Prof. Dinei - HISTÓRIA - A REPÚBLICA VELHA - 1889/1930

Timeline created by facebooker_3297803306911431
In History
  • 09 DE NOVEMBRO DE 1889 - O ÚLTIMO BAILE DA MONARQUIA

    09 DE NOVEMBRO DE 1889 - O ÚLTIMO BAILE DA MONARQUIA
    Em 09 de novembro de 1889, a Monarquia brasileira dá a sua última festa de luxo para 4500 pessoas na Ilha Fiscal, RJ, ignorando as conspirações republicanas que aconteciam simultaneamente.
  • ENQUANTO ISSO NO CLUBE MILITAR BENJAMIN CONSTANT CONSPIRA

    ENQUANTO ISSO NO CLUBE MILITAR BENJAMIN CONSTANT CONSPIRA
    Na mesma data em que a Monarquia realizava sua última festa, no Clube Militar, também no RJ, militares se reuniam sob a liderança de Benjamim Constant e decidiram que a República deveria ser implantada em lugar da Monarquia, o que aconteceu dia 15 de novembro, SEIS dias depois da festa na Ilha Fiscal.
  • A PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA

    A PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
    Em 15 de novembro de 1889, enfraquecida e sem respaldo social, principalmente de setores importantes da sociedade brasileira, a Monarquia é foi deposta por um golpe militar liderado pelo Marechal Deodoro da Fonseca e arquitetado por Benjamim Constant, positivista e autor da divisa "Ordem e Progresso" na Bandeira Nacional do Brasil.
  • AS FASES DA REPÚBLICA

    AS FASES DA REPÚBLICA
    A partir da queda da Monarquia e início da República, podemos dividir esse período em duas fases: A República da Espada e a República Oligárquica. A fase da República da Espada tem esse nome devido ao fato de ter sido governada por dois militares: Deodoro da Fonseca e Marechal Floriano Peixoto.
  • O ENCILHAMENTO - RUI BARBOSA

    O ENCILHAMENTO -  RUI BARBOSA
    Baseado no sistema bancário norte-americano, Rui Barbosa estabeleceu uma política monetária focada na livre emissão de créditos monetários. Desta forma, para estimular a industrialização e o desenvolvimento de novos negócios, os bancos passariam a liberar empréstimos livremente às pessoas, sem mesmo saber de suas reais condições de pagamento. Esta política ficou conhecida como encilhamento. Disponível em:https://brasilescola.uol.com.br/historiab/encilhamento.htm
  • A PRIMEIRA CONSTITUIÇÃO REPÚBLICANA

    A PRIMEIRA CONSTITUIÇÃO REPÚBLICANA
    A PRIMEIRA CONSTITUIÇÃO REPUBLICANA
    A criação de três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário;
    A separação entre o Estado e religião. O clero católico deixaria de receber subvenção do Estado e os casamentos civis passaram a ser feitos pelo estado e não mais pela igreja.;
    A liberdade de culto;
    A garantia do ensino primário obrigatório, laico e gratuito;
    A instituição do voto universal para cidadãos alfabetizados;
    A criação do Poder Legislativo bicameral.
  • REPÚBLICA DA ESPADA - DEODORO DA FONSECA

    REPÚBLICA DA ESPADA - DEODORO DA FONSECA
    Deodoro da Fonseca foi nomeado para presidir o governo provisório da República. Com a Constituição de 1891, ele foi eleito pelo Congresso e continuo presidente. Em meio a forte disputa política com grupos rivais às suas práticas autoritárias, Deodoro RENUNCIA em 23 de novembro de 1891 e em seu lugar assume seu vice e oposicionista, Marechal Floriano Peixo.
  • A REPÚBLICA DA ESPADA - MARECHAL FLORIANO PEIXOTO

    A REPÚBLICA DA ESPADA - MARECHAL FLORIANO PEIXOTO
    A visão política de Floriano, ainda que moderada, visava a uma nação centralizada em um governo encabeçado pelos militares.
    As ações tomadas por Floriano Peixoto na contenção de ambos os movimentos renderam-lhe o apelido de “marechal de ferro”. Essas revoltas foram a Revolução Federalista e a Revolta da Armada.
    -Revolução Federalista (1893-1895):resultou na morte de 10 mil pessoas;
    -Revolta da Armada (1893-1894):foi uma rebelião de grupos da Marinha que tentavam derrubar o governo de Floriano;
  • REVOLUÇÃO FEDERALISTA

    REVOLUÇÃO FEDERALISTA
    Com a participação dos revoltosos da Revolta da Armada, ocorrida no mesmo ano e derrotada no Rio de Janeiro, a Revolução Federalista aconteceu no Sul do Brasil, e tinha como objetivo a disputa pela presidência do Estado do RS. Foi derrota por Floriano Peixoto em 24 de Junho de 1895.
  • REVOLTA DA ARMADA (MARINHA) - 1893

    REVOLTA DA ARMADA (MARINHA) - 1893
    A insatisfação se dava pelo fato do presidente Floriano Peixoto apoiar o candidato civil Prudente de Morais nas próximas eleições. Dessa forma, os navios da Armada se dirigiram mais uma vez à Baía de Guanabara para impor uma nova ameaça de bombardeio à cidade do Rio de Janeiro. Contudo, ao contrário da primeira vez, Floriano resistiu ao levante com a aquisição de outros navios de guerra e o apoio dos paulistas.
  • REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - 1894 - PRUDENTE DE MORAIS

    REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - 1894 - PRUDENTE DE MORAIS
    No ano de 1894, os grupos oligárquicos, principalmente a oligarquia cafeeira paulista, estavam articulando para assumir o poder e controlar a República. Os paulistas apoiaram Floriano Peixoto. Dessa aliança surgiu o candidato eleito nas eleições de março de 1894, Prudente de Morais, filiado ao Partido Republicano Paulista (PRP). A partir de então, o poder político brasileiro ficou restrito às oligarquias agrárias paulista e mineira, de 1894 a 1930.
  • GUERRA DE CANUDOS

    GUERRA DE CANUDOS
    Ocorrida entre 1896 e 1897, seu desfecho foi a derrota dos sertanejos e cerca 20 mil mortos.
    Canudos era uma pequena aldeia que surgiu durante o século 18 às margens do rio Vaza-Barris. Com a chegada de Antônio Conselheiro em 1893 passou a crescer vertiginosamente, em poucos anos chegando a contar por volta de 25 000 habitantes. Antônio Conselheiro rebatizou o local de Belo Monte, apesar de estar situado num vale, entre colinas.
  • REVOLTA DA VACINA

    REVOLTA DA VACINA
    Em junho de 1904, Oswaldo Cruz motivou o governo a enviar ao Congresso um projeto para reinstaurar a obrigatoriedade da vacinação em todo o território nacional. Apenas os indivíduos que comprovassem ser vacinados conseguiriam contratos de trabalho, matrículas em escolas, certidões de casamento, autorização para viagens etc.Isso serviu de catalizador para um episódio conhecido como Revolta da Vacina. O saldo total de 945 prisões, 461 deportados, 110 feridos e 30 mortos em menos de duas semanas.
  • REVOLTA DA CHIBATA - 1910

    REVOLTA DA CHIBATA - 1910
    O estopim para o início da revolta ocorreu quando Marcelino Rodrigues Menezes, punido com 250 chibatadas sem direito a tratamento médico. A Revolta da Chibata foi um motim realizado por insatisfação dos marujos brasileiros com os castigos físicos que sofriam na Marinha brasileira no começo do século XX. O castigo físico em questão era a chibatada, praticada pela Marinha contra todos os marujos que violassem as regras da corporação. https://brasilescola.uol.com.br/historiab/revolta-chibata.htm
  • GUERRA DO CONTESTADO

    GUERRA DO CONTESTADO
    A Guerra do Contestado aconteceu no Sul do Brasil entre 1912 e 1916, na divisa entre Paraná e Santa Catarina. Foi liderada por dois monges, João e José Maria. O motivo da Guerra foi a construção de uma estrada de ferro que passava pela região. A pobreza e a miséria rural contribuíram para agravar o conflito por parte de uma enorme quantidade de camponeses, que ao término da construção da estrada de ferro, foram deixados à própria sorte.
    A Guerra se insere no contexto do messianismo rural.
  • A GREVE GERAL DE 1917

    A GREVE GERAL DE 1917
    Greve Geral de 1917. A Greve Geral de 1917 foi um movimento provocado pelos operários e comerciantes de São Paulo nos meses de junho e julho. Os trabalhadores pediam melhores condições de trabalho e aumento de salário. Depois de cinco dias de paralisação geral, os grevistas tiveram suas reivindicações atendidas.
  • SEMANA DE ARTE MODERNA

    SEMANA DE ARTE MODERNA
    A semana da Arte Moderna de 1922, contribuiu para que os artistas pudessem elaborar o que era específico da cultura brasileira, ou seja, destruir uma ordem artística que estava em decadência e despertar consciências para a realidade brasileira. Redescobrir o Brasil foi a grande meta dos artistas, chamados de modernistas, para isto, preocuparam-se em combater as antigas formas do academicismo-sentimentalismo, que dominavam o meio cultural brasileiro.
  • A REVOLTA DOS 18 DO FORTE

    A REVOLTA DOS 18 DO FORTE
    Primeira revolta que fez surgir o TENENTISMO.
    No dia 5 de julho, o Forte de Copacabana foi bombardeado fortemente a mando do governo.Dos 301 militares que estavam no forte, renderam-se 272. O capitão Euclides Hermes saiu do forte para negociar com o Ministro da Guerra, e acabou sendo preso. Os que permaneceram no forte sob o comando do tenente Siqueira Campos, saíram em marcha pela Av. Atlântica, porém alguns militares abandonaram a revolta e restaram apenas 18 militares.
  • A COLUNA PRESTES

    A COLUNA PRESTES
    Em abril de 1925, Luís Carlos Prestes liderou um grupo de militares no Rio Grande do Sul para formar a Coluna Prestes. Além disso, com o fim da Revolta Paulista em 1924 muito militares liderados por Miguel Costa dispersaram do interior de São Paulo para o estado do Paraná. Assim, encontraram com Prestes que vinha da cidade de Alegrete, no estado do Rio Grande do Sul. Paulistas e gaúchos uniram-se com o mesmo objetivo, percorrer o interior do Brasil promovendo um levante popular contra o governo.
  • REVOLUÇÃO DE 30 - FIM DA REPÚBLICA VELHA

    REVOLUÇÃO DE 30 - FIM DA REPÚBLICA VELHA
    Em 3 de outubro de 1930, a Aliança Liberal iniciou as incursões armadas. As tropas lideradas por Juarez Távora, e tiveram como área de disseminação o Estado da Paraíba. E na região Sul, as tropas possuíam maior quantidade de membros comandados pelo general Góis Monteiro. As tropas dirigiam-se para o Rio de Janeiro, então capital federal, onde Getúlio Vargas seria elevado à presidência da República. uma junta provisória militar depôs Washington Luís e assumiu o país, em 24 de outubro de 1930.