TBTLaguna

Timeline created by TBTLaguna
In History
  • 1538

    Carta Franciscana

    Carta Franciscana
    Os missionários franciscanos tinham por obrigação escrever em suas cartas, os relatos de suas atividades na missão, que eram periodicamente, enviados a Portugal e Roma. A primeira experiência mais organizada de evangelização de que temos notícia no Brasil, deu-se entre 1538 a 1548, no litoral de Santa Catarina, na localidade denominada "Mbyaçá", atual cidade de Laguna, entre os índios Carijós. Em 1537 zarpava da Espanha em direção ao Paraguai a frota de Alonso Cabrera.
  • Batismo de Fogo de Anita Garibaldi

    Batismo de Fogo de Anita Garibaldi
    Ocorreu na batalha entre os Imperiais, contra os Republicanos na Praia do Porto em 4 de novembro de 1839, onde hoje está instalado o Porto de Imbituba (na época fazia parte de Laguna). No auge da Revolução Farroupilha, navegando em direção a Laguna, o vento e a forte neblina, tornou impraticável o acesso a Barra de Laguna. Por segurança, Giusepe Garibaldi na companhia de Anita e seus soldados, e a bordo dos barcos "Rio Pardo", "Caçapava" e "Seival", decidiram atracar em Imbituba.
  • Tomada da Laguna

    Tomada da Laguna
    Em 15 de novembro de 1839, as forças de Garibaldi, sabendo das movimentações das tropas imperiais, e de um possível ataque, preparam-se para a defesa de suas posições. Na entrada da barra, foram fundeadas barcaças cheias de pedra, servindo como muralhas flutuantes e ao longo do canal os mais resistentes navios que os revoltosos contavam: Itaparica, Rio-Pardo, Caçapava, Lagunense, Seival e Sant'ana. Nas margens, 1200 homens armados os apoiavam.
  • Jerônimo Coelho

    Jerônimo Coelho
    Nasceu em Laguna no dia 30 de setembro de 1806, foi jornalista, militar, e é considerado o mais destacado político catarinense do século XIX, de acordo com Oswaldo Rodrigues Cabral (historiador). Filho de Francisca Lino do Espírito Santo e de Antônio Francisco Coelho (Juiz Ordinário da Câmara de Laguna), seguiu a carreira militar, participando ativamente da vida política da Província e do Império.
  • Giuseppe Garibaldi

    Giuseppe Garibaldi
    Conhecido como "herói de dois mundos", devido à sua participação em conflitos na Europa e na América do Sul. Giuseppe Garibaldi, nasceu em Nizza (hoje Nice, na França), em 4 de julho de 1807, não se conhece muito da infância, sabe-se que aos oito anos teria salvo do afogamento, uma lavadeira, o primeiro salvamento de uma série constante na sua vida, de pelo menos doze. Em 1814, sua casa foi demolida como parte da expansão do porto e a família se mudou.
  • Ponte da Estrada de Ferro Tereza Cristina

    Ponte da Estrada de Ferro Tereza Cristina
    Ponte da Estrada de Ferro Tereza Cristina, (Ponte Ferroviária das Laranjeiras ou de "Cabeçuda"), era 18 de julho de 1882 quando pela primeira vez um trem percorreu o trajeto Imbituba/Laguna. Após a descoberta do carvão mineral no Sul de Santa Catarina, a região ficou na rota do desenvolvimento nacional, assim foi preciso encurtar a distância entre as minas e os portos, então em 1880, o império brasileiro concedeu os direitos de construção e exploração da ferrovia para a Inglaterra.
  • Mercado Público Municipal

    Mercado Público Municipal
    Foi inaugurado em 1897, na rua Gustavo Richard (antiga rua da Praia), na administração do coronel Antônio Pinto da Costa Carneiro, então Superintendente Municipal (cargo correspondente hoje em dia ao de prefeito). Foram construtores da edificação Rodolpho Sabatine e Gervásio Bortoluzzi.
  • Igreja Matriz Santo Antônio dos Anjos

    Igreja Matriz Santo Antônio dos Anjos
    Na foto feita nos primeiros anos de 1900, pode-se observar a Igreja Matriz na extrema esquerda, o Campo do Manejo (futuro Jardim Calheiros da Graça ou Jardim do Chafariz como é conhecido), ainda aparecem na foto no plano principal 3 casas, a primeira de José Goulart Rollin, onde mais tarde seria construída a nova sede do Clube Blondin, a segunda o Palacete de João Monteiro Cabral, e na esquina ao lado, a antiga sede do Clube Congresso Lagunense, construída em 1897.
  • Palacete Polidoro Santiago

