LINHA DO TEMPO TRANS

Timeline created by priprivo
  • -500 BCE

    Teatro grego

    Teatro grego
    Nascia o teatro grego em que só atores homens podiam atuar; por isso, eles interpretavam personagens femininas pois acreditavam que as mulheres não eram qualificadas como artistas.
  • Século XX

    Século XX
    Com as mulheres cada vez mais aceitas no teatro, se vestir de mulher para interpretações cênicas começou a ser motivo de sátiras em todo o mundo. Logo, homens se vestiam de mulheres com maquiagem exagerada, vestimentas que se assemelhavam com as de classe alta. Com humor irônico, fizeram uma figura incomum, passando a se apresentarem em clubes.
  • Caricatas

    Caricatas
    Surgimento das Caricatas no teatro de revista que surgiu na França. Entre as principais cenas do teatro, havia o número de cortina. Quando as cortinas fechavam para mudança de cenário, as caricatas entravam “imitando” as vedetes.
  • Drag queens

    Drag queens
    A cena era das drags queens que simbolizavam a luta pelos direitos LGBTQ+. Com o avanço da AIDS e vinculação incorreta da doença à comunidade LGBTQ+, as drags queens apresentavam-se apenas em ambiente e clubes desse nicho.
  • A rainha do deserto

    A rainha do deserto
    A arte passou a ser valorizada de novo, especialmente por causa de Hollywood. “Priscilla, a rainha do deserto” que ajudou a levar a arte drag para o grande público novamente. As drags queens não só se apresentavam, como também faziam presença VIP. Eram cantoras, personalidades, apresentadoras e amiga dos famosos.
  • LGBTQ+

    LGBTQ+
    Com a cultura pop cada vez mais disseminada e com a ajuda da internet. A comunidade gay encontra-se mais participativa e é abraçada por grandes personalidades do meio artístico, a cultura drag ganha o destaque que nunca teve, na TV, na música, nas festas e ganharam status de artistas pop. Pouco a pouco, artistas da comunidade LGBTQ+ são aceitos em papéis importantes de novela, cinema, teatro, etc. A cena simboliza a luta pelos direitos LGBTQ+ que continua em resistência.