Histórico das trilhas sonoras para o cinema

Timeline created by mairaber
In Music
  • Surge a música programática através da Primeira Sinfonia Descritiva intitulada: Sinfonia Fantástica – Hector Berlioz

    Surge a música programática através da Primeira Sinfonia Descritiva intitulada: Sinfonia Fantástica – Hector Berlioz
    glossarioMúsica programática é aquela que tem por objetivo evocar ideias ou imagens extramusicais na mente do ouvinte, representando musicalmente uma imagem, uma cena, um estado de ânimo.
  • Primeiro poema sinfônico na obra: Tasso Lamento e Triunfo – Franz Liszt

    Exemplo-audição: Sinfonia Dante de Liszt: Exemplo de poema sinfônico. O poema sinfônico é um exemplo de música programática.: http://www.youtube.com/watch?v=tiElvzlH4jY. Esse poema descreve o Inferno, o Purgatório e o Paraíso. Características da música programática: um tema musical caracteriza determinad
  • Invenção do Gramofone por Thomas Edison

    Invenção do Gramofone por Thomas Edison
    Surge a possibilidade de se realizar um registro sonoro, ou seja, ouvir uma performance através de uma gravação, provocando mudanças significativas na forma de captar, amplificar, criar, arranjar, produzir, gravar e distribuir música. Antes disso a música só podia ser ouvida enquanto os músicos tocavam ou cantavam.
  • 1890 - Máquina de cinema - Quinetoscópio

    1890 - Máquina de cinema - Quinetoscópio
    Na década de 1890, Thomas Alva Edison construiu a primeira máquina de cinema, o quinetoscópio.
  • Cinematógrafo

    Cinematógrafo
    Os irmãos franceses Louis e Auguste Lumière chegaram ao cinematógrafo, invento que era ao mesmo tempo câmera, copiadora e projetor e que é o primeiro aparelho que se pode qualificar autenticamente de cinema. Produziram também uma série de curtas-metragens, no gênero documentário, com grande êxito. O cinema era chamado mudo e a música era tocada ao vivo por pianistas ou violinistas, improvisando de acordo como “sentiam” as imagens.
  • Novas funções para o cinema

    Em 1896, o ilusionista francês Georges Méliès demonstrou que o cinema servia não apenas para registrar a realidade, mas também para torná-la divertida ou falseá-la. Realizou uma série de filmes que exploravam o potencial narrativo do novo meio e rodou o primeiro grande filme a ser exibido, cuja projeção durou cerca de 15 minutos: L’affaire Dreyfuss (O caso Dreyfuss, 1899).
  • VITAPHONE

    VITAPHONE
    1926: VITAPHONE – projetor com uma vitrola acoplada. Primeiro filme sonoro produzido pela Warner Brothers: The Jazz Singer, com Al Jolson. Sincronizava um filme a um disco de 33 rotações.
  • Surgimento do MOVIETONE

    Surgimento do MOVIETONE
    Aperfeiçoamento do VITAPHONE, surgindo o MOVIETONE que imprimia o som na própria película. Dúvidas surgidas na época: O que fazer com o som? Onde ele pode ajudar na narrativa? Até onde ele é apenas mais um elemento decorativo, como a cenografia? Tudo isso foi respondido na prática. Uma lenta evolução levou o cinema a encontrar uma forma ideal de utilizar o som de maneira apropriada à sua linguagem.
  • Trilha do filme King Kong

    Trilha do filme King Kong
    Trilha do filme King Kong de Max Steiner (1888-1971). Tornou-se um dos mais requisitados compositores do cinema. Escreveu, entre outros, E o vento levou, Jezebel e Casablanca.
  • Primeira composição musical realizada sem partitura

    Primeira composição musical realizada sem partitura, mas apenas gravada. John Cage compôs Imaginary Ladscape Nº1.
  • Produção de Fantasia - Walt Disney

    Produção de Fantasia - Walt Disney
    Trecho de FantasiaWalt Disney na produção Fantasia mostra a todos a imensa capacidade significante da música, fazendo, talvez pela primeira vez no cinema, com que a ação dos personagens animados no desenho seja subordinada à narrativa da música. Em outras palavras, o roteiro de Fantasia é a própria música. Exemplo: Trecho de Fantasia: Em sua trilha sonora foi utilizada música erudita de compositores famosos como Bach, Schubert, Tchaikovsky, Beethoven.
  • Pierre Schaeffer compôs uma obra musical sem utilizar partitura

    Pierre Schaeffer compôs uma obra musical sem utilizar partitura
    Pierre Schaeffer compôs uma obra musical sem utilizar partitura. Gravou, transformou e organizou os sons e chamou a esse processo de música concreta em oposição à música abstrata (registrada em partitura).
  • Anos 50 e as trilhas dos filmes

    Anos 50 e as trilhas dos filmes
    A partir dos anos 50 algumas trilhas encaixam tão bem no espírito de alguns filmes que os diretores passam a contratar oficialmente o compositor para todas as suas produções.
  • Anos 60 e a música popular como trilha

    Anos 60 e a música popular como trilha
    Surgiu o primeiro programa de síntese sonora por computador e a partir de então, novos métodos de sínteses por computador foram sendo implementados, oferecendo uma gama de timbres cada vez maior, e a música passou a ser produzida também através do computador. Na década de 1960 a música popular entra como trilha sonora de filmes.
  • Anos 70- trilha sonora com canções e rock 'n roll

    Anos 70- trilha sonora com canções e rock 'n roll
    As canções e o rock'n roll entram para sempre na trilha sonora de filmes em forma de musicais. Exemplos: Hair, Jesus Christ Superstar, descendentes de West Side Story, Os anos 70 e 80 praticamente exploraram toda a vertente pop da música, até como clima subjacente,
  • Fime Guerra nas Estrelas

    Fime Guerra nas Estrelas
    Exemplo clássico de sons eletrônicos nas trilhas sonoras no filme Guerra nas Estrelas, com trilha sonora de John Williams.
  • Anos 80 - Filmes Amadeus e ET

    Anos 80 - Filmes Amadeus e ET
    No final da década de 1980, filmes como Amadeus e ET, trazem a partitura orquestral à narrativa do cinema, concomitante à música pop e à canção-tema do filme. Assim, ambas coexistem em muitas produções, cuja necessidade estética varia de filme para filme.
  • Uso dos sintetizadores

    Uso dos sintetizadores
    Década marcada pelo uso de sintetizadores. Vangelis compõe a trilha sonora para o filme Carruagens de Fogo que ganhou um Óscar como melhor trilha.
  • Uso da computação gráfica

    Uso da computação gráfica
    Década de 1990 em diante. Marcada pelo uso da computação gráfica, junto aos sintetizadores.
  • Filme Alexandre

    Filme Alexandre
    Vangelis compõe a trilha sonora para o filme Alexandre, do diretor Oliver Stone.
  • Filme Up – Altas Aventuras

     Filme Up – Altas Aventuras
    O filme Up – Altas Aventuras (2009) ganha o Óscar de melhor trilha sonora, composta por Michael Giacchino.