    Palacete Polidoro Santiago
    Foi erguido em 1904 pelo primeiro administrador do Porto de Laguna, o engenheiro Polidoro Santiago, nome dado, mais tarde, à casa construída por ele. O prédio com suas paredes erguidas a barro e óleo de baleia, possui um valor arquitetônico singular, e é Patrimônio Histórico tombado pelo município.
  • Centro Histórico

    Centro Histórico
    Esse era o cenário para quem chegasse em Laguna em 1906. Ainda sem o cais, é bem provável que em dias de maré cheia, as águas chegavam a bater onde hoje se encontra a Rua Gustavo Richard.
  • Rua da Paixão

    Rua da Paixão
    Este era o caminho do Centro para o Magalhães, ainda sem o aterro e cais. No centro da foto pode-se observar o casarão do Capitão Francisco Fernandes Martins, onde hoje é o Colégio Stella Maris. A extrema direita aparece o Iate Clube Laguna. À esquerda, a encosta do Morro, hoje chamado de Peralta, na rua Calheiros da Graça.
  • Lagoa Santo Antônio dos Anjos - Barco Seival

    Lagoa Santo Antônio dos Anjos - Barco Seival
    Na foto tirada no dia 5 de julho de 1908 podemos ver o Seival, embarcação que protagonizou a maior façanha náutica da Revolução Farroupilha (1839). A embarcação tinha 12 toneladas, e era comandada pelo irlandês John Griggs ou como era conhecido "João Grandão", junto com o lanchão "Rio Parto", este de 18 toneladas, cujo comando seria de Garibaldi, foram os dois primeiros barcos da frota a serem construídos.
  • Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos

    Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos
    Os primeiros documentos demonstrando movimento para criação de uma casa de saúde, datam do dia 03/04/1855, quando o Presidente da Província de SC, sancionou uma lei autorizando a criação do primeiro hospital do Sul do Estado, denominado São Francisco de Assis. A primeira reunião tratou das providências necessárias para urgente instalação do hospital provisório, já que havia ameaça de cólera.
  • Molhes da Barra

    Molhes da Barra
    Entre 1901 e 1903, iniciam as obras para a construção dos Molhes da Barra, bem como, ampliação da estrada de ferro, ambos trouxeram para a cidade uma nova fase de prosperidade, impulsionadas especialmente pela 1ª Guerra Mundial, a qual, ao impor limitações à importação na Europa, dinamiza o mercado do carvão nacional. O minério vinha diretamente das minas de carvão, existentes nas cidades de Urussanga, Criciúma e Lauro Muller.
  • Gripe Espanhola

    Gripe Espanhola
    Laguna também sofreu a pandemia da chamada Gripe Espanhola. Os primeiros casos se deram em 4 de novembro de 1918. Calcula-se em 130 o número de mortos, entre adultos e crianças. As vítimas fatais eram de cinco a dez pessoas diariamente. Do Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos, saíam pela manhã, em carroças em direção aos cemitérios, dezenas de corpos das pessoas falecidas à noite.
  • Museu Anita Garibaldi

    Museu Anita Garibaldi
    No dia 24 de julho de 1839, as forças farroupilhas, com a ajuda de Giuseppe Garibaldi, político e militar revolucionário italiano, tomaram a Vila e proclamaram a República Juliana ou também conhecida como República Catarinense. O fato ocorreu no Edifício de Câmara e Cadeia (como era conhecido na época), que abrigava no piso superior a Câmara de Vereadores e no térreo, o corpo da Guarda Municipal.
  • Centro Histórico

    Centro Histórico
    Foi no ano de 1676, em 29 de julho, data de fundação da cidade, que o bandeirante vicentista Domingos de Brito Peixoto chegou em Laguna. Por ser devoto ao Santo Antônio, ele batizou o lugar como Santo Antônio dos Anjos de Laguna, em relação ao encontro da água do mar com a lagoa. Sua primeira providencia foi a construção de uma capelinha, construída de pau a pique, onde hoje, está a atual Igreja Matriz Santo Antônio dos Anjos.
  • Vapor Max (Centro Histórico)

