Dox2

Expansão Portuguesa

  • 1415

    Conquista de Ceuta

    Conquista de Ceuta
    Uma armada com 212 navios saiu de Faro a 7 de agosto de 1415. D. João I, determinado a conquistar Ceuta, comandava uma expedição militar com mais de 20 mil homens. Apanhados de surpresa, os mouros não resistiram e a cidade foi facilmente tomada.
  • 1418

    Descoberta do Arquipélago da Madeira

    Descoberta do Arquipélago da Madeira
    As Ilhas do arquipélago da Madeira já seriam conhecidas antes da chegada dos europeus no séc.XIV. Em 1418 a Ilha do Porto Santo foi redescoberta por João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira. Mais tarde estes navegadores juntamente com Bartolomeu Perestrelo chegaram à Ilha da Madeira na noite de 1 de julho de 1419. Eram Ilhas desabitadas com grande importância estratégica por se encontrarem próximas da Costa africana e terem fortes potencialidades económicas.
  • 1427

    Descoberta do arquipélago dos Açores

    Descoberta do arquipélago dos Açores
    O arquipélago dos Açores foi descoberto em 1427, por Diogo Silves. Até 1439 foram descobertas 7 das nove ilhas: S. Maria, Terceira, S.Jorge, Faial, Pico, S.Miguel e Graciosa. A Ilha das Flores e do Corvo em 1452 por Diogo de Tave um escudeiro do Infante D. Henrique. As Ilhas dos Açores foram muito importantes pois eram um local de passagem quando se atravessava o oceano Atlântico. Lá as naus podiam reabastecer de água e outros mantimentos no seu caminho para o Brasil, Índia, África entre outros.
  • 1433

    A Passagem do cabo Bojador

    A Passagem do cabo Bojador
    A primeira passagem pelo cabo deve-se ao navegador português Gil Eanes, em 1433. O desaparecimento de embarcações que anteriormente o tinham tentado contornar levou ao mito da existência de monstros marinhos. O Cabo Bojador era conhecido como Cabo do Medo. A 25 quilómetros da costa do cabo, em alto mar, a profundidade é de apenas dois metros, provavelmente devido ao assoreamento provocado por milhares de anos de tempestades de areia sopradas pelo deserto do Saara.
  • 1446

    Descoberta e Conquista da Guiné

    Descoberta e Conquista da Guiné
    Guiné um nome genérico dado à África negra que se estendia para lá do cabo bojador.Os portugueses, descobriram a Guiné Bissau,em 1446. Em 1479 é fundada em Cacheu (cidade da Guiné).Portugal estabeleceu uma série de enclaves e feitorias na costa africana para tentar manter o controlo de uma extensa rota marítima.A presença portuguesa em África também foi motivada pela captura de escravos e pela procura de metais preciosos.
  • 1458

    Conquista de Alcácer Ceguer

    Conquista de Alcácer Ceguer
    A conquista da praça marroquina de Alcácer Ceguer aos muçulmanos foi organizada pelo rei D. Afonso V em 1458. A praça foi conquistada mas a sua manutenção foi sempre muito difícil. A conquista de Alcácer Ceguer provou a fragilidade do império marroquino e mostrou a tendência expansionista portuguesa, abrindo caminho às novas conquistas que se seguiriam naquela região (Tânger e Arzila). A praça de Alcácer Ceguer foi abandonada pelos portugueses em 1550.
  • 1460

    Chegada à Serra Leoa

    Chegada à Serra Leoa
    O português Pedro de Sintra descobriu as costas do país, que fazia parte do reino dos Sapes, em 1460. O nome do país foi dado pelo explorador luso, que chamou Serra Leoa a um monte e a toda a costa por ele descoberta. O nome deriva da semelhança que a serra tinha com uma leoa ao ser avistada ao longe do mar. Para além disso, o trovejar na época das chuvas assemelhava-se ao rugido do animal.
  • 1460

    Descoberta de Cabo Verde

    Descoberta de Cabo Verde
    O arquipélago de Cabo Verde foi descoberto durante as viagens da Expansão Marítima portuguesa, provavelmente na segunda metade do sec.XV, quando voltavam da Guiné.Dois anos depois ,os primeiros colonos portugueses fixaram-se na ilha de Santiago.Futuramente o arquipélago serviria, como centro de armazenamento de escravos que eram enviados de África para as plantações no continente americano.
    São várias as pessoas indicada ou que se auto-proclamam como descobridores do arquipélago de Cabo Verde.
  • 1471

