História do Brasil

Timeline created by Matthias2703
In History
  • Apr 22nd, 1500

    Conquista do Brasil pelos portugueses

    Conquista do Brasil pelos portugueses
    Nessa época, os portugueses estavam procurando por uma nova e permanente fonte de lucro, e eles ja tinham essas terras, então vieram para o Brasil para proclamar as terras em seu nome.
  • A Aclamação de Amador Bueno da Ribeira – Vila de São Paulo

    A Aclamação de Amador Bueno da Ribeira – Vila de São Paulo
    Foi um protesto contra o fim do comércio com a região do Rio da Prata, provocado pela Restauração Portuguesa, bem como, contra repressão à escravidão indígena. A população aclamou o comerciante Amador Bueno da Ribeira como “rei da Vila de São Paulo, que se recusou a participar do movimento. Dias depois, as autoridades pacificaram a população.
  • Guerra dos Emboabas

    Guerra dos Emboabas
    Conflito armado ocorrido na região das Minas Gerais entre os anos de 1707 e 1709, envolvendo os bandeirantes paulistas e os emboabas (portugueses e imigrantes de outras regiões do Brasil). O confronto tinha como causa principal a disputa pela exploração das minas de ouro recém descoberatas na região das Minas Gerais. Os paulistas queriam exclusividade na exploração da região, pois afirmavam que tinham descoberto as minas.
  • Guerra dos Mascates

    Guerra dos Mascates
    A Guerra dos Mascates ocorreu na então Capitania de Pernambuco entre os anos de 1710 a 1711 e é considerada pela historiografia como um movimento nativista.
  • Revolta de Filipe dos Santos

    Revolta de Filipe dos Santos
    A Revolta de Vila Rica, também conhecida como Revolta de Filipe dos Santos, foi um movimento social de caráter nativista que ocorreu em 1720 na Vila Rica de Nossa Senhora do Pilar do Ouro Preto (atual Ouro Preto, Minas Gerais).
  • Inconfidência Mineira

    Inconfidência Mineira
    A Conjuração Mineira, também conhecida como Inconfidência Mineira, foi um movimento de caráter separatista, ocorrido em Minas Gerais no ano de 1789, cujo principal objetivo era libertar o Brasil do domínio português.
  • Conjuração Baiana

    Conjuração Baiana
    Também conhecida como Revolta dos Alfaiates, a Conjuração Baiana foi uma revolta social de caráter popular ocorrida na Bahia em 1798. Teve uma importante influência dos ideais da Revolução Francesa.
  • Vinda da família real ao Brasil

    Vinda da família real ao Brasil
    Em janeiro de 1808, Portugal estava preste a ser invadido pelas tropas francesas comandadas por Napoleão Bonaparte. Sem condições militares para enfrentar os franceses, o príncipe regente de Portugal, D. João, resolveu transferir a corte portuguesa para sua mais importante colônia, o Brasil. Contou, neste empreendimento, com a ajuda dos aliados ingleses.
  • Brasil se torna Reino Unido de Portugal e Algraves

    Brasil se torna Reino Unido de Portugal e Algraves
    No ano de 1818, a mãe de D. João, D. Maria I, faleceu e D. João tornou-se rei. Passou a ser chamado de D. João VI, rei do Reino Unido a Portugal e Algarves.
  • Retorno de Dom João VI e sua Corte a Portugal

    Retorno de Dom João VI e sua Corte a Portugal
    Os franceses ficaram em Portugal durante poucos meses, pois o exército inglês conseguiu derrotar as tropas de Napoleão. O povo português passou a exigir o retorno do rei que se encontrava no Brasil. Em 1820, ocorreu a Revolução do Porto, sendo que os revolucionários vitoriosos passaram a exigir o retorno de D. João VI para Portugal e a aprovação de uma Constituição. Pressionado pelos portugueses, D. João VI resolveu voltar para Portugal, em abril de 1821. Deixou em seu lugar, no Brasil, o filho
  • Independência do Brasil