    Vapor Max (Centro Histórico)
    Em agosto de 1920 atracava nas docas do centro histórico o Vapor Max. Adquirido na Alemanha em 1897, pela empresa Cia. de Navegação Hoepcke, foi o primeiro navio da empresa e fazia a linha regular, entre Laguna e Florianópolis. A Cia. de Navegação Hoepcke foi uma empresa de navegação brasileira, fundada em 1895, por Carl Franz Albert Hoepcke, que imigrou da Alemanha para o Brasil, com 19 anos, em 1863.
  • Usina Elétrica

    Usina Elétrica
    Nas cidades da região carbonífera, a CBCA (Cia Brasileira Carbonífera Araranguá) do Grupo Lage, também concessionária da Estrada de Ferro, colocou em operação pequenas Usinas Termo Elétricas que tinham o carvão como combustível. Construída em 1904, no centro histórico, a antiga usina de energia é uma edificação típica da arquitetura de uso industrial, com janelas amplas, que colaboravam para a ventilação.
  • Sociedade Recreativa União Operária (Diretoria)

    Sociedade Recreativa União Operária (Diretoria)
    Fundada em 9 de fevereiro de 1903, por Pedro Jerônimo do Nascimento, Bonifácio Jesuíno Alves, Lucidonio Sypriano e Antônio Felisberto da Rosa, que também eram membros da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Na foto, aparecem os membros da diretoria e filiados. Entre as décadas de 1920/1950, os grupos profissionais mais representativos, eram os operários e os marítimos, mas a associação reunia também, trabalhadores manuais, comerciantes e funcionários públicos.
  • Vapor Laguna (Encalhe)

    Vapor Laguna (Encalhe)
    Dia 24 de outubro de 1921, era manhã de segunda-feira, a cidade se preparava para receber o navio Laguna, proveniente do Rio de Janeiro, que realizava este trajeto de cabotagem há muitos anos. Algumas pessoas, amigos e familiares dos passageiros já se dirigiam ao cais do centro da cidade para recepção, como era de costume. O Posto Semáforo situado no Morro do Pau do Sinal (hoje Morro da Glória), já assinalava a aproximação da embarcação à barra dos molhes e seu adentramento.
  • Regata na Lagoa Santo Antônio dos Anjos

    Regata na Lagoa Santo Antônio dos Anjos
    No registro o 2º Páreo da Regata do Centenário na Lagoa Santo Antônio dos Anjos, onde o Vencedor foi Clube de Regatas Náuticas Almirante Lamego.
  • Desfile Cívico

    Desfile Cívico
    Há 98 anos atrás, no dia 7 de setembro de 1922, este era o cenário do Desfile Cívico nas proximidades da Igreja Matriz Santo Antônio dos Anjos. Ainda podemos observar no meio da foto a Antiga sede do Clube Congresso Lagunense e a sua esquerda o Palacete de João Monteiro Cabral (hoje Banco do Brasil).
  • Vapor Max (Docas)

    Vapor Max (Docas)
    Adquirido na Alemanha em 1897, pela empresa Cia. de Navegação Hoepcke, foi o primeiro navio a vapor da empresa e fazia a linha regular, entre Laguna e Florianópolis. A Cia. de Navegação Hoepcke foi uma empresa de navegação brasileira, fundada em 1895, por Carl Franz Albert Hoepcke, que imigrou da Alemanha para o Brasil, com 19 anos, em 1863. Fizeram parte deste complexo naval o Estaleiro Arataca, os navios Max, Meta, Anna, Carl Hoepcke e muitas outras embarcações.
  • Estação Ferroviária - Revolução

    Estação Ferroviária - Revolução
    Na foto as tropas chegam à cidade, no dia da revolução que colocou Getúlio Vargas na presidência do Brasil (1930 - 1945). A estação ferroviária que aparece na foto, foi construída alguns anos antes, no lugar dela hoje está o supermercado Angeloni.
  • Clube Congresso Lagunense

    Clube Congresso Lagunense
    A primeira sede do Clube Congresso Lagunense foi inaugurada em 27 de janeiro de 1889. Por volta de 1894, a sede foi movida para um novo casarão, na Praça Vidal Ramos. Já em 1934, foi inaugurado um novo espaço para o clube, no mesmo terreno, mas em um edifício novo, com estilo eclético e noções modernas de requinte e conforto. Esse é o imóvel que aparece na foto ainda em construção, e que será restaurado e reformado pelo Iphan.
  • Fábrica de Cigarros