    Chegada a São Tomé

    Chegada a São Tomé
    Os navegadores João de Santarém e Pedro Escobar descobrem as ilhas de São Tomé e Príncipe, desabitadas. A colónia viria a tornar-se num dos primeiros produtores de cacau do mundo. Estas ilhas no Golfo da Guiné passariam também a ser um importante entreposto comercial de escravos.
  • 1471

    Conquista de Arzila e Tanger

    Conquista de Arzila e Tanger
    Ainda hoje há alguns vestígios da ocupação portuguesa em Arzila, cidade marroquina da costa atlântica, tomada pelas tropas de D. Afonso V em 1471. Conquista de Arzila enquadra-se na política de expansão ultramarina portuguesa e ocorre na segunda metade do séc. XV, após o desastre de operação em Tânger, onde inúmeros portugueses - entre os quais o infante D. Fernando - ficaram cativos. A coroa portuguesa enviou diversas famílias judías espanholas para Arzila ,com o fim de a colonizar.
  • 1479

    Assinatura do tratado de Alcáçovas

    Assinatura do tratado de Alcáçovas
    A rivalidade entre Portugal e Castela sobre o domínio das terras descobertas cedo se fez sentir. Ainda no séc.XIV, estas reivindicaram a soberania sobre as ilhas canárias e áreas do litoral africano, gerando conflitos e questões diplomáticas. A dificuldade de resolver essas questões conduziu à necessidade de intervenção do papa, principal autoridade reconhecida internacionalmente. Em 1479, foi assinado o tratado de alcáçovas - divide a terra através de um paralelo traçado a sul das Canárias.
  • 1483

    Chegada dos portugueses ao Zaire e conquista de Angola

    Chegada dos portugueses ao Zaire e conquista de Angola
    Os portugueses, sobre o comando de Diogo Cão,no reinado de D.João II, chegam ao Zaire por volta de 1483. É a partir daqui que se iniciará a conquista dos portugueses desta região de África incluindo Angola.O primeiro passo foi estabelecer uma aliança com o reino do Congo,que dominava toda a região.A sul deste reino existiam dois outros, o reino de Ncongo e o reino da Matamba, os quais não tardam a fundir-se, para dar origem ao reino de Angola.
  • 1488

    Passagem do Cabo da Boa Esperança

    Passagem do Cabo da Boa Esperança
    O cabo da Boa Esperança ou primitivamente conhecido como cabo das Tormentas localiza-se a sul da Cidade do Cabo e a oeste da baía Falsa, na província do Cabo Ocidental, na África do Sul. Foi descoberto pela primeira vez em 1488 pelo navegador português Bartolomeu Dias. Contam as crónicas da época que, como foi avistado depois de vários dias em que os marinheiros sofreram violentas tempestades (tormentas), aquele navegador lhe pôs o nome de cabo das Tormentas.
  • 1494

    Tratado de Trodesilhas

    Tratado de Trodesilhas
    O tratado de Tordesilhas,assinado na povoação castelhana em 7 de Junho de 1494,foi um tratado celebrado entre o reino de portugal e a coroa de Castela para dividir as terras «descobertas e por descobrir» por ambas as coroas fora da Europa. este tratado surgiu na sequência da contestação portuguesa às pretensões da coroa de Castela, resultantes da viagem de Cristóvão Colombo que um ano e meio antes chegará ao chamado novo mundo,reclamando-o oficialmente para Isabel, a católica.
  • 1498

    Descoberta do caminho marítimo para a Índia

    Descoberta do caminho marítimo para a Índia
    Em 1498, o navegador Vasco da Gama descobriu o caminho marítimo para a Índia. Esta descoberta permitiu o comércio direto das especiarias e dos produtos de luxo orientais, bem como o desenvolvimento das trocas comerciais à escala Mundial. Vasco da Gama encontrou, em Calecute, uma terra que se revelava muito desenvolvida, com uma intensa atividade mercantil. A chegada dos portugueses não foi muito bem sucedida no íncio, por desentendimentos entre Vasco da Gama e o chefe de Calecute.
  • 1500

    Descoberta do Brasil

    Descoberta do Brasil
    A esquadra comandada por Pedro Álvares Cabral, dirigia-se para a Índia, mas, pelo caminho, descobriu o Brasil. Está descoberta é por vezes referida como acidental, mas muitos historiadores discordam pois acreditam que o desvio foi intencional por já saberem da existência do novo continente.
    Antes de dobrar o Cabo da Boa Esperança o comandante da esquadra, Pedro Álvares Cabral, fez um desvio no Atlântico que o levou à Costa do Brasil, onde aportou a 22 de abril de 1500.