TÓPICOS ESPECIAIS EM POLÍTICA DE SAÚDE

Timeline created by facebooker_10157954946960208
In History
  • NOVA ERA

    Século XX, o início das políticas públicas de saúde do Brasil, um novo século, novos ideias, desenvolvimentos, oportunidades e progressos.
  • Epidemias

    Epidemias
    Cólera, Malária, Febre Amarela ,
  • Santa Casa

    Santa Casa
    As Santas Casas de Misericórdia são uma dessas entidades que se destinaram a prestar assistência médica às pessoas. As santas casas foram, durante décadas, a única opção de acolhimento e tratamento de saúde para quem não tinha condições financeiras; os atendimentos eram realizados por freiras; fundadas pelos religiosos e, num primeiro momento, conectadas com a ideia de caridade.
  • OSWALDO CRUZ

    OSWALDO CRUZ
    Oswaldo Cruz foi nomeado Diretor-Geral de Saúde Pública. Utilizando o Instituto Soroterápico Federal como base de apoio técnico-científico, deflagrou suas memoráveis campanhas de saneamento. Seu primeiro adversário: a febre amarela, extinguiu a dualidade na direção dos serviços de higiene.
    Oswaldo Cruz iniciou sua luta contra a peste bubônica. A campanha previa a notificação compulsória dos casos, isolamento e aplicação do soro nos doentes, vacinação nas áreas mais problemáticas
  • Revolta da Vacina

    Revolta da Vacina
    Osvaldo cruz foi nomeado como secretario da saúde no Rio de janeiro. Suas intervenções para barrar as epidemias foram: vacinas obrigatórias, intensificação do saneamento na cidade, melhorias nas condições de higiene dos habitantes, porém a população se revoltou com a obrigatoriedade da vacina, surgindo assim a revolta da vacina, mas foi em vão, pois a vacinação não parou.
  • criação do instituto de Patologia Experimental de Manguinhos

    Criação do Instituto de Patologia Experimental de Manguinhos (atual Instituto Oswaldo Cruz), onde foram estabelecidas normas e estratégias para o controle dos mosquitos, vetores da febre amarela (Decreto nº 1.802, de 12/12/1907).
  • Nova direção do instituto Oswaldo Cruz

    Carlos Chagas assumiu a direção do Instituto Oswaldo Cruz, em 14 de fevereiro de 1917.
  • Reforma Carlos Chagas

    Instituiu a Reforma Carlos Chagas, que ampliou as atividades de cooperação com estados, por meio da Diretoria de Saneamento e Profilaxia Rural (Decreto nº 15.003, de 15/9/1921).
  • Centro de Saúde no Brasil

    Centro de Saúde no Brasil
    Dr. Geraldo Horácio de Paula Souza foi responsável por criar o primeiro centro de saúde no Brasil.
  • SESP

    Nos anos 40 iniciou o programa para combater às epidemias recorrentes no interior do país e preparar profissionais para o trabalho de saúde pública. Nessa mesma década, os hospitais se modernizaram e havia médicos de várias especialidades.
  • Avanço na saúde

    I CONGRESSO NACIONAL DE SAÚDE
  • Empresas médicas

    insatisfeitas com o atendimento dos Institutos de Aposentadorias e Pensões (IAPs), algumas empresas promoveram a medicina de grupo que eram constituídas por empresas privadas de serviços de saúde que vendiam convênios médicos empresariais.
  • Ministério da Saúde

    Getúlio Vargas, com o objetivo de fortalecer as ações em saúde pública, medicina preventiva e a medicina para todos, criou o ministério da saúde através da Lei nº 1.920, de 25/7/1953.
  • Movimento Popular de Saúde

    Movimento Popular de Saúde
    A população protestava contra a pouca atenção do governo relacionada a saúde da população, recursos arrecadados pelo governo eram destinados os serviços privado. Com isso, eclode Movimento Popular de Saúde, surgiu na periferia com participação dos trabalhadores da saúde, estudantes e professores, onde o intuito de pleitear melhorias na saúde, principalmente na atenção básica, buscando alternativas para a assistência hospitalar.
  • SIM

    Implantação do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM).
  • União de Programas do Governo

    O SINPAS (Sistema Nacional de Previdência e Assistência Social) é mais um novo programa do governo federal unindo os Órgão de Assistência Médica (INAMPS), Órgão de Aposentadorias e Pensões (INPS), sendo os recursos financeiros do sistema administrados pelo IAPAS.
  • 8° Conferencia Nacional da Saúde

    8° Conferencia Nacional da Saúde
    A 8º conferencia da saúde foi marcante para a criação de um novo modelo de sistema para a saúde da população com uma das proposta seria a participação da população controlada pela sociedade através dos conselhos de saúde garantindo os direitos à saúde na constituição com princípios que iriam orientar o surgimento de um novo sistema, o Sistema Único de Saúde (SUS).
  • Institucionalização do SUS

    Institucionalização do SUS
    A Constituição Federal define Art. 196 a 200 "Saúde é direito
    de todos e dever do Estado".
  • leis Orgânicas de Saúde

    leis Orgânicas de Saúde
    Em 1990, a regulamentação do SUS é aprovada com as leis 8.080/90 e a 8.142/90. Mesmo com leis o sistema de saúde estava sucateada.
  • Programa Saúde da Família

    Programa Saúde da Família
    Em 1994, o governo lança o programa saúde da família prestando assistência à família de forma individual. Atualmente, ainda em condições precárias, houve grandes avanços no SUS.
  • ANVISA

    ANVISA
    Criação da Agencia Nacional de Vigilância Sanitária. É uma agencia vinculada ao Ministério da Saúde com a função de proteção a saúde agindo através de controle sanitário regulamentado e fiscalizando a distribuição e comercialização de alimentos e fármacos.
  • Terceirização do SUS

    Terceirização do SUS
    Mesmo após a luta e conquista pelo SUS, o governo estuda até hoje a implantação de uma grande reforma para a terceirização da saúde, passando a sua gestão para as entidades privadas, prometendo assim melhorias no atendimento à população.
  • Politica social

    Com o passar do tempo o SUS foi se estruturando, promovendo pesquisas, produzindo e disponibilizando vacina, medicamentos e realizando transplantes para toda a população.
  • Povo indígena

    Povo indígena
    Aprovada a Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas (Portaria GM/MS nº 254, de 31/1/2002).
  • SAMU

    SAMU
    Criação do Serviço de Atendimento Móvel e Urgência. É um serviço móvel de pré- atendimento hospitalar por meio de um telefonema. o atendimento é realizado com a finalidade de agilizar situações de agravos e urgência.
  • PNAB

    Portaria/MS nº 648, de 28 de março de 2006, aprova a criação do PNAB, que tem como objetivo presar serviços basais à família em território definido e controle social, cuja atuação fica sob responsabilidade de uma equipe especializada (agentes comunitários da atenção básica + agentes sanitários)