    Fábrica de Cigarros
    A empresa "Manufatura de Fumos e Cigarros Euzébio Nunes & Cia", foi a primeira fabricante de cigarros lagunense. Na foto, aparecem três embalagens, das cinco marcas que a empresa trabalhava, eram elas: Sarita, Siri, Bocanegra, Alaska e Nevada. Os maços eram produzidos em caixas de 20 cigarros e por muitos foi testado, visando seu aprimoramento.
  • Ponte Henrique Lage

    Ponte Henrique Lage
    Foi inaugurada em 1º de Setembro de 1934. Inicialmente ferroviária, logo foi transformada em estrada para poder melhorar o fluxo de veículos que em determinadas épocas, já congestionava. Serviu de transporte de passageiros e carvão, retirado das minas de Lauro Muller e escoado pelos portos da Laguna e de Imbituba. Existiam três tipos de trens: passageiros, misto e o trem somente de carga.
  • Docas (Centro)

    Docas (Centro)
    No dia 24 de setembro de 1934, atracava nas docas do centro histórico, o vapor com a Caravana Liberal, chefiada pelo Dr. Nereu Ramos, este, que foi fundador e primeiro presidente do PLC (Partido Liberal Catarinense). Nascido em Lages, no dia 3 de setembro de 1888, Nereu de Oliveira Ramos, foi advogado, político, e o único catarinense que presidiu o Brasil.
  • Auto Viação Glória

    Auto Viação Glória
    A primeira viagem de ônibus em Laguna aconteceu em 1935, tendo como destino a cidade de Imbituba. A linha era operada pela empresa Auto Viação Glória, uma das pioneiras no transporte lagunense, fundada em 1933, de propriedade de Manoel Florentino Machado. A primeira frota intermunicipal da empresa, era composta por "Jardineiras" Chevrolet a Gasolina, eram 5 ao total, e funcionaram até os anos 40.
  • Depósito de Carvão (Centro)

    Depósito de Carvão (Centro)
    Na foto podemos observar um depósito de carvão, localizado no Centro, entre a "Paixão" e o Mercado Público, este, que aparece no meio da foto, logo abaixo do carimbo da E.F. Thereza Christina. A descoberta do carvão mineral no Sul de Santa Catarina deixou a região na rota do desenvolvimento nacional. Para isso foi preciso criar um caminho que encurtasse a distância entre as minas e os portos de Laguna e Imbituba.
  • Escola de Educação Básica Ana Gondin

    Escola de Educação Básica Ana Gondin
    Mantida pelo Estado e administrada pela Secretaria de Estado da Educação (SED), iniciou suas atividades em 19 de abril de 1935, como Grupo Escolar, atendendo na época, 130 alunos de 1ª a 4ª série. A Escola recebeu este nome, por sugestão do jornalista José Duarte Freitas, em homenagem a Ana Amaral Gondin, Dona “Nininha”, como era conhecida, eminente professora, que residia no bairro Magalhães e que era descendente de franceses.
  • Córa Magalhães Rocha

    Córa Magalhães Rocha
    Ainda em comemorações ao Dia Internacional da Mulher (8), conheçam Córa Magalhães Rocha, a primeira mulher lagunense aprovada em exame de direção, e a obter carteira de motorista de automóvel em nossa cidade, isso em 1937, onde a mulher vinha tentando conquistar espaço numa sociedade ainda extremamente machista e patriarcal.
  • Mercado Público

    Mercado Público
    Foi inaugurado em janeiro de 1897 proporcionando aos comerciantes que trabalhavam próximos ao cais um espaço fechado e coberto para realizar seus negócios. Quarenta e dois anos depois, no dia 20 de agosto de 1939, num domingo chuvoso de vento sul, um incêndio assusta a cidade. Era 23h, o fogo destrói o Mercado Público, na foto ele aparece já em ruinas, restando apenas as paredes externas. Na época, o secretário de Justiça do Estado, Ives de Araújo, apontou como um incêndio criminoso.
  • Capitania dos Portos

    Capitania dos Portos
    Em primeiro de julho de 1940, foi inaugurado o prédio da atual Delegacia, às margens da lagoa de Santo Antônio dos Anjos. Na foto o registro do prédio ainda em construção. A Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna têm o propósito de contribuir para a orientação, coordenação e controle das atividades relativas à Marinha Mercante e Organizações correlatas, no que se refere à segurança da navegação, e à segurança nacional, salvaguarda da vida humana e prevenção da poluição hídrica.
  • Antiga Estação Rodoviária