    Independência do Brasil
    A Independência do Brasil ocorreu em 7 de setembro de 1822. A partir desta data o Brasil deixou de ser uma colônia de Portugal. A proclamação foi feita por D. Pedro I as margens do riacho do Ipiranga em São Paulo.
  • Primeiro Reinado

    Primeiro Reinado
    O Primeiro Reinado é a fase da História do Brasil que corresponde ao governo de D. Pedro I. Tem início em 7 de setembro de 1822, com a Independência do Brasil e termina em 7 de abril de 1831, com a abdicação de D. Pedro I. O governo de D. Pedro I enfrentou muitas dificuldades para consolidar a independência, pois no Primeiro Reinado ocorrem muitas revoltas regionais, oposições políticas internas. Em algumas províncias do Norte e Nordeste do Brasil, militares e políticos, ligados a Portugal, não
  • Período Regencial

    Período Regencial
    stendendo-se de 1831 a 1840, o governo regencial abriu espaço para diferentes correntes políticas. Os liberais, subdivididos entre moderados e exaltados, tinham posições políticas diversas que iam desde a manutenção das estruturas monárquicas até a formulação de um novo governo republicano. De outro lado, os restauradores – funcionários públicos, militares conservadores e comerciantes portugueses – acreditavam que a estabilidade deveria ser reavida com o retorno de Dom Pedro I.
  • Segundo Reinado

    Segundo Reinado
    O Segundo Reinado iniciou-se com a declaração de maioridade de Dom Pedro II, realizada no dia 23 de julho de 1840. Na época, o jovem imperador tinha apenas quatorze anos de idade e só conseguiu ocupar o posto máximo do poder executivo nacional graças a um bem arquitetado golpe promovido pelos grupos políticos liberais. Até então, os conservadores (favoráveis à centralização política) dominaram o cenário político nacional.
  • Abolição da Escravatura

    Abolição da Escravatura
    Foi somente em 13 de maio de 1888, através da Lei Áurea, que a liberdade total e definitiva finalmente foi alcançada pelos negros brasileiros. Esta lei, assinada pela Princesa Isabel (filha de D. Pedro II), abolia de vez a escravidão em nosso país.
  • Proclamação da República

    Proclamação da República
    A Proclamação da República Brasileira foi um levante político-militar ocorrido em 15 de novembro de 1889 que instaurou a forma republicana federativa presidencialista do governo no Brasil, derrubando a monarquia constitucional parlamentarista do Império do Brasil e, por conseguinte, pondo fim à soberania do imperador D. Pedro II. Foi, então, proclamada a República do Brasil.
  • Period:
    Jan 1st, 1500
    to

    Escravidão no Brasil

    A escravidão começou no Brasil no século XVI. Os colonos portugueses começaram escravizando os índios, porém a oposição dos religiosos dificultou esta prática. Os colonos partiram para suas colônias na África e trouxeram os negros para trabalharem nos engenhos de açúcar da região Nordeste.
  • Period:
    Jan 1st, 1500
    to

    Movimento Bandeirante

    As expedições organizadas pelos bandeirantes ocorreram do século XVI ao século XVIII e foram determinantes para a constituição do Brasil tal como é.
  • Period:
    Apr 22nd, 1500
    to
    Jan 1st, 1534

    Período Pré-Colonial

    Esse período foi marcado pela exploração do pau-brasil e o escambo entre os portugueses e os índios.
  • Period:
    Jan 1st, 1534
    to

    Fase Colonial

    Nessa fase, vieram mais portugueses vieram ao Brasil pelos seguintes motivos: havia invazores estrangeirosna costa e a necessidade de uma fonte de lucro permanente nova: a cana de áçucar. Foi também aqui que foram divididas as Capitanias Hereditárias a nobres portugueses pelo Rei de Portugal.
  • Period:
    Jan 1st, 1534
    to

