • Luis Alvares Pinto - Segunda obra

    Luis Alvares Pinto publica sua segunda obra didática: "O Músico e o Moderno Sistema para Solfejar sem Confusão". Surge a primeira citação do solfejo heptacordal.
  • José Mauro Nunes Garcia

    José Mauro Nunes Garcia escreve a antífona "Tota Pulcra es Maria", primeira obra a lhe dar algum retorno financeiro.
  • Irmandade de Santa Cecília

    José Maurício Nunes Garcia e alguns amigos fundam a Irmandade de Santa Cecília, espécie de sindicato de professores de música que manteve o monopólio das atividades musicais no Rio de Janeiro.
  • Chegada da Família Real ao Brasil

    A chegada da família real ao Brasil provoca profunda transformação na vida musical da colônia.
  • Imperial Conservatório de Música

    Foi criado o Imperial Conservatório de Música, que somente em 1848 passaria a funcionar efetivamente.
  • Instituto Nacional de Música

    O imperial Conservatório de Música foi substituído pelo Instituto Nacional de Música.
  • Conservatório Carlos Gomes

    Fundação do Conservatório Carlos Gomes em Belém do Pará.
  • Instituto de Música da Bahia

    Fundação do Instituto de Música da Bahia.
  • Heitor Villalobos

    Heitor Villalobos assume o cargo de diretor do ensino artístico da prefeitura do Distrito Federal.
  • Canto Orfeônico

    Com Villalobos o ensino do canto orfeônico passou a ser obrigatório no Distrito Federal. Posteriormente a obrigatoriedade estendeu-se a todo o território nacional.
  • SEMA - Superintendência de Educação Musical e Artística

    Villalobos assume a SEMA - Superintendência de Educação Musical e Artística, cuja missão era realizar a orientação, planejamento e desenvolvimento do estudo da música nas escolas de todos os níveis.