    Antiga Estação Rodoviária
    Construída na década de quarenta pelos construtores Paulo e Pedro Mendonça e inaugurada em 1945, durante a gestão do prefeito Giocondo Tasso (01/03/36 a 02/01/48), a Antiga Estação Rodoviária do município, situada na Rua Gustavo Richard, foi durante anos plataforma de embarque e desembarque de passageiros. O terminal resistiu até os anos oitenta, sendo derrubado em 1988, por inibir a visibilidade de alguns casarões da Rua Gustavo Richard, no Centro Histórico.
  • Sociedade Musical Carlos Gomes

    Sociedade Musical Carlos Gomes
    Sociedade Musical Carlos Gomes é uma importante entidade para a Cultura Nacional, sendo uma das bandas musicais mais antigas do Brasil em atividade. Na foto da década de 40, vemos a banda dia 7 de setembro, em um desfile cívico no Centro Histórico em frente a Igreja Matriz. A Sociedade surgiu pela campanha abolicionista em 8 de abril de 1882, depois de sancionada a Lei do Ventre Livre, como Sociedade Musical “Santa Cecília” (Padroeira dos Músicos).
  • Depósito de Carvão (Centro)

    Depósito de Carvão (Centro)
    Em 1940, para quem fazia o trajeto Centro/Magalhães, este seria o cenário do local hoje conhecido como "Paixão". Na foto datada do dia 22 de outubro de 1940, podemos observar os depósitos de carvão que aguardavam serem escoados via transporte marítimo. Ainda podemos observar um navio a vapor, muito utilizados na época, que faziam o transporte de carga e pessoas no sistema de "Cabotagem" que é a navegação entre portos de um mesmo país.
  • Mar Grosso - Avião da Empresa TABA

    Mar Grosso - Avião da Empresa TABA
    Avião da Empresa TABA sobrevoando o antigo Aeroporto de Laguna que se localizava no Mar Grosso.
  • Molhes da Barra

    Molhes da Barra
    Podemos observar na foto, um Navio a Vapor saindo em direção a boca da barra, e na extrema esquerda, ainda podemos ver os guindastes utilizados na construção do molhes norte.
    .
    O Porto de Laguna na época era a única alternativa para o escoamento de carvão da região, porém o problema na entrada da barra inviabilizava a passagem de navios de grande calado que, inicialmente, deveria trazer os pesados materiais para a construção da ferrovia e, em seguida, exportar o carvão.
  • Monumento ao Trabalhador

    Monumento ao Trabalhador
    Dia 1º de Maio, comemora-se o dia do Trabalhador, nesse contexto foi erguido na rótula de entrada ao Porto lagunense, entre os bairros Magalhães e Mar Grosso, o imponente Monumento ao Trabalhador. Foi uma homenagem ao Presidente Getúlio Vargas, que havia assinado em 16 de setembro de 1939, através do Decreto nº 11.676, a criação do Porto Carvoeiro da Laguna.
  • Navio Guaratan (Porto)

    Navio Guaratan (Porto)
    Em 19 de abril de 1943 aportava por aqui, o navio cargueiro Guaratan, que chegou carregado de farinha. Ligado principalmente à Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), de Volta Redonda (RJ), fazia parte da frota dos navios carvoeiros/farinheiros, os famosos "Guarás", (Guararema, Guaratuba, Guarapuava e Guaraú).
  • Lagoa Santo Antônio dos Anjos

    Lagoa Santo Antônio dos Anjos
    Em abril de 1948, começaram a operar dois hidroaviões PBY-5 na rota Laguna/SC até Rio de Janeiro. Conseguindo a concessão do Departamento de Aviação Civil (DAC) para operar uma rota sul pelo litoral até Porto Alegre, os dois hidroaviões da empresa TABA, com suas amerissagens e descolagens, levavam os lagunenses para o Rio de Janeiro e outros destinos como Florianópolis, Araranguá, Itajaí e São Francisco do Sul.
  • Porto Carvoeiro Laguna - Navio Si Brodin

    Porto Carvoeiro Laguna - Navio Si Brodin
    Em 29 de fevereiro de 1948, aportava o navio de bandeira sueca "Si Brodin" de 91 metros, que mereceu o registro, por ser o maior navio estrangeiro à aportar no Porto lagunense.
  • Sambaqui da Carniça