    Capitanias Hereditárias e Governo Geral

    0 sistema das Capitanias consistia em dividir o território brasileiro em grandes faixas e entregar a administração para particulares (principalmente nobres com relações com a Coroa Portuguesa). Respondendo ao fracasso do sistema das capitanias hereditárias, o governo português realizou a centralização da administração colonial com a criação do governo-geral, em 1548.
  • Period: to

    Ciclo do Ouro no Brasil

    O ciclo do ouro ocorreu no final do século XVII, época em que as exportações do açúcar nordestino diminuíram. Essa diminuição na exportação do açúcar brasileiro se deu ao fato de os holandeses terem iniciado a produção deste produto em suas colônias da América Central.
  • Period: to

    Reindado de D.João IV

    Criação do Banco do Brasil
    Fundação da academia militar
    Fundação do hospital militar
    Criação da Fábrica da Pólvora
    Criação do Jardim Botânico do Rio de Janeiro
    Criação da Academia Imperial de Belas Artes
    Criação da Academia de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro
    Criação da Biblioteca Real
    Criação dos Correios
    Criação do Museu Real
    Criação da Escola Real de Ciências,Artes e Ofícios
    Criação da Impressão Régia
    Inauguração do Teatro Real de São João
    Criação de fábricas de tecido
    Pavimentação das r
  • Period: to

    Primeira República

    Este foi o período da história do Brasil que se estendeu da proclamação da República, em 15 de novembro de 1889, até a Revolução de 1930 que depôs o 13º e último presidente da República Velha Washington Luís. Nesse período o Brasil foi nomeado de Estados Unidos do Brasil, o mesmo nome da constituição de 1891, também promulgada nesse período.
  • Period: to

    Governo do Marechal Deodoro da Fonseca

    Com a proclamação da República, deu-se início a um governo provisório, liderado por Deodoro da Fonseca. Marechal Deodoro da Fonseca foi o primeiro presidente do Brasil após a Proclamação da República de 15 de novembro de 1889. Fez-se necessária, por isso, a reorganização do poder e da estrutura do governo, adequando-o ao novo regime. Continuaram, contudo, os conflitos com o Exército, e toda manifestação ocorrida era acusada de conspiratória.
  • Period: to

    Governo do Marechal Floriano Peixoto

  • Period: to

    Prudente de Morais

    Paulista, foi governador da província de São Paulo em 1898. Em seu governo com presidente, enfrentou a ocupação da Ilha de Trindade pelos ingleses, pacificou o Rio Grande do Sul.
  • Period: to

    Campos Salles

    Paulista, foi ministro da Justiça no governo de Deodoro da Fonseca (República da Espada), período no qual ele instituiu o casamento civil e reformulou o Código Penal.
  • Period: to

    Rodrigues Alves

    Paulista, foi duas vezes ministro da Fazenda antes de se tornar presidente. Manteve a política de apoio ao café, batizada de “socialização das perdas”: sempre que o preço do produto caía no mercado internacional, o governo reduzia a taxa cambial, desvalorizando a moeda e aumentando, assim, o lucro dos cafeicultores.
  • Period: to

    Afonso Pena

    Paulista, foi duas vezes ministro da Fazenda antes de se tornar presidente. Manteve a política de apoio ao café, batizada de “socialização das perdas”: sempre que o preço do produto caía no mercado internacional, o governo reduzia a taxa cambial, desvalorizando a moeda e aumentando, assim, o lucro dos cafeicultores.
  • Period: to

    Presidência de Nilo Peçanha

    Nasceu no Rio Grande do Sul, e você está lembrando do seu sobrenome justamente porque ele era sobrinho do Marechal Deodoro da Fonseca, o primeiro presidente do Brasil. Hermes assumiu o cargo de ministro da Guerra no governo de Rodrigo Alves e instituiu o serviço militar obrigatório. De volta à presidência, em 1910, tentou restaurar a influência militar na política. Enfrentou as revoltas de Juazeiro e da Chibata. Para completar, no fim do seu mandato estourou a Guerra do Contestado, na divisa do