    Sambaqui da Carniça
    Localizado na Carniça, próximo a Campos Verdes, chegou a ter mais de 20 metros de altura. "Sambaqui" procede do termo tupi, tãba (conchas), e ki (amontoado). Conhecidos também como concheiros são depósitos construídos por grupos pescadores-caçadores coletores pré-coloniais, sendo recorrentes no litoral sul de Santa Catarina e que povoaram a região.
  • Cine Teatro Mussi

    Cine Teatro Mussi
    O Cine Teatro Mussi, foi inaugurado em 17 de dezembro de 1950, com a exibição do filme “A Valsa do Imperador. Projetado pelo arquiteto suíço Wolfgang Ludwig Rau (1916-2009), a pedido do proprietário, João Mussi, começou a ser construído em 4 de abril de 1947. Contava com 970 lugares, três apartamentos residenciais e oito salas comerciais.
  • Balsa

    Balsa
    Desde os anos 50 a balsa faz a ligação entre a Ilha e o Centro da Cidade, na foto a travessia de um ônibus da Empresa Santo Anjo da Guarda, linha Florianópolis/Porto Alegre.
  • Praça Lauro Müller

    Praça Lauro Müller
    Na foto tirada onde hoje se encontra a Praça Lauro Müller, vemos em primeiro plano a Casa Pinto D'Ulysséa (dir) e logo ao fundo a Fonte da Carioca, isso em meados de 1953. Casa Pinto D'Ulysséa: Uma casa branca e janelas azuis, com azulejos pintados a mão (importados de Portugal), leva o visitante para uma cidade portuguesa do século 18.
  • Bairro Mar-Grosso

    Bairro Mar-Grosso
    Esta era vista para quem chegasse no "novo bairro" Mar-Grosso em meados de 1953. Ainda com pouquíssimas casas ao pé do morro e sem o conglomerado de prédios que é hoje.
  • Monumento Nossa Senhora da Glória

    Monumento Nossa Senhora da Glória
    O monumento localizado no Morro da Glória, ponto mais alto de Laguna, com seus 126 metros de altura, foi idealizado pelo padre Gregório Warmeling e construído pelo casal alemão Alfredo Itaege e Elisa Faccio Itaege (presentes na foto), foi inaugurado em 31 de maio de 1953. Possui 14 metros de altura: a imagem tem oito, o pedestal quatro e as nuvens em gesso branco dois metros. A distância entre os braços abertos é de 4,70 metros.
  • Flamengo Futebol Clube

    Flamengo Futebol Clube
    A foto do dia 20 de 1954, mostrava a equipe juvenil do Flamengo Futebol Clube, de Laguna, Santa Catarina, fundada em 22 de Maio de 1949. Time uniformizado com o técnico (camisa T) e o massagista (camisa M), apesar da base recém formada, em suas duas pelejas iniciais, derrota os quadros da mesma categoria, do Ferroviário de Tubarão, por 4x0 e Hercílio Luz, por 2x1. Infelizmente não possuímos os nomes dos componentes da equipe.
  • Farol de Santa Marta

    Farol de Santa Marta
    No dia 11 de junho de 1891, as 17h 06min 21seg, uma luz foi acesa inaugurando e transformando uma pacata vila de pescadores. Considerado o maior farol das Américas, na famosa "Esquina do Atlântico", o Farol de Santa Marta é um lugar com "energia própria". Na foto de 1956 tirada da Prainha, podemos observar os barcos a remo, que até hoje ainda são utilizados no cerco da tainha na pesca artesanal. Nessa época o local era frequentado quase que exclusivamente por pescadores e suas família.
  • Sociedade Musical Carlos Gomes

    Sociedade Musical Carlos Gomes
    A Sociedade Musical Carlos Gomes, surgiu pela campanha abolicionista em 8 de abril de 1882, depois de sancionada a Lei do Ventre Livre, como Sociedade Musical “Santa Cecília” (Padroeira dos Músicos). Após a assinatura da abolição da escravatura denominou-se “13 de Maio”, e em 1896, Sociedade Musical Carlos Gomes, nome que até hoje conserva, em homenagem ao autor do clássico brasileiro “O Guarany”.
  • Palacete de João Monteiro Cabral

    Palacete de João Monteiro Cabral
    Considerado o prédio residencial mais bonito da Laguna, o palacete construído por João Monteiro Cabral no fim do século XIX era uma construção em cantaria, com seis altas janelas de estilo ogival, três de cada lado da porta principal, à qual se chegava subindo uma pequena escada com degraus laterais.
  • Colégio Stella Maris

    Colégio Stella Maris
    O Colégio Stella Maris é destaque na área da educação na Congregação da Divina Providência. Na foto da década de 60, podemos ver a capela, páteo, abrigo interno e refeitório. Aos fundos, a construção da ala sul, onde estariam as salas de música e pintura, dormitórios do internato e gabinete odontológico. Em 1895, por solicitação do Padre (Monsenhor) Francisco Topp, a congregação enviou para o Brasil seis irmãs, mais especificamente para Tubarão e Blumenau.
  • Bairro Magalhães (Vila Vitória)

    Bairro Magalhães (Vila Vitória)
    Na foto, podemos observar acima, a lagoa, ainda sem aterramento, onde hoje é a Vila Vitória. A primeira tentativa de invasão aconteceu dia 20/06/1992, na área aterrada as margens da lagoa Santo Antônio dos Anjos, aterro este, por conta da lagoa estar passando pelo processo de desassoreamento desde 1980. Estes sedimentos foram depositados em suas margens, formando novos terrenos. A idéia inicial era de se implantar uma área de lazer para o município, o que acabou não acontecendo.
  • Monumento Anita Garibaldi

    Monumento Anita Garibaldi
    A ideia de homenagear Anita com um monumento surgiu em 1955, quando o Clube 12 de Agosto, de Florianópolis, realizou um evento solene em homenagem aos 106 anos de morte da heroína. Enfrentando muitas dificuldades prosseguiram na arrecadação de fundos. O governador da época, Celso Ramos, apoiou o movimento com a abertura de um crédito especial para a confecção da estátua.
  • Bandinha Maluca

    Bandinha Maluca
    Relembrando a essência do Carnaval Lagunense, não podemos deixar de lado a famosa Bandinha Maluca e os Palhaços de Momo. Ganhou esse nome, por sua característica de desfilar mudando abruptamente de direção, fazendo a alegria de crianças e adultos em uma louca correria. Na foto datada do dia 20 de fevereiro de 1965, podemos ver sentado no capô, o Rei Momo, Antônio Ramos Fortes, com sua “trupe” devidamente fantasiada e com seus instrumentos em punho, prontos para a festa.
  • Cine Roma

    Cine Roma
    Foi inaugurado em 22 de agosto de 1965, com exibição na estréia, do filme “O Espadachim Vingador”, título original "Drakut il vendicatore", filme de origem italiana, com duração de 93 minutos e dirigido por Luigi Capuano, (sinopse: O ciúme de um primo real que transforma amor em ódio entre uma rainha cigana e uma princesa). Juntamente com o Cine Mussi, o Cine Roma era parte fundamental na divulgação da cultura cinematográfica.
  • Igreja Nossa Senhora dos Navegantes

    Igreja Nossa Senhora dos Navegantes
    Foi inaugurada em 28 de janeiro de 1979, tendo como vigário o padre José Benjamim Cipriano. Na foto, aparece o início das obras de ampliação para a nova Matriz. As pessoas que viajavam pelo mar pediam proteção à Nossa Senhora para retornarem aos seus lares. Maria era vista como protetora das tempestades e demais perigos que o mar oferecia, assim, a primeira estátua foi trazida de Portugal junto com os navegadores para o Brasil.
  • Farol de Santa Marta

    Farol de Santa Marta
    Hoje destino certo de surfistas e turistas, na foto vemos o morro que desce para Praia do Cardoso (ainda com estrada de chão e pouquíssimas construções), também observamos a esquerda uma possível Surf Trip de Kombi.
  • Enchente

    Enchente
    Durante todo o mês de março de 1974, choveu bastante na região, mas foi no penúltimo final de semana (dias 23 e 24), que a chuva não deu trégua, causando uma enchente devastadora, e levando a marca de maior catástrofe da história de Santa Catarina. Em Laguna muitos bairros e localidades ficaram embaixo d’água. No Centro, a lagoa após transbordar e ultrapassar o cais, invadiu as ruas, avenidas, casas e comércios.
  • Tratado de Tordesilhas

    Tratado de Tordesilhas
    O monumento alusivo ao Tratado de Tordesilhas, foi projetado pelo arquiteto e historiador suíço, radicado no Brasil, Wolfgang Ludwig Rau, foi inaugurado no dia 7 de junho de 1975, e está localizado próximo à estação rodoviária, em frente ao Centro Administrativo Tordesilhas. O tratado firmado em 4 de junho de 1494 (526 anos atrás) entre Portugal e Espanha na cidade espanhola de Tordesilhas, tinha como objetivo resolver os conflitos territoriais no final do século XV.
  • Mirante de Nossa Senhora da Glória

    Mirante de Nossa Senhora da Glória
    Com seus 126 metros de altura, o Morro da Glória é o ponto mais alto de Laguna. Do local é possível avistar boa parte da cidade: praias, lagoas, bairros, etc. No alto do morro está edificada a imagem de Nossa Senhora da Glória. O monumento foi idealizado pelo padre Gregório Warmeling e construído pelo casal alemão Alfredo Staege e Elisa Faccio Staege, inaugurado em 31 de maio de 1953.
  • Farol de Santa Marta

    Farol de Santa Marta
    Considerado o maior das Américas, o Farol de Santa Marta é um lugar com "energia própria". As 17h 06min 21seg do dia 11 de junho de 1891, uma luz foi acesa inaugurando e transformando uma pacata vila de pescadores. Foi projetado pelos franceses Barbier Bernard e Turenne. Seu maquinário e o globo ótico também vieram da França. Em sua construção, foi utilizado barro, areia, pedras e óleo de baleia. Aliás, o farol é a maior estrutura do mundo, construída inteiramente com óleo de baleia.
  • Bairro Mar-Grosso

    Bairro Mar-Grosso
    Esta era a vista para quem chegasse no bairro Mar Grosso em Abril de 1978, podemos observar a beira mar ainda pouco habitada, e o único prédio existente era o Hotel Ravena, que aparece quase no meio da foto a direita.
  • Navio Malteza S

    Navio Malteza S
    Madrugada fria de sábado, dia 26 de maio de 1979, o Navio de bandeira grega Malteza S, encalha a menos de 300 metros da areia na Praia do Gi. A mensagem de S.O.S enviada pelo navio, foi captada pelo Salvamar Sul, que repassou a mensagem para o Rebocador de Alto Mar Tritão R-21, esse, por estar no Porto do Itajaí, chegou rápido ao local.
  • Calçadão (Mar Grosso)

    Calçadão (Mar Grosso)
    A Rua Tubarão, conhecida por ser a rua do antigo Calçadão, na praia do Mar Grosso, já foi o local de maior concentração de público, turistas e também palco de grandes shows.
    .
    Era o point da vida diurna e noturna na época. Neste espaço, tinham bares e restaurantes como o Zebrão, Baleia Branca, Sambão, Top-Top, Phissura, Caipiroska e Kreps do Carlinhos, entre outros. Em seu entorno haviam ainda, algumas lojas e um mini shopping.
  • Balsa

    Balsa
    A empresa Laguna Navegação, realiza o trajeto de travessia do Canal da Lagoa Santo Antônio dos Anjos, desde os anos 50, num percurso de aproximadamente 15 minutos, entre o bairro Magalhães até a SC-100.
    .
    A "Região da Ilha", como é conhecida, compreende as comunidades do Farol de Santa Marta, Cigana, Canto da Lagoa, Campos Verdes, Carniça, Teresa, Galheta, Ipuã, Cardoso, Madre de Baixo, Passagem e Ponta da Barra.
  • Guarnição da Polícia Militar

    Guarnição da Polícia Militar
    Quem solicitasse a ajuda da Guarnição Especial da Polícia Militar de Laguna em 1986, era atendido por estes soldados. Na foto ainda vemos as viaturas utilizadas na época, Fiat 147, Volkswagen Fusca, Fiat Panorama e Volkswagen Kombi, integravam a frota militar.
  • Flipper

    Flipper
    Flipper - 1993 - Em 1984, o pescador Euclides Neto (Tido), recebeu uma encomenda para que capturasse um filhote de boto. Foi então que, jogando sua rede no Molhes da Barra, ele consegue capturar um filhote de aproximadamente 2 anos de idade. Após a captura, foi levado para o Oceanório, instalado na praia do Itararé em São Vicente (SP). Na época, o ato foi autorizado pela Superintendência de Desenvolvimento da Pesca de São Paulo (SUDEPE).
  • Praça do Mosaico (Mar Grosso)

    Praça do Mosaico (Mar Grosso)
    "Fronteira, Fonte, Foz" é o nome do trabalho realizado pela artista plástica paulistana Carmela Gross, como parte do Projeto Fronteiras, organizado pelo Itaú Cultural em 2001. Sua forma triangular e alongada tem uma área aproximada de 1.600 m², toda pavimentada por pedras petit-pavé, brancas e pretas.